CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Rio de Janeiro realiza feira de negócios do Carnaval

Rio de Janeiro realiza feira de negócios do Carnaval

MascaraA organização da festa mais popular do país vai ganhar um reforço com o Carnavália-Sambacom, um evento que reúne, pela primeira vez, fornecedores de insumos carnavalescos e empresários da festa. O encontro acontece no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ), entre os dias 31 de julho a 2 de agosto.

A feira deve gerar pelo menos R$ 10 milhões em negócios a partir da interação de representantes da indústria, do comércio de acessórios de fantasias e alegorias e de equipamentos. Também participam carnavalescos, artesãos, produtores, jornalistas e representantes de órgãos públicos.

O carnaval movimenta a economia do país durante o ano todo. De acordo com estimativa do Ministério do Turismo, o carnaval deste ano acrescentou R$ 6,1 bilhões à economia do país, de acordo com um levantamento do Ministério do Turismo, um movimento entre 6% e 7% maior que no ano passado.

O objetivo é transformar a festa em um negócio de sucesso, atraente ao público brasileiro e também aos turistas estrangeiros. Além de feira de negócios, os visitantes poderão participar do Primeiro Encontro Nacional do Samba, com debates sobre os impactos do carnaval na economia e no turismo, debater a cadeia produtiva do carnaval, políticas públicas, patrocínio, potencial de divulgação, comercialização e marketing.

De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lages, é necessário transformar o potencial turístico do país em riquezas para a população. Para isso, é preciso profissionalizar as atividades vinculadas ao setor.

Um dos responsáveis pela organização, Moacyr Barreto, afirma que a feira abre um espaço inédito para o Carnaval. “A ideia é discutir a criação de uma política pública específica para o Carnaval – uma festa que acontece todos os anos e que mexe com a vida de profissionais e de empresas de todos os tamanhos, inclusive as de pequeno e médio porte”, diz.

Fonte: Ministério do Turismo

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae