CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Pesquisa revela bancos que mais atendem os empreendedores individuais

CabeleireiroA pesquisa Perfil do Microempreendedor Individual 2013, realizada pelo Sebrae Nacional, apresenta uma série de dados relevantes para compreender o universo do microempreendedor brasileiro.

Escolaridade, classe social, localização do negócio e impactos da formalização são alguns dos dados apresentados pelo estudo que permitem analisar o perfil dos mais de três milhões de microempreendedores individuais existentes no Brasil até agosto de 2013.

Alguns dos dados mais interessantes são os que revelam a relação entre essa categoria de empreendedores e o acesso a crédito. Entre 2012 e 2013 saltou de 5,2% para 12,5% o percentual daqueles que efetivamente buscaram empréstimos após se formalizarem e conseguiram.

Instituições mais procuradas
A instituição financeira mais citada no levantamento foi a Caixa Econômica Federal, onde 34,5% dos microempreendedores buscaram empréstimo. O Banco do Brasil foi procurado por 26,8% deles, o Bradesco por 8,6%, o Itaú/Unibanco por 6,8%, o “Banco do Povo” – nome fantasia para diversos programas estaduais de microcrédito – por outros 6,4%, o Banco Santander por 5,8%, o Banco do Nordeste por 5,6%; 17,6% buscaram empréstimos em outras fontes.

Fazendo uma análise quanto à natureza da fonte de empréstimo que o microempreendedor buscou, foi possível dividi-las em seis categorias:

  • instituições públicas;
  • instituições privadas;
  • cooperativas de crédito;
  • fontes particulares e outros (abrange amigos, familiares, agiota, etc);
  • banco do povo;
  • organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIP).

De todos os microempreendedores individuais que buscaram empréstimo para sua empresa, 68,8% foram às instituições financeiras públicas; 22,4% para instituições privadas; 10% buscaram em fontes particulares e diversas; 6,4% banco do povo; 2,30% cooperativas e 2,2% OSCIP.

Sucesso na obtenção do empréstimo
Ao cruzar os dados dos microempreendedores que buscaram empréstimos e conseguiram e os que buscaram empréstimos e não conseguiram com as instituições com as quais negociaram foi possível identificar quais instituições têm o maior percentual de aprovação de empréstimos.

Enquanto que em nível geral 46,6% dos que buscaram empréstimos conseguiram, no Sicoob e Cooperativa de Crédito este percentual sobe para 66,7% e no Banco Santander é de 65,8%, sendo estes as três instituições com maior percentual de aprovação de empréstimos.

Por outro lado, agiotas (0,0%), Itaú/Unibanco (22,1%) e Banco da Amazônica (33,0%), são aquelas instituições com menor percentual de sucesso nos empréstimos.

Já entre as três instituições mais procuradas para obtenção de empréstimos, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Bradesco, tiveram como taxa de sucesso, respectivamente, 47,6%, 41,1% e 54,2%.

Para saber mais, acesse a íntegra da pesquisa.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae