Resposta ( 1 )

  1. Essa resposta é editada.

    Boa tarde Ana Paula. Muitos novos empreendedores acabam passando por várias dificuldades, nos meses iniciais de abertura do negócio, por não planejarem corretamente. Além de ter ideias, encontrar um ponto comercial e conhecer os custos, planejar o futuro da empresa é essencial. Para evitar riscos futuros, a elaboração do plano de negócio é indispensável.

    O plano de negócios é o instrumento ideal para traçar um retrato do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor. É por meio dele que você terá informações detalhadas do seu ramo, produtos e serviços, clientes, concorrentes, fornecedores e, principalmente, pontos fortes e fracos do negócio, contribuindo para a identificação da viabilidade de sua ideia e da gestão da empresa.

    Por que o plano de negócio é importante para minha empresa?

    O plano de negócios é importante tanto para quem está abrindo o negócio quanto para quem está ampliando o empreendimento. Vale destacar que esse planejamento não elimina os riscos, mas evita que erros sejam cometidos pela falta de análise, diminuindo as incertezas do seu negócio.

    1- Organiza as ideias ao iniciar um novo empreendimento;

    2- Orienta a expansão de empresas já em atividade;

    3- Apoia a administração do negócio, seja em seus números, seja em estratégias;

    4- Facilita a comunicação entre sócios, funcionários, clientes, investidores, fornecedores e parceiros;

    5- Capta recursos, sejam financeiros, humanos ou parcerias.

    Como fazer o plano de negócio?

    1- Iniciando o plano de negócio

    Nesse vídeo, você verá como descrever os aspectos da sua empresa e os diferenciais competitivos dela, despertando o interesse de quem lê.

    2- Análise de mercado

    É fundamental conhecer seus clientes, concorrentes e fornecedores para traçar metas sólidas e eficazes. Definindo seu público-alvo e como chegar a ele da melhor maneira possível, você economiza recursos, dando um tiro certeiro no seu objetivo.

    3- Qualidade e custo-benefício

    Depois de traçar o perfil do público-alvo, é importante pensar no posicionamento do seu produto. Como ele será visto pelo mercado? É um produto de boa qualidade e com bom custo-benefício? De qualidade e com um preço acima da média?

    É importante saber o valor que o seu produto carrega, tanto no preço quanto na qualidade, para tomar decisões específicas quando for anunciá-lo. Conhecer o que está vendendo ajuda a convencer outras pessoas a comprá-lo.

    4- Operacional e financeiro

    Concluídas as etapas de amadurecimento da ideia do negócio, é hora de saber a melhor maneira de executá-las: entra em cena a elaboração dos planos operacional e financeiro. O empresário também faz estimativas sobre a capacidade produtiva ou de quantos clientes consegue atender por mês, além de traçar quantos serão os funcionários e as tarefas de cada um.

    5- Avaliação do plano de negócio

    Pronto, seu plano de negócio está completo. Mas o serviço não acaba por aí. Agora, é hora de avaliar cada detalhe e colocar o plano em prática.

    Sebrae preparou um manual, exclusivo, que vai orientá-la na criação do seu plano de negócios. Acesse em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/5f6dba19baaf17a98b4763d4327bfb6c/$File/2021.pdf

     

    Tudo o que você precisa saber para criar o seu plano de negócio.

Deixe uma resposta

Desculpe, você não tem permissão para responder a esta pergunta.