Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

ROA: o que é e como calcular?

ROA: o que é e como calcular?

Existem muitas métricas que investidores ou executivos podem usar para determinar os lucros de suas empresas, sejam elas do ramo automotivo ou de estruturas metálicas

Uma das métricas mais importantes a serem entendidas é o ROA ou retorno sobre os ativos. Basicamente, ele informa o quão lucrativa é uma organização em comparação com o total de ativos que ela possui.

Como calcular o retorno sobre ativos

Assim como um ROI ou fórmula de retorno sobre o investimento, você pode calcular o ROA de uma empresa usando uma equação muito básica e que especificamos abaixo:

ROA = Lucro Líquido / Ativo Médio

Ou seja, calcula-se o lucro líquido e o divide pelo custo médio de seus ativos. Mas, como alternativa, pode-se calcular o ROA de uma empresa usando esta fórmula ajustada:

ROA = Lucro Líquido / Ativos de Fim de Período

Em ambos os casos, o lucro líquido é retirado de um determinado período anual ou ano fiscal. Vamos detalhar a fórmula do ROA com um exemplo, para deixar mais claro e preciso.

Imagine que seu negócio de conectores elétricos tenha um lucro líquido de R$ 10 milhões para suas operações atuais. A empresa possui R$ 50 milhões, de acordo com seu balanço. 

Para determinar o ROA, pegue R$ 10 milhões e divida por R$ 50 milhões. Isso lhe dá 0,2, ou seja, um ROA de 20%.

Em termos mais simples, para cada real que a empresa investe em ativos, ela obtém apenas R$ 0,20 de lucro líquido por ano. Um ROA mais alto seria melhor e indicaria que a empresa concede boa oportunidade de investimento.

O que é Retorno sobre Ativos?

Vale lembrar que o ROA é sempre exibido como uma porcentagem. Quanto maior este número, melhor para o investidor ou analista que está fazendo a medição. Portanto, isso é uma espécie de sinalização de segurança para os envolvidos.

Para qualquer negócio, o objetivo é aumentar sua eficiência e obter o máximo lucro com os recursos disponíveis, certo? O ROA compara o valor dos ativos totais de uma empresa com os lucros que ela obtém, usando esses ativos.

A conta pode ser simples, mas todos os envolvidos dentro da empresa devem estar atentos aos pormenores. Ninguém quer apresentar contas equivocadas aos possíveis investidores.

Para simplificar esta máxima, isso os ajuda a entender como a empresa está usando seus recursos financeiros e de produtividade e, consequentemente, mostrando quanto dinheiro você ganha por real gasto em ativos. 

No exemplo que mostramos para você, a empresa obtinha apenas R$ 0,20 de lucro por ano, para cada real gasto em ativos como: 

  • materiais de produção, 
  • funcionários, 
  • imóveis comerciais, etc. 

Se puder aumentar o ROA, obterá mais lucros por ano e ser uma empresa mais lucrativa em geral (não apenas em receita bruta).

Gostou destas dicas? Então, coloque-as em prática e note um aumento gradativo dos seus lucros, além de chamar mais investidores! Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado comente e compartilhe em suas redes sociais.

Este artigo foi desenvolvido pela equipe do Soluções Industriais.

You must login to add a comment.

Posts relacionados