1. Boa tarde, Aldemir. A principio, pode sim. Mas algumas regras mudam de acordo com o município, você deve procurar a legislação do seu antes de começar a emitir.

    Boa tarde, Aldemir.

    A principio, pode sim. Mas algumas regras mudam de acordo com o município, você deve procurar a legislação do seu antes de começar a emitir.

    Ver menos
    • 0
  2. Boa tarde, Celso. Esse CNAE não inclui a venda de suplementos alimentares, mas no MEI é permitido que você tenha uma atividade principal e até 15 secundárias. Assim, você pode cadastrar esse CNAE como o principal e o CNAE: 4729-6/99 como atividade secundária. 

    Boa tarde, Celso.

    Esse CNAE não inclui a venda de suplementos alimentares, mas no MEI é permitido que você tenha uma atividade principal e até 15 secundárias. Assim, você pode cadastrar esse CNAE como o principal e o CNAE: 4729-6/99 como atividade secundária. 

    Ver menos
    • 0
  3. Boa tarde. Tudo bem? A empresa tem sim liberdade para definir o horário de trabalho de seus funcionários. Veja mais sobre: https://www.jornalcontabil.com.br/empresa-pode-mudar-horario-de-trabalho-do-empregado/#:~:text=Sim%2C%20na%20verdade%2C%20a%20empresa,%C3%A0s%20novas%20mudan%C3%A7as%20de%20hor%Leia mais

    • 0
  4. Boa tarde, Thays. Tudo bem? Essa questão vai muito a seu critério. De fato o comportamento do vendedor não foi nada adequado, mas para não perder a oportunidade talvez valha a pena entrar em contato com empresa, explicar o que aconteceu e buscar outro canal de venda deles. O fornecedor é uma pessoaLeia mais

    Boa tarde, Thays. Tudo bem?

    Essa questão vai muito a seu critério. De fato o comportamento do vendedor não foi nada adequado, mas para não perder a oportunidade talvez valha a pena entrar em contato com empresa, explicar o que aconteceu e buscar outro canal de venda deles.

    O fornecedor é uma pessoa que você provavelmente manterá contato, ter uma boa relação é essencial visto que muitas vezes terão que negociar e buscar acordos.

    Ver menos
    • 0
  5. Boa tarde, Juliana. Isso depende de qual é o banco do seu cartão, mas no geral pode sim. Veja mais: https://seucreditodigital.com.br/pagar-das-mei-cartao-de-credito/

    Boa tarde, Juliana.

    Isso depende de qual é o banco do seu cartão, mas no geral pode sim. Veja mais: https://seucreditodigital.com.br/pagar-das-mei-cartao-de-credito/

    Ver menos
    • 0
  6. Boa tarde, Michele. Consulta CNPJ pelo CPF Grátis Uma forma simples de se consultar um CNPJ usando apenas o CPF é pelo site, usando apenas o CPF e a data de nascimento associada com o CNPJ. Para realizar a consulta do CNPJ de um Microempreendedor Individual, utilizando apenas o CPF desse empreendedoLeia mais

    Boa tarde, Michele.

    Consulta CNPJ pelo CPF Grátis

    Uma forma simples de se consultar um CNPJ usando apenas o CPF é pelo site, usando apenas o CPF e a data de nascimento associada com o CNPJ. Para realizar a consulta do CNPJ de um Microempreendedor Individual, utilizando apenas o CPF desse empreendedor é necessário que a pessoa que deseja consultar o CNPJ:

    • Acesse o site do Portal do Empreendedor, que está disponível em: http://www.portaldoempreendedor.gov.br;
    • No canto superior direito, selecione a opção “Serviços”;
    • Selecione a opção “Emita seu comprovante de MEI”;
    • Selecione a opção “Comprovante de MEI”;
    • Informe o número do CPF e a data de nascimento do microempreendedor.

    Consulta CNPJ pelo CPF na Receita Federal

    Outra forma possível de consultar o  CNPJ usando apenas o CPF é através da Receita Federal. A Receita Federal fornece a informação do CNPJ associado a um CPF apenas pessoalmente, por conta do sigilo dessa informação. Para consultar o CNPJ através do CPF é necessário que a pessoa que deseja consultar o CNPJ:

    • Compareça até a unidade da Receita Federal mais próxima de sua residência;
    • Informe para o atendente que deseja consultar o CNPJ associado a um CPF;
    • Informe o CPF que deseja consultar.

    Essa opção serve também para outras empresas e não apenas para microempreendedores individuais.

     

    Fonte: https://compredopequeno.com.br/consulta-cnpj-pelo-cpf/

    Ver menos
    • 0
  7. Boa tarde, Chris. Tudo bem? Não pode, pois tradutor não é uma atividade permitida ao MEI.

    Boa tarde, Chris. Tudo bem?

    Não pode, pois tradutor não é uma atividade permitida ao MEI.

    Ver menos
    • 0
  8. Boa tarde, Adriana. Há sim o risco de o beneficio ser suspenso, mas há possibilidade de ele ser reestabelecido quando voltar ao desemprego. Isso ocorre por que o beneficiário passa a ter uma fonte de renda. Veja mais: https://jamesstela.jusbrasil.com.br/artigos/722268441/recebo-o-bpc-loas-e-comecei-Leia mais

    Boa tarde, Adriana.

    Há sim o risco de o beneficio ser suspenso, mas há possibilidade de ele ser reestabelecido quando voltar ao desemprego. Isso ocorre por que o beneficiário passa a ter uma fonte de renda. Veja mais: https://jamesstela.jusbrasil.com.br/artigos/722268441/recebo-o-bpc-loas-e-comecei-a-trabalhar-e-agora

    Ver menos
    • 0
  9. Boa tarde, Fernanda. Há sim chances de você perder o beneficio, isso porque a Receita Federal considera o MEI como uma fonte de renda, então você não estaria "desempregada". Veja mais: https://alobras.com.br/8-dicas-para-acabar-com-o-estoque-da-colecao-passada/

    Boa tarde, Fernanda.

    Há sim chances de você perder o beneficio, isso porque a Receita Federal considera o MEI como uma fonte de renda, então você não estaria “desempregada”.

    Veja mais: https://alobras.com.br/8-dicas-para-acabar-com-o-estoque-da-colecao-passada/

    Ver menos
    • 0
  10. Boa tarde, Yasmin. Veja algumas dicas: 1. Descreva a quantidade de peças em estoque da coleção passada e faça a separação por cores, tamanhos e modelos. Calcule a margem de lucro que é possível obter com a venda de cada uma delas. 2. Dê uma olhada no cadastro de clientes e crie ações baseadas nos peLeia mais

    Boa tarde, Yasmin.

    Veja algumas dicas:

    1. Descreva a quantidade de peças em estoque da coleção passada e faça a separação por cores, tamanhos e modelos. Calcule a margem de lucro que é possível obter com a venda de cada uma delas.

    2. Dê uma olhada no cadastro de clientes e crie ações baseadas nos perfis encontrados. Considere valores gastos, hábitos de consumo e as últimas compras realizadas.

    3. Você pode, por exemplo, oferecer descontos progressivos, vendas casadas e criar kits promocionais com peças complementares. É sempre bom diversificar para causar aquele frisson nas pessoas!

    4. Na hora de planejar a queima de estoque da coleção passada, avalie a situação do mercado, observe os preços trabalhados por seus concorrentes e o valor total que você investiu anteriormente.

    5. Antes de colocar seu plano em prática, se reúna com a equipe de vendas e explique todos os detalhes. Fale sobre as peças, porcentagens de desconto e todas as opções de negociação com o cliente, etc.

    6. Determine a duração da queima de estoque da coleção passada e crie cartazes com dizeres que podem despertar o senso de urgência. Use frases como: “Últimos itens em estoque”, “Aproveite antes que acabe” e por aí vai.

    7. Aposte no poder das redes sociais. Com antecedência, procure explorar as plataformas e divulgar as promoções: poste fotos com a descrição das peças e crie uma interação bacana com os usuários.

    8. Depois de planejar, divulgar e efetuar as vendas, analise os resultados obtidos depois da ação, veja o que deu certo ou não e o que pode ser feito de diferente da próxima vez. Vai dar trabalho, mas no final vai ter valido a pena, pode apostar!

    Abra espaço para novos produtos em seu Ponto de Venda: visite o Brás e encontre coleções completas do outono-inverno para revender na sua loja de roupas!

     

    Veja mais: https://hiper.com.br/blog/estoque-parado/

    Fonte: https://alobras.com.br/8-dicas-para-acabar-com-o-estoque-da-colecao-passada/

    Ver menos
    • 0
  11. Boa tarde, Selene. Normalmente é necessário a operação da empresa para que você possa calcular o lucro, isso acontece porque essa conte depende de alguns valores que podem ser variáveis como: despesas fixas, despesas variáveis, quantidade de vendas, entre outros. Sem saber o valor exato desses valorLeia mais

    Boa tarde, Selene.

    Normalmente é necessário a operação da empresa para que você possa calcular o lucro, isso acontece porque essa conte depende de alguns valores que podem ser variáveis como: despesas fixas, despesas variáveis, quantidade de vendas, entre outros. Sem saber o valor exato desses valores, o que você pode fazer é uma aproximação do quanto você imagina cada um desses itens, mas não será um cálculo preciso.

    Veja como calcular lucro: https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-online/como-calcular-o-lucro-de-uma-empresa-descubra/

     

    Ver menos
    • 0
  12. São ferramentas e/ou treinamentos que visam aprimorar diversos setores das organizações.  

    São ferramentas e/ou treinamentos que visam aprimorar diversos setores das organizações.

     

    Ver menos
    • 0