Como fazer gestão do seu negócio? Quais as maiores dificuldades?

Reportar
Pergunta

Por favor explique as razões pelas quais esse conteúdo merece ser revisto pela moderação do site.

Reportar
Cancelar

Abri minha empresa e sou bom no que faço, meu produto é impecável e o mercado me procura. Tenho demanda, mas o tempo é curto. Quero saber de vocês empreendedores quais as suas maiores dificuldades para fazer a gestão de seu negócio?

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!
respondida 0
, Sandro Romaniuc 1 semana 1 Resposta 34 visualizações 0

Resposta ( 1 )

  1. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    Reportar
    Cancelar
    Essa resposta é editada.

    Boa tarde Sandro. A gestão de empresa está diretamente ligada ao gerenciamento e administração, que consistem em determinar quais são todos os setores da organização e posteriormente desenvolver métodos para controlá-los, tendo como objetivo desenvolver as suas atividades da forma correta, evitando erros e chegando com maior facilidade aos resultados positivos.

    A gestão de empresas tem um gestor principal, que comanda o desempenho de todas as áreas e também pode fazer a distribuição de responsabilidades entre os funcionários. Você poderá desenvolver seu próprio modelo de gestão empresarial, delegando as funções para cada pessoa, mas antes disso é preciso fazer um bom planejamento.

    1- Planejamento estratégico

    Para dar início à gestão de empresas você precisa iniciar com a elaboração de um planejamento estratégico, que deve levar em consideração as informações relacionadas ao seu mercado de atuação, colaboradores, fornecedores e clientes. A partir da análise destes itens é necessário determinar metas a serem alcançadas dentro de um período de tempo como aumentar o número de vendas, fidelizar os consumidores, entre outras coisas. Claro, você deve atribuir metas que possam ser alcançadas.

    2- Controle dos funcionários

    Uma empresa em que ninguém sabe exatamente o que tem que fazer está mais próxima de atingir o colapso e enfrentar transtornos. Portanto, é preciso fazer uma definição muito clara das responsabilidades de cada empregado, quais são as suas atividades diárias, as metas que devem atingir e o que a organização está esperando deles.

    Monte uma equipe de funcionários adequada ao tamanho da sua empresa, evitando que algumas pessoas fiquem sobrecarregadas. Também é indicado investir na capacitação dos seus colaboradores, fazendo com que eles aprimorem os seus conhecimentos e contribuam ainda mais para com o crescimento da organização, além de oferecer treinamentos para diminuir as possibilidades de erros.

    3- Questões financeiras

    O setor financeiro é um dos mais importantes de qualquer empresa, caso exista algum descuido nesta área todo o resto pode desandar, já que praticamente tudo em uma empresa depende das finanças, desde pagamento de funcionários até os pedidos aos fornecedores. Levando isso em consideração, cuide das questões financeiras da organização, controlando a quantidade de dinheiro que entra no caixa, sua origem, quais são os custos fixos como o pagamento dos funcionários e fornecedores, aluguel, luz, água, etc, lembrando sempre de fazer um balanço ao final de cada mês para verificar a saúde financeira do estabelecimento.

    O ideal é que a empresa monte um orçamento mensal, o que permite saber o quanto ela tem disponível em caixa para investir, evitando fazer gastos que estão acima da sua disponibilidade de dinheiro. Também é importante avaliar se o negócio está gastando demais, caso isso seja confirmado é preciso estabelecer métodos para reduzir os custos.

    4- Entender os clientes

    Recomenda-se que a empresa monte uma carteira de clientes de modo a separá-los por perfis semelhantes como, por exemplo, o tipo de comportamento social que possuem, tipos de produtos que costumam comprar, quanto gastam no seu estabelecimento e com que frequência o visitam.

    A partir do levantamento das informações dos seus clientes você pode entender quais as expectativas que eles alimentam em relação à empresa, o que permite criar um planejamento estratégico com ações que visam atender às necessidades dos consumidores, elaborando estratégias específicas para cada grupo de clientes, fazendo com que eles se identifiquem e se tornem fieis à sua marca.

    5- Desempenho da empresa

    Crie o hábito de fiscalizar o desempenho total da empresa. Neste caso, faça um estudo mensal para verificar quais são os rendimentos que o negócio obteve, os custos que teve que arcar, se as metas estabelecidas foram alcançadas ou não, quais foram os problemas que ocorreram, entre outros fatores específicos da sua empresa. A partir da fiscalização do desempenho da empresa, você pode identificar onde estão os erros mais frequentes e quais são as suas causas, o que possibilita desenvolver medidas corretivas para resolver a situação e convertê-la em acertos.

    Também é indicado fazer reuniões com os funcionários da organização para deixá-los a par de tudo o que está acontecendo, pedir sugestões para melhorar os resultados da empresa e estipular novas metas. Outra excelente ideia para quem trabalhar com gestão de empresas é focar em antecipar os problemas, ou seja, tire um tempo do seu dia para analisar os possíveis problemas que podem vir a ocorrer na empresa e, desde já, passe a criar soluções para evita-los, você perceberá que muitas vezes é possível impedi-los de acontecer, desde que já os tenha previstos com antecedência.

    6- Promova melhorias contínuas

    Um erro muito comum das empresas é estabelecer um padrão de funcionamento e nunca mais mudá-lo, o que faz com que em algum momento ele se torne ultrapassado. Para que este problema não aconteça no seu negócio é indicado promover melhorias contínuas para contornar os transtornos atuais e evitar os que poderiam acontecer.

    As melhorias podem ser estabelecidas em diferentes setores da empresa, inovando na linha de produtos e serviços, oferecendo facilidades no atendimento aos clientes. A empresa também tem que se preocupar em disponibilizar melhorias para os seus colaboradores para que se sintam estimulados a desenvolver as suas funções, oferecendo recompensas para os mais bem sucedidos, além de melhorar as condições de trabalho.

    7- Não descuide da concorrência

    Fazer a gestão de empresas também consiste em acompanhar a concorrência, logo, faça um estudo periódico para descobrir quem são os seus concorrentes, o que eles estão oferecendo para os seus clientes, qual é o atendimento que possuem, os preços que cobram, as condições de pagamento, além dos ideais e posicionamento que têm.

    Ao saber quem são os concorrentes da sua empresa e com o que eles estão trabalhando, você pode montar um planejamento para enfrentá-los, fornecendo os mesmo serviços ou até mesmo superando-os em qualidade, evitando ser ultrapassado e que os seus clientes se desliguem da sua marca.

     
    Fonte: https://novonegocio.com.br/lideranca-e-gestao/gestao-de-empresas/

Deixe uma resposta