Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Primeiros passos para um pequeno produtor conseguir financiamentos com atividades Rurais

Primeiros passos para um pequeno produtor conseguir financiamentos com atividades Rurais

Sabemos que há muita oferta de crédito no mercado para atividades agropecuárias, entre outras da área rural. Mesmo assim, muitos produtores de pequeno porte reclamam da dificuldade e da burocracia no momento de obter uma linha de crédito. O objetivo dessa postagem e apresentar algumas orientações básicas para que qualquer pequeno produtor consiga organizar um Projeto Básico, a fim de buscar seu investimento, seja ele por meio de um banco privado ou programas de governo.

Hoje podemos contar com diversos benefícios para pequenos produtores rurais em função do avanço da tecnologia. É possível obter instruções para tratamento de área de plantio ou manejo correto na criação de diversos tipos de animais, incluindo cuidados que vão desde a produção até a comercialização. Tudo disponível e acessível por meio da internet. Até mesmo as contratações de consultorias específicas podem ser realizadas de maneira prática e rápida.

O pequeno produtor também conta com a praticidade de poder comprar insumos e produtos, como medicamentos ou suplementos alimentares para diversos animais, por meio de lojas veterinárias e agropecuárias online. Tudo pode ser adquirido praticamente sem sair de casa, lembrando que no caso de medicamentos é indispensável o auxílio de um profissional.

Nesse mesmo sentido, projetos para captação de recursos também podem ser apresentados e encaminhados por meio da internet. Independentemente de onde venha o seu recurso o primeiro passo é o planejamento e a organização da sua Proposta. Imagine que você está do outro lado do balcão, que tipo de segurança você teria ao emprestar qualquer recurso confiando apenas na palavra? Quanto mais embasado e organizado for o seu pedido, mas chances terá de receber uma linha de crédito.

Quais são os primeiros passos para elaborar um projeto rural, com o objetivo de buscar um investimento?

O primeiro passo é o planejamento, no sentido de levantar informações sobre a viabilidade do seu negócio. Para ter um conhecimento inicial do recurso pretendido é preciso detalhar o que será feito, passo a passo. E esse trabalho começa com uma pesquisa de mercado para obter informações que vão além do custo para bancar o seu negócio, como: Qual é a sua concorrência? Qual é o preço oferecido pela concorrência? Qual é o seu público-alvo? Quais são os possíveis diferenciais que podem ser aplicados no seu negócio? O seu negócio é sustentável? Como pretende alavancar o seu negócio para obter ROI (sigla em inglês para Retorno Sobre o Investimento).

Como tratado anteriormente procure trabalhar com as informações organizadas. Abaixo estão algumas informações que devem constar no seu Projeto Básico para captação de recursos:

Dados do Projeto: Informações para identificação da sua propriedade rural, como área de investimento, responsáveis, dados dos responsáveis, endereço, telefones, entre outros. Qualquer documentação ou comprovação deve ser organizada, tenha em mente que o passo inicial para qualquer tipo de crédito rural é um cadastro. Tenha todos os documentos possíveis, que tenham relação com o seu negócio, em mãos.

Justificativa do Projeto: Descreva a sua proposta de forma clara, com características do problema a ser resolvido, abordando as origens dos problemas e suas consequências, você pode fundamentar a pertinência e a oportunidade do projeto como resposta ao problema ou demanda apresentada.

Beneficiários Diretos e Indiretos: – Descreva os beneficiários do projeto. De que forma o seu projeto rural pode ser sustentável e que tipo de benefício pode trazer para você e o seu público-alvo.

Resultados esperados: Descrever quais são os resultados esperados por meio do seu financiamento rural.

Capacidade técnica gerencial:  Falar sobre a equipe que irá fazer parte do projeto, corresponde aos profissionais necessários para sua implantação e coordenação. Podendo ser da sua própria equipe ou instituições ou empresas parceiras. Muitas vezes é necessária a contratação de profissionais especializados, merecendo atenção especial, nesse caso, a capacidade técnica exigida e necessária para o desenvolvimento do projeto rural. A estruturação da equipe técnica e gerencial é fundamental para o alcance dos objetivos do projeto.

Cronograma de execução: – Corresponde ao detalhamento das metas e etapas do projeto. As metas definidas no projeto são as ações necessárias para que sejam cumpridos os objetivos, ou seja, os resultados do projeto rural. Um bom plano de trabalho deverá apresentar suas metas descritas objetivamente e, por conseguinte, a divisão destas atividades em etapas. As etapas deverão ser previstas considerando seu tempo de execução, pois, somente com a definição de cada ciclo de etapas e metas é que será possível organizar o cronograma de atividades do projeto. Cada meta será subdividida em pelo menos uma etapa, criando assim o cronograma do plano de trabalho do projeto. Algumas metas poderão ser simultâneas e outras, sequenciais. O que importa é que sejam estabelecidas de maneira lógica e que estejam adequadas ao cronograma. Outro fator importante é manter a objetividade, uma meta definida de maneira genérica inviabiliza o monitoramento da execução.

Por fim, procure orientações adicionais no local que pretende buscar o crédito. É fundamental conhecer as necessidades de cada instituição para evitar qualquer tipo de frustração. Espero que tenham apreciado essa breve orientação para dar os primeiros passos na busca do seu financiamento rural. Com planejamento, organização e trabalho o seu empreendimento rural vai decolar!

Renan Tolentino

Renan Tolentino

Boas respostas
Sólida experiência em gestão de contratos, convênios e termos de parceria governamental. Atuação estratégica no desenvolvimento e monitoramento de projetos no âmbito das políticas públicas tangentes às TICs, com foco na inclusão digital. Formação em Tecnologia de Redes de Comunicação.

You must login to add a comment.

Posts relacionados