CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Serviços financeiros: fonte de recursos ou muito mais?

É uma ideia bastante comum entre as pessoas o fato de que as instituições financeiras substituíram o velho colchão e servem apenas como uma forma de guardar dinheiro. Talvez sirvam para emprestar um dinheiro, também. A verdade é que essa visão tem de mudar, principalmente para quem está à frente das inúmeras micro e pequenas empresas espalhadas pelo país.

São diversas as possibilidades que as instituições financeiras oferecem às empresas. Elas podem facilitar o dia a dia, tornando a vida dos empreendedores muito mais fácil. É claro que temos que tomar certo cuidado em usar cada um desses recursos – o objetivo deste texto é justamente trazer um pouco de informação a respeito do que as instituições financeiras podem fazer. Assim, trazemos aqui alguns exemplos que podem ajudar nas questões financeiras dos funcionários.

Muitos empresários têm bastante dificuldade na hora de executar a folha de pagamento de seus empregados. Não só aqueles com uma maior quantidade de funcionários, pois, mesmo pagando duas ou três pessoas por mês, a folha pode ser uma tarefa que demanda tempo e esforço. Assim, o sistema de pagamento eletrônico existente em algumas instituições pode ajudar na economia de tempo. Afinal, nesse caso, é tudo automático e elimina a necessidade de o funcionário ter de descontar cheques em banco, trazendo segurança para a empresa e eliminando o manuseio do dinheiro em espécie. Tem-se, ainda, a oportunidade de aproximar os funcionários do sistema bancário.

Há que se ter certo cuidado, pois, como dito, nem tudo são flores – e, como em toda instituição financeira, os serviços não vêm apenas com benefícios. Eles são cobrados, geralmente tendo como base o número de funcionários e os lançamentos efetuados. Também é necessária a abertura de conta corrente por cada funcionário da empresa. Sabemos que mais de um terço da população brasileira não tem conta corrente e, talvez, continue confiando no velho colchão. Assim, pode existir certa resistência por parte dos funcionários, principalmente daqueles com o perfil de pequena empresa, para a criação dessas contas. Cabe ao empresário, no seu papel de gestor, analisar os prós e os contras do serviço.

Falando em conta corrente, as instituições financeiras também disponibilizam a chamada cesta de produtos financeiros para funcionários. Ela possibilita que os colaboradores de uma empresa tenham acesso a serviços e produtos bancários tais como cartões de crédito e de débito, crédito consignado, poupança, movimentação da conta corrente etc. Esses produtos não só aumentam a afinidade dos funcionários com o banco, como, em um exemplo prático, podem ser usados para substituir o velho “vale”, no meio do mês. A empresa não precisa mais adiantar pagamento e passa esse papel para o banco.

Novamente, o cuidado com esse tipo de ação é essencial. O empresário deve orientar seus funcionários em relação ao uso dos serviços oferecidos, principalmente os de empréstimos. O patrão deve ter atenção quanto a problemas de desequilíbrios financeiros de seus funcionários, pois isso pode, até mesmo, influenciar na produtividade. Como é comum que esses funcionários tenham pouco tato para lidar com instituições financeiras, o aconselhamento é essencial.

Dito isso, imagino que podemos perceber que o banco não serve apenas para guardar dinheiro, ele pode ser muito mais. O importante é o empresário sempre ter conhecimento dos recursos para facilitar sua vida na hora de administrar a própria empresa. O bom-senso na hora de escolher qualquer serviço financeiro também é essencial. Quanto mais informação você tiver a respeito de como um banco pode ser usado, mais se tem o sentimento de que ele pode ser um bom parceiro para alavancar o seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae