Quero abrir CNPJ Para distribuir Hortifrutigranjeiro direto do produtor, como faço?

I> Denunciar
Pergunta

Por favor explique as razões pelas quais esse conteúdo merece ser revisto pela moderação do site.

I> Denunciar
Cancelar

Boa tarde!!!
Estou querendo abrir um negocio de hortifrutigranjeiro mas apenas no atacado, onde eu pego todo dia direto do produtor e apenas entrego no mercado, mercearia, lanchonete etc.. como posso abrir um CNPJ assim ?
vou ter apenas o ponto fixo como escritório para receber clientes, documentos e tudo que for referente a empresa…

desde já grato pela atenção ..

att. Dênis

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!
respondida 0
, Dênis Abel Bortoli 4 semanas 2 Respostas 65 visualizações Novo na comunidade 0

Respostas ( 2 )

  1. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar
    Essa resposta é editada.

    Bom dia, Dênis!

    Em complemento, procedo aos seguintes comentários quanto a sua solicitação por informações:

    Hoje em dia, o setor alimentício é uma das áreas mais promissoras para quem deseja abrir um empreendimento. Segundo a Aphortesp (Associação dos Produtores e Distribuidores de Hortifrútis do Estado de São Paulo), o setor registra um crescimento médio de 60% ao ano. Por isso, cada vez mais empreendedores estão procurando saber como montar uma quitanda, pois além de ser um negócio que pode ser aberto com pouco investimento, ele pode gerar excelentes lucros.

    Veja algumas questões importantes:

    É lucrativo ter distribuidora de frutas e verduras?

    A grande maioria dos empreendedores, antes de pensar em abrir um negócio do gênero, quer saber qual a margem de lucro de hortifruti. A verdade é que esse tipo de empreendimento apresenta uma margem de lucro que pode variar bastante, pois o faturamento líquido que o empreendedor terá ao investir em um hortifrúti vai depender de vários fatores. Desde o tipo de produto que você está comercializando, até a estação do ano.

    Produtos orgânicos e livres de qualquer agrotóxico, por exemplo, tendem a apresentar uma margem de lucro menor. Apesar de ser uma opção cada vez mais procurada pelo consumidor, seu alto custo de mercado, muitas vezes inviabiliza a compra, tornando a opção menos lucrativa para o empreendedor. Para alimentos fora de época podem ter uma margem de lucro maior e, em alguns casos específicos, você pode aumentar os preços, justamente por conta da dificuldade de encontrar itens de outra estação.

    Como montar um hortifruti com pouco dinheiro

    Muitas vezes, o empreendedor que está começando agora a montar o seu negócio, não dispõe de muito capital para investir. Sendo assim, boa parte deles procura saber como abrir um hortifrúti, mesmo com pouco dinheiro:

    Planejamento e estudo de mercado

    Se você quer saber como montar um hortifruti na sua região, a primeira coisa é fazer um bom estudo de mercado local. Através dele, será possível descobrir tudo que for necessário para o seu planejamento.

    Desde a quantidade de concorrentes, até os tipos de serviços adicionais que é possível oferecer, como delivery. Com essas informações em mãos, você poderá avaliar o investimento necessário para abrir o seu negócio, bem como quais equipamentos, móveis e itens que é necessário providenciar.

    Escolha de um ponto de venda barato

    A segunda dica sobre como montar um hortifruti mesmo com pouco capital para investir é escolher um bom ponto de venda. O seu hortifrúti precisa estar bem localizado e também deve ter espaço suficiente para os móveis e equipamentos para hortifruti. Lembre-se que você precisa embalar muitas frutas, além de ter que expô-las em um ambiente agradável e que seja favorável a conservação dos alimentos que você vende. Logo, o local precisa ter espaço suficiente para comportar tudo isso, e ainda permitir que os clientes transitem sem qualquer problema.

    Hoje em dia existem muitos espaços que você pode usar para montar seu hortifrúti sem precisar pagar muito pela locação. Mas, para encontrar um espaço que reúna essas características, você deve fazer uma boa e minuciosa pesquisa.

    Escolha dos fornecedores certos

    Não importa se você vai vender verduras de porta em porta, criar um delivery de alimentos orgânicos, ou realmente colocar um hortifruti em um supermercado, escolher os fornecedores certos é fundamental. Isso porque, são eles que vão fornecer os produtos que você vai vender. É necessário avaliar não apenas os preços, mas a qualidade dos alimentos, variedade e até mesmo se eles estão dentro das demandas dos clientes.

    Software de gestão

    E mais um item importante em como vender frutas embaladas ou in natura, é ter um software de gestão, pois um dos maiores erros que as pessoas cometem na hora de saber como montar um hortifruti é não ter esse tipo de controle sobre o negócio. Sem essa ferramenta,  você não pode ter dificuldades para saber se realmente o empreendimento está dando lucro, quais os itens mais vendidos, quais as contas a vencer entre outras informações pertinentes.

