CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Sebrae inova com mesa redonda virtual. Participe!

Papo de Negócio está no ar

Iniciativa virtual do Sebrae para levar ao público mais conhecimento sobre empreendedorismo digital reúne 2.000 participantes

No segundo dia do Papo de Negócios, 19 de novembro, Bel Pesce e Felipe Matos responderam a perguntas dos internautas sobre suas carreiras, ideias de negócios, dicas de empreendedorismo, entre outras. O formato, inovador, permite uma rica troca de experiências.

Bel Pesce respondeu a perguntas sobre como saber se uma empresa tem potencial para receber investimentos como uma startup. Sobre esse assunto, ela levanta a questão do que é um investimento, em primeiro lugar. Investimento nada mais é do que “trocar” um pedaço da sua empresa pelo capital de alguém que acredita nela. E ressalta uma coisa muito importante: não é dinheiro grátis! Por isso, buscar capital para sua empresa deve ser por uma questão de sobrevivência ou estratégica, com avaliação cuidadosa dos prós e contras. Além do mais, para ela, uma startup, por definição, é um projeto de negócio incerto e que não deve receber grandes investimentos antes de se estabelecer como uma iniciativa viável.

Dica de ouro da Bel: valide o produto antes de fazer um investimento mais significativo, pois assim, a empresa terá mais valor e a possibilidade de conseguir um capital mais consistente é maior; o investidor quer números que embasem a decisão dele de apostar no seu projeto e você precisa de métricas para não se enganar.

Para saber se uma empresa tem potencial para receber investimentos, o empreendedor precisa saber se pode crescer a ponto de o plano de negócios se manter sustentável.
Outra pergunta feita à Bel Pesce foi sobre diferenças educacionais entre Brasil e Estados Unidos. Apesar de não poder comparar, pois fez universidade apenas no exterior, ela considera a possibilidade de fazer matérias diversas e não apenas aquelas focadas para uma carreira específica uma coisa muito relevante. Ela também considera importante a oportunidade que se tem para desenvolvimento de potenciais. “Ninguém te julga porque você tem 18 anos e não sabe um monte de coisas. Isso possibilita muito mais a criação de empreendedores, pois a pessoa perde o medo de dar o primeiro passo.”

Quer saber mais sobre como o empreendedorismo pode mudar sua vida? Assista o vídeo da Bel Pesce, mande perguntas e vote também. Corre lá, é só até sexta-feira. 

Felipe Matos recebeu muitas perguntas sobre investimentos. Ele corrobora com Bel sobre o mito de muitos empreendedores de que o que ele precisa para começar um negócio é dinheiro. Para ele, a figura do investidor é importante, mas ela encobre outras necessidades mais prementes de uma startup, que o empreendedor nem sabe que tem.
Felipe manda, a queima-roupa: “Tudo bem, tenho aqui R$ 10 milhões para colocar na sua conta amanhã. Você tem tudo o que precisa para começar?” Essa pergunta deve assustar e fazer pensar bastante, não? Ele mesmo responde, dizendo que geralmente não se tem tudo o que precisa para começar e que dá para fazer muita coisa antes de captar recursos para a empresa.

Ele respondeu perguntas sobre contrapartidas para investidores, como saber se a empresa tem potencial para receber investimento de terceiros e quais percentuais de remuneração devem ser negociados.

Dica de ouro do Felipe: investidores tradicionais, anjos que apostam em startups e fundos de investimentos buscam empresas que possam oferecer um alto retorno, pois é um investimento de risco.

Felipe, como investidor anjo, diz que as startups devem ter modelos de negócio muito “escaláveis”, ou seja, que consigam atingir uma escala muito grande em pouco tempo e com relativamente poucos esforços. Isso porque o investidor quer retorno alto e rápido, para recuperar o capital, pois geralmente está apostando em várias empresas ao mesmo tempo, algumas vão dar certo, outras não. Ele não pode esperar que um projeto bacana tenha uma taxa de retorno mais lenta. Para as contrapartidas, normalmente o empreendedor oferece ações da empresa, o que torna o investidor sócio e confere a ele uma série de diretos. Ou, no caso de anjos investidores, é comum fazer o que se chama de “dívida conversível”: o investimento é uma dívida, trocada por ações e é pago mais adiante, o que diminui o risco para o investidor.

