CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Seja qual for o cenário, a responsabilidade do Sebrae só aumenta…

O diretor de Administração e Finanças, Carlos Alberto do Santos, tem ressaltado, e com razão, que quando a economia vai bem, o Sebrae é pouco procurado pela mídia para saber das repercussões do crescimento ou da maior fartura do crédito sobre o segmento.

Em compensação, ao menor sinal de crise, o Sebrae é demandado sobre o assunto como se uma catástrofe estivesse prestes a explodir sobre os pequenos negócios e sempre com aquele viés de que são fracos por natureza. Mas ser pequeno não é o problema – sempre enfatiza o diretor. O problema é funcionar sozinho, sem apoio técnico ou creditício. Ser pequeno tem suas vantagens, principalmente em conjuntura de crise: maior flexibilidade quanto a corte de gastos, possibilidade de mudanças rápidas do foco produtivo. E por aí vai.

Problemas, desafios e mesmo sucessos não devem ser analisados como se houvesse uma economia específica de micro e pequenas empresas e outra de médias e grandes . A conjuntura econômica afeta a todos, em menor ou maior grau, para o bem ou para o mal.

Olhar o segmento dos pequenos negócios descolado do grande ambiente econômico nacional e internacional causa tremendas distorções, como também não levar em conta características próprias dos pequenos negócios em tempos bons ou ruis.

Sebrae e parceiros preocupam-se sempre com esse contexto maior. No implemento de ações locais e regionais, sempre levam sempre em conta, por exemplo, as empresas âncoras ali estabelecidas. A Embraer, exportadoras de aviões, tem como fornecedores em São José do Rio Preto (SP) centenas de pequenos negócios. Outro exemplo é a Petrobras. Também devemos estar cientes de que redes de supermercados, inclusive as estabelecidas em Brasília e regiões administrativas se valem de uma vasta gama de fornecedores locais.

Por isso, lembrando meu post anterior, no monitoramento da crise em curso, é fundamental acompanhar a movimentação dos grandes varejistas, já que a maioria dos pequenos negócios opera em diferentes ramos do comércio. E as informações disponíveis são no sentido de que não engavetaram planos de expansão. Cientes disso, pequenas lojas cada vez mais se especializam na prestação de serviços diferenciados, como entrega rápida em casa, produtos orgânicos, pães e doces em escala artesanal, serviços para bichinhos de estimação, de beleza e higiene pessoal, de mecânica.

O mundo dos pequenos negócios é infinito. Ou seja, com ou sem crise seremos sempre ilhas rodeadas de pequenos negócios por todos os lados e a responsabilidade do Sebrae de bem atender essa clientela só aumenta

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga