CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Conceito de Design Hostel atrai novo mercado consumidor

Quando se fala em albergue, a imagem que vem em mente é um lugar com quartos apertados, cheios de camas do tipo beliche, invariavelmente bagunçados e cheios de estudantes querendo conhecer pessoas de todos os lugares do mundo. Em outras palavras, acomodações coletivas de baixo custo, destinadas a estudantes e viajantes. Ocorre que este este tradicional conceito de albergue, também conhecido como Pousada da Juventude ou Hostel, está mudando. E essa mudança acompanha uma tendência mundial de valorização do design dos espaços, com ambientes bem decorados, elementos gráficos e obras de arte. Somado a isso também há a mudança de perfil ...

Ler mais ou responder

Embalagens Sustentáveis: tecnologia a serviço do consumidor. Por Weniston Ricardo de Andrade Abreu Nesta época natalina a troca de presentes é um costume em nossa sociedade. Buscamos presentear nossos familiares, amigos, colegas de trabalho como uma forma de demonstrar carinho e apreço. Uma parte integrante dos presentes que recebemos são as embalagens; mesmo aquelas muito bonitas e chamativas, via de regra, não são tão valorizadas e logo são descartadas. As embalagens possuem vários tipos de aplicações: servem para a armazenagem, transporte, exposição em gôndolas e também como elemento de marketing, valorizando características e informações sobre o produto. Agregar todas essas funcionalidades em um mesmo tipo de embalagem, contribuindo ainda para aumentar o tempo de vida útil do produto e a redução de perdas, ...

Ler mais ou responder
Negócios sobre rodas

Visitei o 27º Salão do Automóvel de São Paulo e, em meio aos lançamentos dos novos veículos pelas principais marcas do mercado automobilístico brasileiro e mundial, algo muito interessante me chamou a atenção: os negócios sobre rodas. Não é novidade para ninguém que muitos tipos de negócios dependem de um veículo para a sua operação, seja porque necessitam dele para a entrega de produtos, seja porque ele é parte integrante do negócio, como por exemplo uma empresa de turismo receptivo. Agora, imagine uma agência de turismo, um salão de beleza, uma clínica de estética ou uma loja de roupas funcionando dentro de um carro. À ...

Ler mais ou responder
A nova consumidora modifica o mercado de beleza e estética

[caption id="attachment_18599" align="alignright" width="368"] A mulher moderna valoriza inovações e novidades e está antenada e conectada às tendências da moda, beleza e estética[/caption] Nos últimos anos, é notório o aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho. Segundo dados do IBGE, a análise por grupos etários mostrou que, em 2011, cerca de 63,9% das mulheres ocupadas tinham entre 25 e 49 anos de idade. O crescimento do número de mulheres com carteira assinada somado ao aumento do poder aquisitivo das classes C e D provocou uma sofisticação no mercado de beleza e estética, no qual as ofertas de produtos foram ampliadas e a diferenciação dos produtos passou a ser elemento de ...

Ler mais ou responder
O poder de compra alavanca a Economia Verde

[caption id="attachment_18372" align="alignright" width="251" caption="Setores público e privado compram cada vez mais produtos e serviços sustentáveis"][/caption] Atualmente, há no mercado brasileiro várias iniciativas em andamento, tanto na área pública como na privada, com a preocupação genuína de aplicar/utilizar conceitos de sustentabilidade. Muitas destas ações são uma consequência do poder de compra dos governos e também das grandes empresas privadas, que passaram a exigir dos fornecedores de sua cadeia de suprimentos requisitos de sustentabilidade em seus processos, no produto e na gestão. Por exemplo, utilizando-se do seu poder de compra o Estado promove a sustentabilidade. O Governo Brasileiro gasta 15% do Produto Interno Bruto (PIB) anual com a aquisição ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_17634" align="alignright" width="190" caption="Sua empresa está pronta para acessar a novos mercados?"][/caption] O título deste texto seria fácil de responder se a pergunta fosse: compras governamentais e mercados internacionais, o que eles NÃO têm em comum? O leitor certamente responderia que o mercado de compras governamentais destina-se a fornecer para compradores no mercado interno do país, enquanto o mercado internacional destina-se a fornecer para compradores de outros países. Esta distinção básica parece muito óbvia, mas o que a princípio parece não ser tão óbvio e não ter nenhuma relação é um dos fatores mais relevantes para o sucesso das microempresas no acesso a esses mercados: a maturidade empresarial. Por maturidade empresarial entende-se ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_2100" align="alignright" width="200" caption="Venda para o governo: produtores rurais podem fornecer alimentos para as escolas públicas"][/caption] Nos últimos anos, o Governo Federal passou a comprar cada vez mais produtos e serviços de micro e pequenas empresas (MPE). Entre os anos 2002 (44%) e 2011 (73%), as compras governamentais feitas pela Administração Pública Direta, Autárquica e Fundacional de pequenos negócios apresentaram uma taxa de crescimento na ordem de 65 pontos percentuais. Em relação ao valor de compra, percebe-se um potencial de mercado ainda a ser explorado, visto que embora a taxa de crescimento tenha se elevado aproximadamente 75 pontos percentuais entre 2002 e 2011, a participação no valor de compra foi ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_1866" align="alignleft" width="276" caption="Regime especial de tributação de insumos usados na produção de mercadoria para exportação significa competitividade para a empresa"][/caption] Imagine se existisse um mecanismo que permitisse a redução de até 71,6% sobre o custo do valor de uma operação de importação de insumos. Imagine o que este benefício significaria, em termos de competitividade, para a empresa. O mecanismo existe e está ao alcance do empresário em poucos cliques! É o Drawback, regime especial de tributação dos insumos necessários para a produção de mercadoria a ser exportada. Este artifício melhora a competitividade do produto brasileiro. O sistema foi criado em 1966 e sua evolução chegou ao modelo atual chamado de ...

Ler mais ou responder

Imagine um mercado com valor de compra de R$ 27,5 bilhões. Este foi o gasto do Governo Federal em compras feitas de micro e pequenas empresas nos 1º, 2º e 3º trimestres de 2011. A tabela a seguir apresenta a evolução e a participação da MPE no volume total de compras do Governo Federal. Fonte: SIASG/Comprasnet Em 2010, a participação da MPE foi de 27,8% no volume total de compras do governo federal, ou seja, dos R$ 57,3 bilhões gastos em compras pelo Governo Federal cerca de R$ 15,9 bilhões foram feitas de MPEs. Para se ter uma ideia do crescimento deste mercado, em 2002, quando a Lei Geral da Micro ...

Ler mais ou responder

Os Arranjos Produtivos Locais (APL) – tradução brasileira para o conceito de Clusters –constituem-se em concentrações geográficas de empresas de setores afins, interconectadas, provedores de serviços especializados (Bancos, Agência de Desenvolvimento) e instituições de apoio que competem mas que também cooperam entre si. Entre as vantagens de pertencer a um APL destacam-se: - Organização da produção; - Acúmulo de conhecimento contextual sobre o setor; - Formação de recursos humanos especializados; - Acesso facilitado a serviços de crédito e financiamento; - Melhoria de produtividade e competitividade; - Acesso a mercados e ampliação de negócios; - Compartilhamento de recursos e de capacidade produtiva. Segundo dados do Grupo de Trabalho de Arranjos Produtivos Locais (GTPAPL) do Ministério do ...

Ler mais ou responder