    Como divulgar um hortifruti?

    A divulgação é a alma de qualquer negócio. É através de estratégias de marketing que será possível atrair mais clientes e fomentar os seus resultados. Confira abaixo algumas delas:

    Tenha uma fan page ou um Instagram do seu negócio

    Muita gente acha que redes sociais para pequenos e médios negócios não fazem a diferença. Mas essas pessoas estão enganadas! Esse tipo de plataforma pode trazer resultados para todos os tipos de empreendimentos. Isso porque, as redes sociais conseguem ampliar drasticamente o alcance do negócio.

    Com boas fotos de frutas e verduras, bem como mensagens atrativas, você pode melhorar e muito o movimento do seu estabelecimento e, assim, saberá como montar um hotifruti e divulgá-lo bem na web.

    Promova eventos de degustação

    Sem sombra de dúvidas essa é uma das melhores formas de promover o seu empreendimento. A grande maioria dos consumidores adora degustar alimentos. Promover degustações vai atrair uma boa quantidade de pessoas. Importnate que nesse momento sejam mostradas ofertas diferenciadas e os serviços únicos do seu negócio.

     Flyers

    Os flyers também continuam sendo uma excelente forma de promover negócios na hora de saber como montar um hortifruti. Eles têm um alcance mais local, mas mesmo assim podem gerar excelentes resultados para o seu negócio.

     Blog de nicho

    Ter um blog de nicho também é uma boa alternativa para promover o seu negócio. Tenha em mente que os consumidores sempre estão em busca de informações que possam ajudá-los nas compras. Ao produzir conteúdo sobre uma alimentação saudável, por exemplo, você mostrará aos seus consumidores tudo o que eles precisam saber sobre frutas e verduras. Consequente, o seu negócio será promovido, razão pela qual não deixe de investir nessa abordagem do marketing digital; além de promover o seu negócio, também será possível fortalecer a sua marca.

    Veja também:

     

    Por fim, sugiro que busque os aconselhamentos de um profissional da contabilidade, o qual poderá lhe orientar como formalizar corretamente o seu negócio, escolhendo o modelo de pessoa jurídica mais viável para você.

     

     

  2. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar

    Abri um negócio próprio requer busca de informações necessárias para análise e decisão para implantar, e faz-se necessário a elaboração de um bom plano de negócio. O qual permitirá analisar pontos fundamentais para sua implantação, e busca do sucesso desejado com este negócio, vejamos alguns pontos do planejamento.

    Definição do negócio – escolha do produto ou serviço a ser executado, fundamentalmente pesquisar como esta atividade funciona, se você se identifica com este produto/serviço, gostar de fazer, se tem perfil.

    Pesquisar – pesquisa e organização informações do mercado que ira atuar, na sua cidade/região, tais como: localização, concorrentes, fornecedores, investimento e capital necessário para investir, capital próprio ou de terceiros “bancos”, marketing, custo de manutenção, capital de giro, clientes e volumes de clientes, retorno do investimento.

    Estes pontos e outros necessários, são elementos para montagem do plano de negócio, o qual terá também escolha e definição que tipo de empresa será aberta, como exemplo: Sociedade Ltda, EIRELI, Empresário Individual ou Microempreendedor Individual. Órgãos envolvidos no processo de abertura de sua empresa, custo/taxas para abertura, tempo hábil e documentos necessários.

    Busque uma capacitação, cartilhas, guias de informações, e outros para que tenha informações/roteiro para elaboração de um plano de negócio, e analise a viabilidade ou não de seu negócio.

    A sistemática de abertura de empresa ocorre de forma sincronizada, ou seja, registro nos diversos órgãos que a empresa deverá ter seu registro, como exemplo e de forma órgão a órgão: Junta Comercial, Receita Federal do Brasil, Secretária de Estado da Fazenda, Secretaria Municipal de Fazenda, Vigilância Sanitária, Bombeiros e entidade de classe, sendo que os três últimos são de acordo com tipo de atividade.

    O Alvará de funcionamento para as empresas na condição de Microempreendedor Individual – MEI, inicialmente é Certificado de Microempreendedor Individual é considerado também como um alvará provisório com validade de 180 (cento e oitenta) dias. Devendo o proprietário solicitar o definitivo dentro deste prazo. Com o advento da Lei de Liberdade Econômica, as empresas com atividade de baixo risco, estão desobrigadas de ter o Alvará de funcionamento. Para tanto deverá ver com a prefeitura de seu Município quais são as atividades consideradas de baixo risco, e verificar se a sua está na relação, para que goze deste benefício.

Deixe uma resposta