CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Quer fornecer qualificação aos trabalhadores da construção civil?

Identifique as potenciais oportunidades

Construção_2O setor de construção civil é uma rica fonte de oportunidades de negócios em diversos segmentos. Uma delas é o exercício de atividades voltadas ao treinamento e à capacitação de mão de obra específica para os canteiros de obras das construtoras brasileiras.

Dados do setor apontam que o número de empregados com carteira na construção civil atinge em torno de 3,5 milhões, com crescimento estimado em 1,5% para 2014.

Para a oferta de qualificação, as áreas de conhecimento variam bastante. A publicação Responsabilidade Social da Construção – A Construção na Visão de quem Produz – é um rico instrumento de informação em diversos aspectos, inclusive nesse.

O documento, resultado de uma pesquisa realizada para a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), aponta que há uma grande carência por mais treinamento e por mais tipos de qualificação:

A capacitação sobre meio ambiente, por exemplo, é tema em que o setor tem se destacado, inclusive com empresas modelo em práticas sustentáveis, reconhecidas por certificações internacionais e por premiações da própria Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Entretanto, menos de 1% dos trabalhadores, que passaram por algum treinamento, afirmaram ter feito capacitação nessa área”.

Veja a tabela dos tipos de treinamentos realizados pelos operários entrevistados, em cada região do País:

Construção_Tab

A publicação da pesquisa, que reúne dados de opinião dos operários de canteiros de obra, dos trabalhadores administrativos e dos executivos da construção civil, permite constatar que as capacitações sobre meio ambiente também ainda é escassa nas áreas administrativas dessas empresas.

A mesma tabela acima pode ser um indicativo útil para identificar negócios em outras áreas de conhecimento. No tópico de alfabetização, por exemplo, é possível inferir que parceiros em negócios sociais têm possibilidades de atrair contratos de fornecimento junto às empresas de construção do país, haja vista o índice de treinamentos recebidos pelos operários.

A construção civil, sempre foi vista como um setor com alto índice de analfabetismo. Nos últimos anos, o setor tem se mobilizado para mudar essa realidade. De acordo com a CBIC, empresários e entidades ligadas ao segmento têm promovido, em todo o País, programas de alfabetização e aperfeiçoamento educacional como forma de reduzir esse cenário histórico da mão de obra empregada nos canteiros.

É importante destacar que os dados apresentados aqui são do ano de 2011, ano de realização do estudo.

A visão de uma oportunidade e sua transformação em um negócio

Empresárias brasilienses vislumbraram oportunidade na área da capacitação técnica e abriram uma escola de construção civil em Formosa, região do Entorno do Distrito Federal. O foco do negócio é atrair mulheres ao canteiro de obras.

As sócias afirmam que as empresas preferem mulheres principalmente na etapa de acabamento das obras, por serem mais perfeccionistas e cuidadosas. Entretanto, a obra toda ganharia com a presença feminina, pois as mulheres tendem a deixar o ambiente de trabalho mais limpo e procuram manter um clima bom na construção.

A principal causa da entrada das mulheres nas construções é a mão de obra escassa, que não consegue acompanhar a expansão do setor. Além da Copa do Mundo e das Olimpíadas serem fontes de demandas para a construção civil, o Programa Minha Casa, Minha Vida contribui para o quadro.

A capacitação diferenciada também interessa às construtoras, que evitam refacções e ajustes nas obras. A escola tem parcerias com grandes empresas privadas, que oferecem cursos, apostilas e materiais. Veja matéria na integra nesta página da CBIC.

Em 2010, mais de 200 mil mulheres já trabalhavam nas construções do país, segundo a CBIC. Na última década, a participação feminina no setor subiu 65%, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego. O número pode vir a ser ainda maior: no Senado Federal, há um Projeto de Lei em trâmite que busca estimular a contratação de mulheres na construção civil.

O que você precisa saber para começar bem?

Para tornar a oportunidade uma realidade, é preciso perfil empreendedor, conhecer a realidade do mercado e organizar um plano de negócios. O SEBRAE criou um roteiro para facilitar a compreensão de etapas importantes para você começar bem o seu negócio. Conheça em: Quero Abrir um Negócio

 

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga