Ana Graziella
  • 0

Auxílio Emergencial- Fui aprovada para receber o auxílio emergencial, recebi até a terceira e me colocaram na avaliação. Porque?

  • 0

Bom dia, fui aprovada para receber o auxílio emergencial, recebi até a terceira e me colocaram na avaliação. Acompanhei pelo site Dataprev, no estrato diz que a 4° parcela foi enviada para o banco caixa já tem um mês, porém não consta nada na minha conta digital. E a 5° parcela foi bloqueada por esta constando que duas pesso da minha família já recém o benefício, porém não é verdade. Sou mãe de família, não tenho marido, e somente eu e minha filha estávamos recebendo o auxílio. Mas no mês de outubro fomos para avaliação.
Então, tentei contestar esse bloqueio no site Dataprev e ele não permitem minha contestação. Porque diz que já tem duas pessoas da família recebendo sendo que isso não é verdade. O que eu faço?

Perguntas relacionadas

1 Resposta

  1. Bom dia!

    Faça um registro junto à Ouvidoria do Governo, relatando essa situação e pedindo maiores esclarecimentos. Veja como proceder:

     I – Clique no link abaixo:

     https://falabr.cgu.gov.br/publico/Manifestacao/SelecionarTipoManifestacao.aspx?ReturnUrl=%2f

     II – Escolha a opção “Reclamação”

     III – Marque a opção desejada:  “continuar sem me identificar” ou fazer um login. Eu faria por essa segunda opção. Tem de fazer um cadastro simples.

     IV – Na opção “Órgão para o qual você quer enviar sua manifestação” pressione a seta que fica do lado direito do campo e role as opções até encontrar MCIDADANIA  – Ministério da Cidadania (cultura, desenvolvimento social e esporte) e selecione essa opção.

     V – No campo “Descrição  – assunto que vai falar “ , sugiro que selecione Coronavirus (Covid-19), pois só existe uma opção para auxílio emergencial  “Fraude em auxílio emergência”, o que não é o caso.

    VI – No campo “Fale aqui” inserir a reclamação:

    Observe que os campos  da opção  “informações adicionais” não possuem asteriscos, ou seja, não precisam ser preenchidos.

     VII – Selecione a opção “avançar”

    4 – Você pode recorrer também ao Ministério Público:

    5 – Veja com a Defensoria Pública se eles podem auxiliar na questão:

    • 0

Deixe uma resposta

Você precisa se logar para responder