CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Retail’s Big Show 2015: 5 lições para ampliar suas vendas

Retail’s Big Show 2015: 5 lições para ampliar suas vendas

compradora_na_loja_face

Ao longo desta semana nos dedicamos a mostrar as principais tendências tratadas na Retail’s Big Show 2015, evento é realizado anualmente em janeiro na cidade de Nova Iorque pela federação norte-americana NRF (National Retail Federation). O objetivo destes posts é apontar iniciativas que ajudarão os varejistas a conquistar a clientela de maneira inovadora e surpreendente. Mais que isso, orientá-lo a investir nas estratégias que trarão retorno.

No post de hoje, vamos resumir os principais pontos discutidos na Retail’s Big Show 2015 em cinco lições. Confira:

1) A loja física ainda reina
Algo entre 75% e 95% das vendas de produtos ao consumidor acontecem dentro de lojas físicas. Por isso, não deixe as lojas físicas em segundo plano. Para se ter uma ideia, os varejistas online estão indo para o mundo físico, isso porque levantamentos mostram que suas vendas online ganham alavancagem com o aumento de pontos de venda físicos. Se antes o mundo online apoiava o varejo físico, hoje sabe-se que a recíproca também é verdadeira.

2) Prepare-se para atender ao cliente em diversos canais
Com a abundância de oferta de produtos e canais de distribuição eficientes, o consumidor passou a ter mais ainda poder de decisão. Pode comprar online e retirar na loja, comprar via celular e receber em casa, comparar artigos e preços dentro da loja. Além disso, tem em mãos ferramentas de comparação de preços, redes sociais, sites de reclamações e acesso em qualquer lugar graças aos dispositivos móveis.

Os varejistas precisam se preparar para todas estas possibilidades para chegar até o cliente, sem falar que ninguém segura o comprador sem oferecer uma experiência de canais de vendas integrados e conteúdo relevante.

3) Lojas anabolizadas
As lojas físicas estão firmes e fortes; e os clientes estão cada vez mais ariscos. O que fazer? “Anabolizar” a experiência dentro da loja, claro! Se os compradores têm smartphones, os vendedores precisam estar conectados também. Experiências com nossos clientes comprovam que vendedores com tablets integrados aos sistemas da loja conseguem mais vendas e consumidores mais satisfeitos.

4) Celular, o grande aliado das vendas
O desafio é criar experiências customizadas e relevantes para os dispositivos móveis. Chega de pensar que o celular é apenas uma tela semelhante ao desktop. É o momento de aproveitar o potencial da mobilidade para melhorar os resultados.

5) Tire proveito dos avanços tecnológicos
Os muros estão caindo, a tecnologia está no DNA do varejo e quem ficar de fora desta nova dinâmica, corre o risco de ficar para trás. A experiência do cliente não tem mais fronteiras e a relação com a marca deve ser contínua, relevante e impactante. Rede social, loja física, site mobile, emails… Nem e-commerce , nem loja física: o comércio é digital, não importa o canal.

Com informações de artigo de Caio Ribeiro do Vale, sócio-diretor da empresa francesa de tecnologia Itelios.

Edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga