Por que ainda consta: Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RPPS?

Pergunta

Fui exonerado de um emprego público (concursado), de onde fiquei sem receber salário desde julho de 2019, por estar sendo assediado moralmente, cujo decreto de exoneação (demissão) foi publicado na internet, em 06 de fevereiro de 2020, mas no meu cadastro Auxílio Emergencial, consta:
. Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RPPS;
. Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RAIS.

OBS: Antes do último emprego, objeto da exoneração referida, eu exercia um outro cargo público, NÃO ACUMULÁVEL, que ficou em VACÂNCIA, via decreto, por ter sido aprovado em outro concurso público. Portanto sem perceber nenhum salário.
O que devo fazer, se não recebo nenhum tipo de auxílio e não tenho nenhuma renda neste momento?

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!
respondida 19
, Emanuel 7 meses 107 Respostas 2471 visualizações Boas respostas 56

Respostas ( 107 )

  1. Meu auxílio foi negado pelo mesmo motivo.

    **Cidadão com emprego formal – Vinculo ao RPPS e RAIS.

    Estou exonerada desde de Junho/2019.

    E outra nunca fui concursada !

    O app não me da acesso para contestar ou fazer uma nova avaliação.

    • O meu a mesma coisa ….Somos obrigados a aceitar um erro que não é nosso?

    • Essa resposta é editada.

      Li muitos comentários de pessoas que tiveram o auxílio negado por constar emprego formal, quando na verdade a pessoa está desempregada. Registrem uma reclamação no SIC https://esic.cgu.gov.br/sistema/Pedido/DetalhePedido.aspx?id=ERl1+siMqFE=

       

      vocês devem escolher qual órgão irão fazer a reclamação , então coloquem DATAPREV, se eles fizeram a análise dos dados e constou isso, só eles podem refazer. Outra coisa, antes disso, procurem o ministério do trabalho e INSS para remover essa observação que constam empregados, minha tia encontrou duas empresas ligadas a carteira dela, uma ela nunca nem trabalhou e a outra foi em 2001, ela conseguiu resolver.

    • Essa resposta é editada.

      Prezados amigos,

      Sou advogada e estou entrando com uma ação exatamente por este motivo!

      Minha cliente teve o vínculo findado ano passado, em julho, porém, em que pese tenham lhe entregado a carta de rescisão, não foi dado baixa no seu vínculo de emprego perante a RAIS.

      Entrei com uma ação contra seu ex empregador, e também contra o Governo, pedindo tutela de urgência para que o juiz libere o quanto antes a primeira parcela do benefício.

      Para entrar com a ação, eu juntei:

      -Fotos da Carteira de Trabalho (primeiras páginas onde constam os dados e também das últimas anotações, para comprovar o desemprego);
      -Um comprovante de endereço;
      -Print do indeferimento do benefício que exponha os motivos;
      -Print da consulta no site da RAIS;
      -Certidão Negativa ou Declaração da CAMARA DE VEREADORES, se for o caso de um dos motivos ser mandato eletivo;
      -Extrato previdenciário – Site do INSS;
      -Se for chefe de família, certidão de nascimento do(s) filho(s).

      Pedi também danos morais pelo ocorrido.

      Cobro percentual no final sobre os DANOS MORAIS, se recebidos (20%), e R$ 150 para ingressar com a ação, sendo que este valor é descontado desses 20% no final caso a pessoa venha receber danos morais.

      Se alguém tiver interesse entre em contato.

      Att.

      Fernanda

      (51) 989557533

      fernandapedron.adv@gmail.com

      Instagram: @meudireitonapratica

      • Olá, Fernanda!

        Estou pesquisando sobre isso também, pois ocorreu o mesmo erro para o cadastra de uma familiar, e quero compartilhar uma informação importante.

        Creio que o problema não seja com o empregador. Ao que pesquisei, a Rais é uma declaração anual que todas as empresas precisam fazer para informar ao governo federal a movimentação dos seus colaboradores. O funcionamento é nos mesmos moldes do Imposto de Renda, em que há um prazo anual para enviar a declaração referente ao ano-base anterior. A declaração referente aos desligamentos realizados em 2019 teve como limite o dia 17/04/2020 para envio. O empregador da minha familiar nos enviou uma comprovação de que eles fizeram a declaração dentro das normas e do prazo.

        O problema está na Rais, que ainda não processou todas as declarações realizadas neste ano de 2020. Ou seja, a informação sobre “Data de desligamento” referentes às alterações que ocorreram em 2019 ainda estão em um “limbo” de processamento e eles não têm nenhum prazo para validar e atualizar no sistema Rais.

        Ao meu ver a solução para esse problema deveria vir do governo federal, que deveria utilizar outro mecanismo para identificar o fim de vínculos empregatícios que não seja a Rais, já que esse sistema não tem as informações atualizadas nesse momento emergencial.

        • Foi essa a informação que obtive da prefeitura onde trabalhava. E agora? O que fazer?

          • Pois é, Miranice. A minha familiar é ex-funcionária da secretaria municipal de saúde da cidade dela.

            Ainda não encontramos uma solução, mas se encontrarmos, volto aqui pra compartilhar.

        • Olá!

          Isso mesmo!

          Ocorre que a RAIS referente a 2019 deveria ter sido entregue até 17.04.

           

          Talvez a base de dados do governo esteja desatualizada.

          • Oi, Fernanda!

            Pois é, mas o conteúdo da entrega não é processada de imediato. É como o imposto de renda. Quando a gente declara, demora meses para que a Receita faça a validação e confirme se os dados declarados estão corretos. O mesmo acontece com a Rais. Eles receberam, mas ainda não processaram. Ao ligar lá, eles não dão nem previsão de quando vão atualizar. 🙁

        • No meu caso eu sai do antigo trabalho na prefeitura em dez de 2018, e o meu caso tbm deu como confirmado, e diz que foi

          Entregue 29/03/2019

          eu já deveria ter sido desvinculado do antigo trabalho, ou não?? mas ainda consta ai fiquei sem o auxilio por esse motivo

           

      • Aconteceu comigo o mesmo infortúnio. Fui servidor público estadual até janeiro de 2019, ou seja, estou há 1 ano e 4 meses desempregado e tive o auxílio emergencial negado, pois aparece cidadão com emprego formal vinculado ao RPPS e ao RAIS.

    • Essa resposta é editada.

      Estou com o mesmo problema ,

      Cidadão com emprego formal

      Vinculado ao rais

      Vinculado ao rpps

      Porem Fui desligado das forças armadas em dezembro

      Meu auxílio foi negado ,

      Não tenho a opção de contestar,

      Preciso muito desse auxílio

    • Meu auxilio emergencial, foi negado pelo mesmo motivo, trabalhei como contrato administrativo ate abril de 2019 ou seja , fez um ano de desligamento. e hoje estou desempregada e não conseguir o auxilio pq diz que estou com emprego formal, vinculado a RAIS E RPPS.  È humilhante, essa situação!!

    • iagora”’

       

    • Também estou nessa: auxílio negado por rais, sendo que exonerei em fevereiro de 2019. Já fiz denuncia no ministério público, entrei em contato com DPU, Rh da prefeitura e ninguém resolve isso. Não é justo sermos prejudicados por causa de um erro desses, quero meu direito!

    • Olá,

      Meu auxílio foi negado pelo mesmo motivo.

      **Cidadão com emprego formal – Vinculo ao RPPS e RAIS.

      Estou exonerado desde o dia 03/09/2019. Primeiro dia de férias!

      O app não me da acesso para contestar ou fazer uma nova avaliação.

      • Ola fernanda no meu caso o axilio emegecial foi negado falando qui tenho emprego formal e veiculado a RPPS e exerco um cargo eletivo nqui devo faze neste caso pois desconheco estas emformaçães sobre mim

        • Essa resposta é editada.

          No meu caso também foi negado e a mensagem que foi me enviada é: Cidadão com emprego formal vinculado ao RPPS Cidadão exerce mandato eletivo. Mas desconheço esta informação, sou MEI, trabalho de forma autônoma tem 5 anos. Tentei contestar esta informação mas não tem esta opção, não consta opção para editar também, solicitei informação junto a caixa mas não obtive respostas.

          • Meu auxílio foi negado por motivos “cidadão com emprego formal “,como se fui demitida da empresa que estava dia 06/04/2020, essa análise deles é um lixo, porque conheço pessoas que não precisa e tem renda acima do termo e já vai receber a segunda parcela do auxílio e várias pessoas como eu que precisam mãe solteira e desemprega  está sendo negado, é  um absurdo isdo que tipo de análise é  essa!!!!

    • Bom dia!!

      CASO TENHAM DÚVIDAS, fiz uma apostila explicando os possíveis erros que vcs apontaram aqui!

      Ao final tem os links dos sites (clicar na imagens)  para corrigir as informações!

      Auxiliei uma moça que constava mandado eletivo, mas ela não tinha vencido as eleições em 2018. mas como ela não tem o que comer, não pode esperar a atualização dos dados e já instrui ela a pedida certidão do TRE, vou fazer a ação judicial para ela receber.

      Fiquem atentos e guardem as provas de tentativa de retificação dos dados.
      caso não consigam a solução pode ser na via judicial.

      sou advogada e posso ajudar caso seja necessário entra com uma ação para concessão do auxílio!

      meu contato de WhatsApp é 53 984331920  caso não consigam corrigir as informações, podem ser corrigidas com Habeas Data ou uma ação para pedir o auxilio!

      Pode entrar em contato que ajudo!

       

    • Estou com o mesmo problema. Como resolver? Ja entrei em contato com o orgão em que trabalhei e o mesmo me disse que não estou cadastrado em seu banco de dados. Uma vez que fui exonerado em 07.2019

    • Boa noite, sou advogada e consegui a liberação pela via judicial para alguns clientes na mesma situação. Caso tenha interesse pode me contactar. Meu e-mail é ellenfmeza@hotmail.com, telefone (22)999920002. Estou a disposição.

    • Estou nesse empasse também aff.

    • eu estou no mesmo barco o que vamos fazer???

    • Alguem conseguiu resolver a questao de vinculo com rpps?fui exonerada em marco de 2018,minha saida consta na Rais 2019,mas está vinculo com rpps

  2. Estou na mesma situação e desesperada como vcs!

    Após tentar de tudo: Rais, email para todos os lugares, documentos comprobatórios de meu antigo RH, desde sexta (24) nessa luta e sem respostas…

    Encaminhei reclamação ao reclameaqui mas já verifiquei que a dataprev não responde tbm.

    Cheguei até a mandar direct pro datena e tralli 🤦🏾‍♀️

     

    Não quero pagar advogado, já não é muito o que queremos por direito e ainda ter que dar 20% pra advogado é muita humilhação.

    Se eu tiver alguma saída falo pra vcs e espero o mesmo.

    Vamos nos ajudar, estamos todos no mesmo barco…

    • Oi tatiana; aqui e a tatiana também, meu auxilio foi negado também; acusa que estou vinculado ao raiz; já sai desde de 2018;mana acho essa sua idéia boa de denunciar aos meus de comunicação;só não sei como.A globo seria ótimo. ..como proceder

  3. Eu também estou com esse problema, enviei reclamação no ministério público, na ouvidoria da caixa, segunda vou ao ministério do trabalho da minha cidade, e se precisar entro com uma ação, para requerer o meu benefício, as empresas cometeram um erro gravíssimo.

  4. Bom dia, estou na mesma situação, de mãos atadas, na mão de um sistema falho que não atualiza os dados e não nos da opção de recorrer.

  5. Também estou na mesma situação, na hora que vejo o RAIS, realmente só tem a data da admissão, mas quando tiro o meu extrato previdenciario já consta admissão e demissão, vou na Caixa amanhã, não sei o que vou conseguir,  mas vou até o fim, pois além de precisar , temos direito! Estamos desempregados!

    • Li muitos comentários de pessoas que tiveram o auxílio negado por constar emprego formal, quando na verdade a pessoa está desempregada. Registrem uma reclamação no SIC https://esic.cgu.gov.br/sistema/Pedido/DetalhePedido.aspx?id=ERl1+siMqFE=

       

      vocês devem escolher qual órgão irão fazer a reclamação , então coloquem DATAPREV, se eles fizeram a análise dos dados e constou isso, só eles podem refazer. Outra coisa, antes disso, procurem o ministério do trabalho e INSS para remover essa observação que constam empregados, minha tia encontrou duas empresas ligadas a carteira dela, uma ela nunca nem trabalhou e a outra foi em 2001, ela conseguiu resolver, tem desvincular totalmente.

  6. Boa tarde!

    Não tenho elemento aqui para ajudá-lo. Sugiro verificar se não foi dado um prazo para que você ainda permança vinculado ao regime próprio. Busque informações no setor de recursos humanos do órgão em que trabalhou para pedir informações sobre a desvinculação definitiva.

    • O meu auxilio emegecial foi negado por motivo qui desconheco falaram qui tenho emprego venculada a RPPS e exerco um cargo eletivo

    • Obrigado, Weverton, por sua resposta. Talvez seja isso, pois editei a minha pergunta e deixei mais detalhes da questão: Ainda devo manter VÍNCULO com o meu emprego anterior, onde, via procedimento legal, ficou vago até possível retorno (RECONDUÇÃO OU READIMISSÃO).

  7. Bom dia, pessoal!

    Esse é um problema recorrente pelo visto. Mas minha sugestão inicial é que NÃO ADIANTA IR A UMA AGÊNCIA DA CAIXA porque não é lá que o problema vai ser resolvido.

    Eu sugiro que vocês busquem informações junto ao RH dos respectivos empregos, nos quais aparecem como admitidos – mesmo já tendo saído de lá.

    Eu vou passar um link com o guia da RAIS. Não precisam ler tudo, apenas as páginas que lhe sejam úteis: http://www.rais.gov.br/sitio/rais_ftp/ManualRAIS2019.pdf

    Embora seja um vídeo de 2017, acho importante entender como é o procedimento de desligamento na RAIS, pois assim vocês terão base para fazer o questionamento.

    https://youtu.be/9sF868eSQFw

     

    Desejo sorte a todos!

  8. Olá,

    Meu auxílio foi negado pelo mesmo motivo.

    **Cidadão com emprego formal – Vinculo ao RPPS e RAIS.

    Estou exonerada desde o dia 21/10/2019.

    O app não me da acesso para contestar ou fazer uma nova avaliação.

    • Olá, Bruna Akemi! Boa tarde!

      Essa situação comum entre nós dois, não nos deixa outras opções de reavaliação e justificativa. E precisamos que o governo RECONSIDERE tais situações, pois estamos desempregados e sem renda, de modo que ficamos prejudicados.

    • Essa resposta é editada.

      Prezados amigos,

       

      Sou advogada e estou entrando com uma ação exatamente por este motivo!

      Minha cliente teve o vínculo findado ano passado, em julho, porém, em que pese tenham lhe entregado a carta de rescisão, não foi dado baixa no seu vínculo de emprego perante a RAIS.

      Entrei com uma ação contra seu ex empregador, e também contra o Governo, pedindo tutela de urgência para que o juiz libere o quanto antes a primeira parcela do benefício.

      Para entrar com a ação, eu juntei:

      -Fotos da Carteira de Trabalho (primeiras páginas onde constam os dados e também das últimas anotações, para comprovar o desemprego);
      -Um comprovante de endereço;
      -Print do indeferimento do benefício que exponha os motivos;
      -Print da consulta no site da RAIS;
      -Certidão Negativa ou Declaração da CAMARA DE VEREADORES, se for o caso de um dos motivos ser mandato eletivo;
      -Extrato previdenciário – Site do INSS;
      -Se for chefe de família, certidão de nascimento do(s) filho(s).

      Pedi também danos morais pelo ocorrido.

      Cobro percentual no final sobre os DANOS MORAIS, se recebidos (20%), e R$ 150 para ingressar com a ação, sendo que este valor é descontado desses 20% no final caso a pessoa venha receber danos morais.

      Se alguém tiver interesse entre em contato.

       

      Att.

      Fernanda

      (51) 989557533

      fernandapedron.adv@gmail.com

      Instagram: @meudireitonapratica

  9. Olá,  tem muitas pessoas com o mesmo problema,  vamos nos unir para ganhar força,  e juntos solucionar esse problema

    Acesse este link para entrar no meu grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/KdKOH7Z8MNBIYKyyRHMpSE

    Estamos tentando achar uma solução entre no grupo para maiores informações

  10. Boa tarde!

    Não tenho elementos aqui para responder objetivamente a sua pergunta. Em alguns casos, os servidores ficam ainda vinculados ao Regime Próprio por um tempo determinado. Sugiro que você entre em contato com o setor de pessoal do órgão em que trabalhava e solicite informações sobre o efetivo desligamento e como proceder para que esse vínculo não mais apareça nos registros.

     

  11. Tive esse problema e quero compartilhar o que descobri!!

    O meu foi negado, trabalhei por contrato em prefeitura até julho de 2019, hoje sou mei e tenho direito, a unica coisa que barrou meu auxilio foi o fato de a DataPrev estar usando banco de dados desatualizado, no caso o RAIS. Se você entrar no site http://www.rais.gov.br/sitio/consulta_trabalhador_identificacao.jsf

    Você preenche os dados e recebe as informações REFERENTES AO ANO-BASE DE 2018, ou seja, como no meu caso, em 2018 eu ainda estava empregado.

    Agora, os dados da minha saída que o ocorreu em Julho de 2019 não aparecem no site, porque?

    Porquê esses dados foram enviados pela minha antiga empresa agora em abril de 2020, eles estão errados? Não, o RAIS infelizmente funciona assim, os dados de 2019 são enviados até 17 de Abril de 2020. Fui até a prefeitura, e eles me deram os comprovantes e declarações que provam que ja fui desligado, a questão é: A quem eu entrego esses comprovantes? Com quem eu reclamo?

    Liguei para o ministério do trabalho, e a resposta foi de que os dados do RAIS estão sendo processados. Ok, mas quando vão atualizar, preciso resolver isso com urgência, preciso do auxilio, e muita gente também precisa, vamos ser prejudicados por causa de um sistema do governo desatualizado?

    As orientações até o momento são de abrir reclamações em vários lugares, pela internet, por telefone, chat, e-mail, Reclame aqui, Ministério público, DataPrev, Ouvidoria do ministério da cidadania, Redes sociais, etc

    existem vídeos, grupos de whatsapp e paginas tentando achar uma solução, vou deixar os links aqui.

    RECLAME AQUI – DATAPREV

    https://www.reclameaqui.com.br/empresa/dataprev-empresa-de-tecnologia-e-informacoes-da-previdencia-social/lista-reclamacoes/?busca=rpps&pagina=1

    ATUALIZAR DADOS DO INSS

    https://youtu.be/tN6akhwUFqw

    ATUALIZAÇÃO BANCO DE DADOS RAIS

    https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-alteracao-no-banco-de-dados-da-rais

    ATUALIZAÇÃO BANCO DE DADOS CAGED

    https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-alteracao-no-banco-de-dados-do-caged

  12. meu auxilio foi negado pois não sou funcionaio publico e não tenho emprego formal mas não sei como provar

  13. O meu também

    Motivo:

    • Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RPPS
    • Cidadão exerce mandato eletivo não estou trabalhando
  14. estou com o msm problema que vcs, fui exoneração em março de 2019 e tive meu pedido negado. É muita sacanagem com a gente. Como vamos fazer agr?

  15. https://chat.whatsapp.com/L1ftxyNumjM3ZBSi4Cket7

    Novo grupo para quem quiser tentar achar uma solução. O outro já se encontra lotado. Divulguem

  16. Pessoal,

    FUI À CAIXA E ME PEDIRAM PARA PROCURAR O SITE DO RAIS E O MINISTÉRIO DO TRABALHO. PROCUREI. AMBOS ME DISSERAM QUE DE FATO HÁ UM VINCULO DE MUITOS EMPREGADOS AO RAIS E ME DERAM ESSA RESPOSTA FORMAL VIA, EMAIL:
    ”Sua solicitação de serviço foi atendida com a seguinte solução:
    Sr.(a) usuário (a),

    Se foi efetuada uma pesquisa na Página da RAIS, opção Consulta Trabalhador, a informação é referente ao ano-base 2018.

    Se o senhor(a) foi desligado(a) em 2019, essa informação ainda não aparece na página.
    Ainda não há um prazo para a atualização da página, pois os arquivos RAIS 2019 ainda estão sendo processados.

    Qualquer duvida, por favor, acesse o site do Governo:  https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-auxilio-emergencial-de-r-600-covid-19,  opção Contato e registre sua reclamação.”

    OU SEJA, SIMPLESMENTE NÃO TEMOS SOLUÇÃO PARA NOSSO PROBLEMAAA!!! REGISTREI A RECLAMAÇÃO CONFORME ORIENTAÇÃO NO EMAIL, MAS DE NADA RESOLVERÁ TENHO CERTEZA!

  17. Estou na mesma situação. Servi durante 3 anos em uma Organização Militar…. Dei baixa no ano passado e não sou concursado… Preciso muito desse auxílio… O que faremos?

    Alguém sabe como podemos dar prosseguimento?

    • Li muitos comentários de pessoas que tiveram o auxílio negado por constar emprego formal, quando na verdade a pessoa está desempregada. Registrem uma reclamação no SIC https://esic.cgu.gov.br/sistema/Pedido/DetalhePedido.aspx?id=ERl1+siMqFE=

       

      vocês devem escolher qual órgão irão fazer a reclamação , então coloquem DATAPREV, se eles fizeram a análise dos dados e constou isso, só eles podem refazer. Outra coisa, antes disso, procurem o ministério do trabalho e INSS para remover essa observação que constam empregados, minha tia encontrou duas empresas ligadas a carteira dela, uma ela nunca nem trabalhou e a outra foi em 2001, ela conseguiu resolver. Tem que desvincular totalmente.

      • Essa resposta é editada.

        Olá, estou passando pela mesma situação. Mas eu era funcionária pública, e fui exonerada em novembro de 2019.

        Como sua tia entrou em contato com o INSS e o Ministério do Trabalho?

        Não tenho a opção de contestar a negativa do auxílio, e não encontro informação do que fazer em lugar nenhum.

        Att.

  18. estou na mesma situação e nao sei como fazer !! alguem para ajudar ?

  19. Bom dia estou na mesma situação que vcs! PORÉM ACABEI DE ENTRAR NO SITE DA RAIS E JA FOI PROCESSADA A RAIS 2019! AI DIGO CONTINUA NA MESMA POIS ACABEI DE ENTRAR NO APP DO AUXILIO NÃO DA PARA FAZER NOVO CADASTRO POIS JA CONSTA CPF CADASTRADO E CONSULTEI E CONTINUA COMO CIDADÃ FUNCIONARIA PÚBLICA,  ACREDITO EU QUE SE O APP NAO RODAR PARA ATUALIZAR OS DADOS CONTINUAREMOS NA MESMA SEM CONSEGUIR SOLICITAR.

  20. Em decorrência do surgimento da pandemia do Coronavírus – COVID 19, o governo disponibilizou um benefício destinado aos trabalhadores informais que necessitam de proteção emergencial neste período tão delicado. Porém, o Governo tem negado este benefício indevidamente para alguns brasileiros em decorrência de seus próprios dados estarem desatualizados ou até mesmo utilizando justificativas incoerentes. No respectivo aplicativo da Caixa não consta nenhuma opção para que se possa contestar o improvimento da solicitação realizada, apenas há instruções para realizarmos uma nova solicitação, mas como já é o previsto, provavelmente será negado novamente o pedido.

    Visando a efetivação deste direito disponível, é passível de ser analisado este pedido do auxilio emergencial que fora improvido baseado em informações desa, e então posteriormente pleitear em caráter de urgência a concessão deste direito.

    Para maiores informações:
    51) 9861-77045
    Dra. Cíntia Laux e Caroline Constance.
    E-mail: cconstance.juridico@hotmail.com

  21. Estou na mesma, já fiz reclamação, denúncia no ministério público, reclamação no fala.br, reclame aqui e nada. Ninguém resolve. Alguém já teve alguma resposta????? O meu está como emprego formal e eu estou desempregada desde o dia 05/02/2020, já consta no meu inss, na minha carteira de trabalho digital a rescisão do contrato. Não sei como que eles negaram.

    Alguém me ajudaaaa

  22. Liguem para 158 mte ministério trabalho e emprego lá podem te ajudar como proceder funciona de seg a sab 7hrs as 19hrs ou entre em contato com o rh de sua empresa

  23. Agora não sabemos o que fazer pq se resolver esse problema do rais…não tem como fazer uma nova solicitação do auxilio emergencial!

  24. O da minha mãe deu a mesma coisa… vinculado ao Rais. Consultei a solicitaçao do rais e esta constando que ela ta trabalhando sendo que ela esta desempregada. Consultem a data de desligamento de vcs talvez seja por isso

  25. Boa noite!

    Também estou passando pelo mesmo transtorno.
    Tive o auxílio negado pelo mesmo motivo, “cidadão com emprego formal” só que no meu caso nunca tive a carteira assinada. Não tenho nem ideia do que pode estar causando esse impedimento e os boletos continuam a acumular. Triste situação!

  26. Também estou com o mesmo problema, emprego formal vinculado ao Rpps, mas nunca trabalhei em órgão público, quero recorrer más não tem opção.  Preciso de resposta!

  27. fui  negadonCo auxílio idadãoconsta eu  com emprego formal vinculado ao RPPS Cidadão exerce mandato eletivo.Naoentendo sou MEI, trabalho de forma autônoma tem 6anos. Tive um trabalho no governo mas já estou  exonerado do trabalho no dia 10 de janeiro de 2020 ,quero resolver se alguém tiver a resposta nus ajude

  28. Pessoal,

    O mesmo ocorreu comigo. Entrei no meu INSS e solicitei correção dos dados, porém o servidor solicitou uma certidão com data de início e fim do vínculo com a prefeitura. Vou enviar essa documentação hoje para eles.( Pedi ao RH da prefeitura e eles emitiram essa certidão)

    Vou aguardar alterar o cnis e depois tentarei novamente solucionar, caso contrário a única forma será ação judicial mesmo.

  29. Estou no mesmo barco .

    Já não sei mais o que fazer mandei vários e mails e nada .

    Solicitei novamente analise .

    Por favor se alguém souber de alguma coisa ajudem.

  30. FIZ O CADASTRO NO E-SIC segue link https://esic.cgu.gov.br/sistema/Pedido/DetalhePedido.aspx?id=ERl1+siMqFE=  CONFORME NOSSA COLEGA “Emilly Linhares” SUGERIU, ESTOU AGUARDANDO O RESULTADO.

  31. Estou desempregado devido ao covid19, não recebo auxilio desemprego e nao fui aprovado no auxílio emergencial… Está dizendo que tenho “trabalho formal ” sendo que nem trabalho mais de carteira assinada e fui aprovado em tudo exceto sobre o trabalho formal citado acima. Sou sim uma das pessoas que tem esse direito eu cumpri todos os requisitos mas essa falha técnica do DATAPREV está me prejudicando de receber algo emergencial em que estamos vivendo.