Felipe Matos alerta os empreendedores a encararem a própria remuneração mensal como parte do custo do negócio, sim. Agora, o valor dessa remuneração é relativo. Essa é uma questão polêmica e que precisa ser levada em consideração.

Outro ponto foi o valor da empresa e o percentual a ser negociado como contrapartida ao investidor. “Ideia não vale nada, o que vale é a capacidade de colocar a ideia em prática. Por isso, quanto mais embrionária a empresa, menos ela vale”, diz Felipe. O CEO da StartUp Farm mostra maneiras de estabelecer o valor da empresa para negociar o percentual. Uma dica é ter bom senso, conhecer o mercado, outras transações similares, para que não fique muito fora das práticas do mercado.

Quer saber mais sobre como os caminhos para o sucesso no empreendedorismo digital? Assista ao vídeo do Felipe Matos, mande perguntas e vote também. Já sabe, é só até o dia 23. 

Quem são os convidados do Papo de Negócio

Bel Pesce é autora do best-seller “A Menina do Vale”. Admitida no MIT aos 17 anos, Bel descobriu-se empreendedora enquanto fazia ali sua graduação e mestrado. A versão online gratuita de seu livro, no qual narra sua trajetória no altamente competitivo mercado do Vale do Silício, nos EUA, ultrapassou a marca de meio milhão de downloads em menos de um mês e, mesmo ainda estando disponível na web, sua versão impressa é um dos títulos de negócios mais vendidos no momento. Bel abordará o sub-tema “Como o Empreendedorismo Pode Mudar Sua Vida”, compartilhando o que tem aprendido em sua insipiradora experiência profissional e de vida.

Edson Mackeenzy é fundador e CEO do portal Videolog.tv. Ex-radialista e expert em transmissão e compartilhamento de vídeo, é ainda mentor/anjo em aceleradoras de startups, conselheiro de estratégia em fundos de investimento e co-autor de livros de empreendedorismo, entre eles “Internet – O Encontro de 2 mundos” e “Empreendedorismo Inovador”. “Mack”, como é conhecido, tratará do sub-tema “Desafios do Empreendedorismo Digital no Brasil” a partir de sua experiência empreendendo de forma bem-sucedida num ramo que tem como um dos seus concorrentes nada menos que o Youtube, do Google.

Felipe Matos é fundador e CEO da Startup Farm. Com 16 anos, Felipe fundou o portal Girando WAP, o primeiro portal da América Latina para acesso à Internet via telefonia celular. Em pouco tempo tornous-e sócio-fundador do Grupo Instituto Inovação. Participou da construção da parceria com a NineSigma, plataforma de Open Innovation sediada nos Estados Unidos, e coordenou o desenvolvimento do Sistema Inventta.net, de difusão de inovação no mercado digital. No Brasil, fundou a Startup Farm, programa de aceleração de empresas digitais. Felipe ficará com o sub-tema “Caminhos para o Sucesso no Empreendedorismo Digital”, mostrando o que aprendeu e tem ensinado aos empreendedores que buscam junto com ele os melhores resultados para as empresas que criam e fazem acontecer.

O que é o Papo de Negócio

Papo de Negócio é um evento virtual gratuito, promovido pelo Sebrae, que oferece a você uma excelente oportunidade de aprender diretamente com quem faz. Por meio de um sistema simples, você vai poder votar nas perguntas enviadas por outros participantes que você quer que sejam respondidas.Faça sua inscrição, pois assim você também assegura o acesso a um exemplar de um livro eletrônico com uma síntese de tudo o que tiver acontecido neste evento. Quer saber mais como ele funciona? Clique no linkhttp://papodenegociosebrae.wordpress.com/ajuda.

Para saber o que está acontecendo e acessar os novos vídeos, acesse o linkhttp://papodenegociosebrae.wordpress.com/.

Agora, que tal seguir o conselho da Bel Pesce e compartilhar as boas experiências? Compartilhe o Papo de Negócio com seus amigos, parceiros e outros empreendedores. Estimule novas inscrições para enriquecer ainda mais o debate. 
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae