CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Responsabilidade social empresarial e valor compartilhado

Responsabilidade social empresarial e valor compartilhado

cpce 1Com a estabilidade do capitalismo em praticamente todas as partes do planeta, fica cada vez mais evidente a importância das empresas na geração de riquezas das economias.

No entanto, no decorrer do tempo, com a expansão demográfica e econômica e por uma desatenção por parte das empresas, surgiram vários problemas sociais, ambientais, de saúde e outros que afetam as comunidades ao redor do mundo. Aliados a isso, também podemos citar a falta de eficiência administrativa dos governos em solucionar tais problemas da comunidade.

A função tradicional da empresa é maximizar os lucros dos seus acionistas, geralmente mantendo certo distanciamento dos aspectos sociais. Mas, com o passar do tempo, foram criadas ações de filantropias, como doações para entidades sem fins lucrativos, criação de fundações, voluntariado dos funcionários etc.

A filantropia não resolveu os problemas que as comunidades enfrentam. Em um conceito mais amplo, surge a responsabilidade social empresarial que é composta por balanços sociais que apresentam os impactos das ações da empresa na comunidade, mas, assim como a filantropia, a responsabilidade também não resolve o problema.

Com base nessa análise, surge o conceito de valor compartilhado. Consiste em criar valor econômico na resolução de problemas sociais. Ou seja, em uma relação comercial entre uma grande indústria e produtores rurais, pagar mais pelo produto não resolve o problema, mas ensinar técnicas de manejo e cultivos sustentáveis, financiar a produção, contribuir para o aumento da sua produtividade e lucratividade, resolve o problema de baixa renda do produtor.

No modelo atual de negócios, há várias regulamentações por parte do Estado no intuito de proteger e prevenir dos males causados pelas empresas à sociedade. Para o valor compartilhado, se é ruim para comunidade, também é ruim para empresa. Exemplo: gastos excessivos de água, ambiente de trabalho inseguro com muitos acidentes de trabalho, entre outras situações.

Esse novo modelo requer um pensamento diferente, principalmente acerca das necessidades sociais x necessidade fundamental como, por exemplo: alimentício x nutrição, pois algumas indústrias tem produzidos alimentos mais saudáveis que não causem danos à saúde tais como: pressão alta, obesidade, diabetes, vícios e dentre outros. A preocupação aqui é evitar o dano ao invés de tratá-lo depois que ele foi causado.

O modelo de negócios de valor compartilhado tem como perguntas fundamentais: como melhorar a vida do meu cliente? Como melhorar a minha comunidade? Pois, uma comunidade mais saudável e com mais dinheiro é bem melhor e é bom para o mundo todo, pois, cada vez mais é imperativo para o empreendedor pensar no ecossistema em que sua empresa está inserida ao invés de ter apenas uma visão míope de seu produto baseado na oferta e demanda.

Agora que você conhece um pouco desse novo conceito de negócio, que já esta sendo praticado por várias organizações ao redor do mundo, sugiro que inicie imediatamente uma reflexão a cerca de seu negócio: Como posso melhorar a vida do meu cliente? Como posso melhorar o bairro/localização que a minha empresa está inserida?

Leia também:

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Clauberto Maduro Cunha

Tecnólogo de Redes de Computadores Especialista em Computação Forense e Perícia Digital

Me siga