  32. Pessoal, baixo o aplicativo da carteira digital lá você consegue ver qual contrato consta em aberto, em seguida entre em contato com a empresa e peça pra ela informar no esocial a baixa do contrato, em 3 dias atualiza no INSS,

  33. No meu caso também foi negado e a mensagem que foi me enviada é: Cidadão com emprego formal vinculado ao RPPS Cidadão exerce mandato eletivo. Mas desconheço esta informação, sou MEI, trabalho de forma autônoma tem 4 anos. Tentei contestar esta informação mas não tem esta opção, não consta opção para editar também, solicitei informação junto a caixa mas não obtive respostas.

  34. Fui exonerada quarta-feira dia 22/04/2020. Fiz o cadastro e aconteceu a mesma coisa que vocês. Diz que ainda estou empregada.

    Tenho uma cópia da folha de exoneração aqui comigo.

    Fiz o cadastro novamente.

    Alguém de vcs conseguiu?

    Eu preciso muito desse dinheiro.

    Tenho mais 3 meses de faculdade r mais 3 meses de financiamento para pagar. Preciso muito.

    Esse dinheiro ia ajudar bastante.

  35. Bom dia,

    Estou na mesma situação. Porém nunca exerci qualquer cargo público. Como faço pra descobrir qual é o órgão/empresa que estou vinculado no RPPS? Meu beneficio foi negado por meu CPF ter vinculo no RPPS.

    Obrigado.

  36. Estou na mesma situação

  37. Bom pessoal fui averiguar bem essa questao, o que ocorre e a questao do banco de dados da plataforma deles que parece nao ter funcionarios, a falta sao deles mesmo, aparece so a data da admissao, mais da demissao nao, que consta que vc esta empregado e ativo, existem outros canais para saber que vc esta sem trabalhar,….Se vc quiser pesquisar sobre a sua situacao, colo no google RAIS e vai aparecer o site e voce adiciona o NIS e pesquisa…

     

     

  38. A minha situação é a mesma. Sendo que fui desligada do trabalho desde janeiro agora de 2020. E o aplicativo não dar a opção de contestar. Não recebo seguro desemprego porque era apenas um contrato. Preciso tanto desse auxilio, e não sei o que fazer.

    • Eu também estou desligada dês de 08/ 2019 e foi recusada o meu pedido do auxilio emergencial  pq está falando q estou vinculado ao RPPS E AO Rais e eu estou desemprega não recebo renda nem uma  e ainda sou mãe solteira.  O q eu vou ter q fazer p ser desvinculada nesse Rais e RPPS ?

      • O meu problema é o mesmo. Trabalhei como professor -REDA e meu contrato foi finalizado em novembro do ano passado. Estou desempregado, no entanto ainda consta que eu tenho trabalho formal:

        • Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RPPS
        • Cidadão com emprego formal – Vinculado ao RAIS

        O que devemos fazer?

        • Também estou com esse mesmo problema e ninguém sabe informar qual a solução! Quero ir na Caixa mas as filas estão tão grandes q não sei se lá vão resolver algo ou se será somente perda de tempo…

          • EU RECEBI ESSA RESPOSTA DO RAIS :


            Sua solicitação de serviço foi atendida com a seguinte solução:
            Sr.(a) usuário (a),

            Se foi efetuada uma pesquisa na Página da RAIS, opção Consulta Trabalhador, a informação é referente ao ano-base 2018.

            Se o senhor(a) foi desligado(a) em 2019, essa informação ainda não aparece na página.
            Ainda não há um prazo para a atualização da página, pois os arquivos RAIS 2019 ainda estão sendo processados.

            Qualquer duvida, por favor, acesse o site do Governo:  https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-auxilio-emergencial-de-r-600-covid-19,  opção Contato e registre sua reclamação.”

  39. Gente será que isso vai ter uma solução??? É um absurdo não ter onde contestar.

Deixe uma resposta

Desculpe, você não tem permissão para responder a esta pergunta.