CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Piscicultura em alta no Brasil

Piscicultura em alta no Brasil

078

O consumo de peixe está em alta no mundo inteiro e cada vez mais procurado pela população, em todas as faixas de renda. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo anual de pescado de pelo menos 12 quilos por habitante/ano, número acima da média dos brasileiros, que é cerca de 9,75 quilos por habitante/ano.
Nunca se teve uma demanda tão alta por produtos saudáveis e ao mesmo tempo nutritivos. Os peixes participam dessa tendência, pois reúnem características nutricionais importantes, como: são altamente digestíveis, devido a sua composição proteica; são ricos em ácidos graxos poli-insaturados, principalmente ômegas 3 e 6; são importante fontes de vitaminas e minerais.

Nesse sentido, destaca-se a importância da aproximação entre o setor produtivo e os mercados potenciais com essas características. A cada dia, observa-se um incremento da participação no consumo doméstico e ampliam-se as ofertas deste produto nos mercados varejistas.

Dicas do negócio

O Brasil é um país com um enorme potencial para o desenvolvimento da piscicultura, pois possui condições ambientais favoráveis, com grande disponibilidade de água; abriga 12% de água doce do mundo e 5,5 milhões de hectares de águas propícias ao desenvolvimento da piscicultura, distribuídas entre reservatórios, rios e barragens; além de desfrutar de um clima favorável.

O mercado consumidor de pescados vem crescendo a cada ano, elevando o consumo per capita dos brasileiros por pescados de 6,6 kg em 2005 para 9,5 kg em 2010, apesar de ainda ser considerado abaixo da média mundial que é de 18 kg. Os pescados são muito apreciados pelo setor gastronômico especializado, proporcionando pratos requintados, principalmente por meio da exploração de características regionais. Também neste segmento, destaca-se a culinária japonesa, que vem se estabelecendo nas principais capitais brasileiras. Associa-se a isto o  incremento do fluxo turístico com os grandes eventos.

Devido a esses fatores, a piscicultura é uma atividade com elevada taxa de crescimento anual e representa uma excelente oportunidade do agronegócio para os pequenos empreendedores.

Somado a isso, eventos com repercussão mundial, como é o caso da Copa do Mundo da FIFA 2014, podem proporcionar novas oportunidades de negócios para a piscicultura, destacando-se o setor gastronômico e o turismo, os quais favorecem o consumo de peixes e principalmente a divulgação dos produtos locais, como é o caso das espécies nativas, além de gerarem oportunidade de negócios de investimentos e exportação.

 

Para saber mais sobre este setor em franca expansão, acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/Busca?q=Aquicultura%20e%20Pesca

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae