Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Quais são os principais acidentes de trabalho e como não cometê-los

Quais são os principais acidentes de trabalho e como não cometê-los

Todo gestor deve estar atento aos seus colaboradores, identificando quais as dificuldades que tem e onde precisam de suporte. Uma empresa que faz manutenção de disjuntores, precisa ter um cuidado a mais com a segurança de seus colaboradores.

Como as indústrias e outros setores precisam de funcionários qualificados e que façam serviços diversos, muitas vezes acidentes podem ocorrer.

Neste texto veremos quais são os casos mais comuns que podem ocorrer e como podemos evitá-los.

Medidas preventivas 

Em toda empresa, medidas preventivas precisam existir. São elas que estipulam os limites de segurança a serem seguidos por colaboradores.

O gestor precisa agir como um servomotor, incentivando, com integrações, o cuidado preventivo. Mesmo com tais medidas, infelizmente acidentes acontecem.

Por isso, a área de Segurança do Trabalho deve saber, de cor e salteado, o passo a passo e os cuidados e realizar treinamentos.

E saber também quais são os acidentes mais comuns que existem. Por isso, separamos abaixo alguns deles.

  • Quedas 

Quedas figuram entre os acidentes mais comuns em ambientes de trabalho. Nem sempre relacionados à altura, mas são constantes em diversos setores de fábricas, empresas e escritórios.

Quedas estão relacionadas a descuidos com o ambiente ao redor. Ao trocar um rolete de esteira, por exemplo, algo pode ocorrer.

Outras causas são pelo mau uso de aparelhos de EPI. Por isso, é sempre importante que a equipe responsável pela segurança do local faça integração antes de ir para o serviço.

As inspeções devem ser feitas em setores como:

  • Escadas;
  • Telhados;
  • Escadas rolantes;
  • Banheiros;
  • Armazéns;
  • Estoque.

Essa inspeção visa trazer maior efetividade e segurança para o funcionário e terceiros.

  • Lesões por esforço repetitivo 

Lesões por esforço repetitivo são doenças ocupacionais, que resultam em diversos prejuízos aos funcionários. Costumam ser causadas mediante a ocupação de seu detentor. 

Tais lesões podem gerar afastamentos temporários e até mesmo definitivos. Geralmente ocorrem em locais que possuem condições ruins de trabalho. 

Para ajudar a diminuir tais problemas, o empreendedor pode solicitar uma análise ergonômica no setor. Deve-se, também, incentivar pausas constantes entre atividades.

Promova exames médicos contentes, para que tais doenças sejam identificadas com antecedência.

  • Queimaduras 

Por mais que sejam comuns em alguns ramos, queimaduras chegam em terceiro lugar da lista. Podem ser causadas por fogo ou por produtos químicos mal organizados.

Uma maneira de evitar esses acidentes é colocar avisos de precaução no local. Ao adentrar em um setor com produtos químicos, alertar via faixas ou sinalização que aquele local traz risco.

Quando trabalhar com fogo, tomar todo cuidado e redobrar a atenção sobre seu funcionário.

  • Uso incorreto de equipamentos 

Para finalizar, a utilização de equipamentos de maneira incorreta. Em diversos setores, acidentes de pequeno e grande porte acontecem por falta de cuidado no manuseio de equipamentos.

O jeito de evitá-los é mantendo uma constante relação com seus funcionários. Ela deve ser baseada em comunicação, treinamento e supervisão.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado comente e compartilhe em suas redes sociais.

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

You must login to add a comment.

Posts relacionados