CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Pesquisa de Comércio Exterior SEBRAE: Bebidas – Água Mineral

Com o objetivo de auxiliar as empresas que importam ou exportam os mais diversos produtos, o SEBRAE apresenta uma série de Pesquisas de Comércio Exterior relacionadas a alimentos, artefatos do lar, artesanato, bebidas, charutos, brinquedos, confecção e têxtil, construção civil, cosméticos, calçados e bolsas, cama, mesa e banho e casa e decoração. Nesta e nas próximas postagens o SEBRAE traz um apanhado de informações referentes à Barreiras Técnicas, Barreiras Tarifárias, Acordos Preferenciais e Corrente de Comércio, focadas principalmente nos EUA e México para diversos produtos alimentícios, baseados no estudo Pesquisa de Comércio Exterior: Bebidas.

Ler mais ou responder

O Brasil é um dos maiores consumidores de cerveja do mundo. A média anual de litros consumidos por cada habitante cresce ano a ano. Uma pesquisa realizada pelo Ibope em novembro de 2013 revela que a cerveja é a bebida preferida de 2/3 dos brasileiros para comemorações, com 64% da preferência. Enquanto a classe C opta pelas grandes marcas, as classes A e B buscam a produtos que apresentem diferenciação. Atributo fortemente encontrado nas cervejas artesanais, cujo consumo é majoritariamente masculino, com idades entre 18 e 65 anos. As mulheres que as consomem têm entre 30 e 65 anos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Bebidas – Abrabe. Micro cervejarias ...

Ler mais ou responder
Cachaça: por que legalizar o empreendimento

  A cachaça vem sendo produzida há mais de 500 anos por agricultores e empresários que mantêm a tradição de suas famílias e produzem ótimas bebidas. Do mesmo modo, a cada dia surgem novos engenhos, criados por empreendedores que enxergam na produção de cachaça um excelente negócio. Nas duas situações, há muitos casos de cachaças de qualidade que não se “transformam” em negócios de sucesso. São produtores de cachaça e proprietários de engenho que se especializam na produção, mas que não conseguem completar as etapas do processo de criação e formalização de sua empresa e de sua marca de cachaça. Com isso, bons negócios se perdem e boas cachaças ficam “presas” às vendas ...

Ler mais ou responder
Fornecimento de produtos para as refeições fora do lar: bebidas

A Pesquisa sobre Oportunidades no Fornecimento de Produtos do Agronegócio no Segmento de Refeições Fora do Lar, já mencionada aqui no blog, também quis saber qual é o perfil das compras dos bares e restaurantes com relação às bebidas. Com as bebidas divididas em cinco categorias (cachaça; vinhos e espumantes; licores; sucos e concentrados; leite e derivados), o levantamento mais uma vez constatou a preferência dos estabelecimentos que servem refeições por adquirir os produtos de que necessitam nos atacadistas, com destaque para os leites e derivados (62,2%) e sucos e concentrados (65,5%). É interessante notar que leites e derivados têm um bom quantitativo de compras direto com o produtor. O ...

Ler mais ou responder
Como formalizar uma vinícola?

Ao invés de entregar sua produção para as vinícolas, muitos produtores têm buscado elaborar seu próprio vinho com as uvas produzidas. Outros têm encontrado na atividade vitivinícola uma realização pessoal. Todos, certamente, têm como objetivo elaborar os melhores vinhos. Mas, nem sempre é simples o caminho entre o sonho e a sua concretização. O ideal é começar a trilhá-lo de maneira correta, para evitar obstáculos posteriores que possam inviabilizar esse objetivo. Hoje, no Brasil, para que se possa produzir vinhos e derivados da uva e do vinho, é obrigatória a constituição de uma pessoa jurídica - com CNPJ - para que esta responda pela produção, desde os processos até o produto final ...

Ler mais ou responder
Garantia de sucesso: cervejaria artesanal se prepara para os eventos esportivos

Prevendo lucratividade com a realização dos eventos esportivos, a Cervejaria Artesanal Falke Bier, situada em Ribeirão das Neves (MG), se estrutura para receber visitantes e turistas. A capacitação dos funcionários no atendimento (com aperfeiçoamento do inglês e espanhol) e a criação de uma pequena loja de souvenires, com lembranças como camisetas, bonés e cervejas, consistem em algumas das ações para aproveitar os megaeventos. No mercado desde 2004, a empresa foi fundada pelos sócios e irmãos Marco Antonio, Juliana e Ronaldo Falcone. Para atender a demanda do mercado, Marco Antonio afirma que a capacidade produtiva da Cervejaria será sextuplicada e serão lançados dois novos rótulos. A localização da cervejaria também vai colaborar para o ...

Ler mais ou responder
Segmento de licores se reinventa e surpreende

Os licores são uma categoria de bebidas que têm se reinventado, tanto pela evolução tecnológica como pela diversidade de sabores. As vendas do segmento no Brasil atingem em torno de 7 milhões de litros/ano. Os licores representam a mais vasta categoria entre todas as bebidas destiladas e, na maior parte, sua origem é de antigos elixires de ervas. No mundo, os números surpreendem: somente os cinco mais importantes licores - entre mais de 300 marcas comerciais de licores existentes - vendem mais de 230 milhões de litros ao ano. Em recente pesquisa publicada pela Brand Finance, sobre as 45 mais valiosas marcas de bebidas, seis marcas de licores foram citadas e a ...

Ler mais ou responder
Exigências do mercado aquecem assessoria de certificações

A atividade de assessoria na obtenção de certificações vive um momento bastante otimista devido às novas exigências do mercado por produtos com garantia de qualidade, de procedência e de respeito aos aspectos de sustentabilidade. O empreendedor do setor é responsável por demandar selos e certificados, que serão capazes de gerar mais resultados aos clientes e benefícios aos consumidores. Qualquer produto pode levar um selo, marca ou certificado, seja ele fruto de extrativismo, cultivo, industrialização ou até mesmo da alta tecnologia, principalmente para certificações de comércio justo e selo social. Já a certificação de orgânicos é mais utilizada por produtores rurais e unidades de beneficiamento de produtos rurais. Os registros de Indicação Geográfica ...

Ler mais ou responder
Certificações ampliam a venda da cachaça

As certificações da cachaça brasileira podem estimular de maneira significativa a venda do produto. Afinal, transmite sinais positivos quanto à sustentabilidade, segurança alimentar, proteção ao meio ambiente e responsabilidade social. Conheça, abaixo, algumas delas: Inmetro O Inmetro possui em seu cadastro algumas certificadoras, as OCP (Organismos de Certificação de Produto), que podem avaliar e garantir que a cachaça seja produzida conforme o RAC (Regulamento de Avaliação da Conformidade para Cachaça). O Sebrae, juntamente com Inmetro, elaborou em 2009 a cartilha “Certificação da Cachaça de Alambique”, a fim de auxiliar os empresários a adequar a sua fabricação atendendo ao RAC. Esta ferramenta orienta sobre todas as etapas do processo produtivo: escolha do tipo de cana-de-açúcar, meios ...

Ler mais ou responder
Concurso internacional da cachaça tem sede no Brasil

O maior concurso mundial de bebidas destiladas acontecerá no Brasil em 2014. Trata-se do Concours Mondial de Bruxelles – Spirits Selection, que será realizado nos dias 6, 7 e 8 de junho, em Florianópolis. O objetivo é apresentar as marcas dos pequenos negócios brasileiros de produção de cachaça, aumentando a visibilidade no mercado internacional. Na última edição deste evento, produtores brasileiros apresentaram um total de 25 marcas, sendo que uma em especial – a “Cachaça da Quinta”, ganhou o prêmio Gran Gold Metal. A premiada é uma das marcas do Rio de Janeiro que participa do projeto Certificação, o qual visa a obtenção de um selo de conformidade do Inmetro (Instituto Nacional de ...

Ler mais ou responder
Café e saúde: tudo a ver

Tomar um cafezinho é um gesto repetido várias vezes por dia pela grande maioria dos brasileiros. Será que essa prática faz mal? O site do Sebrae tem publicado algumas pesquisas que afirmam os benefícios desse produto, referência mundial do Brasil. Para os atletas O café pode aumentar o desempenho de atletas em competições. É o que explica o Prof. Dr. Darcy Roberto Lima, em artigo publicado na edição n° 170, do Jornal do Café. A bebida contribui para que os neurônios do cérebro aumentem a descarga de endorfinas, geradas pela prática de exercícios intensos. Com mais endorfina, o esportista tem um estimulo maior para seguir se exercitando mesmo quando atinge o ponto de ...

Ler mais ou responder

O contexto atual da cachaça conta com características peculiares. O mercado acompanha a consolidação da Indicação Geográfica (IG) e o momento da operacionalização dessa ferramenta. Além disso, o setor tem alcançado maior valorização no mercado interno. Atualmente, o Brasil conta com uma capacidade instalada de 1,2 bilhões de litros. De acordo com estimativas da IBRAC (Instituto Brasileiro da Cachaça), há 40 mil produtores brasileiros e quatro mil marcas no país, sendo que 99% são produtores de micro e pequeno porte. Sozinho, o setor reúne mais de 600 mil empregos diretos e indiretos. Dentre as principais regiões produtoras estão: São Paulo, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. Dentre as consumidoras estão: São Paulo, Pernambuco, ...

Ler mais ou responder