CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Potenciais produtos e serviços para escolas de dança

Escolas Dança_Principal

As décadas de 1980 e 1990 assistiram ao crescimento, declínio e recuperação da dança de salão. Atualmente, o segmento experimenta a expansão motivada, especialmente, pelo espaço reservado à atividade em programas televisivos.

Tanto os que se aproximam da modalidade com objetivo de profissionalizarem-se, quanto os que buscam um espaço de entretenimento respondem pelo aumento do número de empreendimentos voltados para dança de salão.

A dança de salão, fundamentada nas regras internacionais, também é chamada de dança esportiva, esporte olímpico reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) desde finais da década de 1990. De acordo com Confederação Brasileira de Dança Esportiva (CBDance) os atletas federados somam, considerando os cinco continentes, 5 milhões.

Neste mercado da dança, os empreendedores assistem ao objetivo do Ministério da Cultura – MinC – de transformar a cultura brasileira em um dos diferenciais da Copa do Mundo da FIFA 2014.

A grande movimentação e o volume de turistas internos e externos esperados, somados as suas expectativas em relação ao que é oferecido sob a forma de produtos e serviços diferenciados geram oportunidades que contemplam tanto a expectativa desses visitantes quanto a valorização da cultura nacional, em conformidade com o MinC.

Como a valorização e divulgação da cultura brasileira ocupam um relevante papel na pauta de discussões que envolvem os investimentos no megaevento esportivos de 2014, é coerente que as praças públicas e os parques das cidades envolvidas sejam aproveitados para dar visibilidade a atrações nacionais. Assim, para o empreendedor de pequenos negócios do segmento, os editais públicos e privados destinados à seleção de projetos voltados para a área da cultura aparecem como especial oportunidade.

Em se tratando da oportunidade de produzir algo que possa ser comercializado na esteira da brasilidade em alta, cabe refletir a respeito da movimentação cada vez maior de pessoas no país, ou seja, nas oportunidades trazidas pelo setor de turismo. Praia, futebol e samba são os termos mais pronunciados pelos turistas estrangeiros em visita ao Brasil. Assim sendo, uma escola de dança pode perfeitamente atender à demanda pelo samba de forma diferenciada.

Pois, para além de assistir a shows desse ritmo, o que é bastante comum, a venda/distribuição de DVD com vídeos didáticos de samba, desde os primeiros passos aos mais avançados pode ser atraente para muitos visitantes. Com soluções como essa, o turista levará um pouquinho do Brasil e também a sua marca.

Construindo outro cenário, como um workshop gratuito sobre as danças nacionais e regionais, reflita sobre a possibilidade de atingir, também, a demanda do turista nacional explorando, através de DVD didáticos, os demais ritmos típicos do Brasil, como forró, axé, frevo, maracatu, boi bumbá, fandango, etc. Considere essa é uma forma diferenciada de aproveitar o espírito de brasilidade da Copa do Mundo da FIFA 2014.

Segundo a equipe do Ministério da Cultura, em 2013 as cidades-sede terão apoio para a formulação das agendas culturais que acontecerão durante a Copa do Mundo e a Copa das Confederações. Já para 2014, o MinC desenvolverá editais de conteúdo para as cidades que receberão os jogos. A programação será dividida em quatro pilares:

  • Brasil Audiovisual,
  • Brasil Criativo,
  • Brasil Diverso e
  • Brasil das Artes.

De acordo com o MinC, o trabalho cultural deve ser pensando além do centro das cidades-sede para chegar também às periferias, de forma a vislumbrar o cenário cultural do país nos próximos anos. Nesse sentido, a circulação da produção brasileira pelas cinco regiões do país é outro ponto a ser trabalhado na agenda de cultura para a Copa.

Para orientar empreendedores que estejam atentos a esse ambiente de negócios e que queiram investir no segmento, o Sebrae elaborou a publicação Ideias de Negócios Como Montar uma Escola de Dança de salão. O material reúne informações sobre mercado, canais de comercialização, estrutura, localização, equipamentos, tecnologia, pessoal, custos, capital de giro, fontes de recursos, planejamento financeiro e dicas de especialistas

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga