CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Pauta da logística reversa amplia debate no País

Logística Reversa_CapaA recente publicação “Lixo Zero” do Instituto Ethos, atualiza o setor produtivo quanto ao debate relativo à implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Em seu contexto, o documento procura responder a duas perguntas centrais.

A primeira consiste em saber a quem cabem os custos decorrentes da gestão dos resíduos sólidos. A segunda questão (dependente da resposta à primeira) refere-se à governança de um sistema que envolve imensa quantidade de atores, operando de maneira descentralizada e com objetivos não raro conflitantes.

Conhecer o conteúdo do documento é fundamental a todos os gestores empresariais do País. Além de trazer um panorama nacional – montante, composição e destino dos resíduos sólidos – o texto aborda os desafios da governança, abrangendo exemplos internacionais e considerações sobre a governança da gestão brasileira.

Para aqueles que almejam participar do setor, por meio da apropriação das oportunidades de negócios existentes nessa cadeia produtiva, a leitura também é recomendada.

Para baixar o documento, clique aqui.

Empresas privadas são, sim, imprescindíveis na implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Algumas já saíram na frente, quando, em maio deste ano, aderiram à Carta de Compromissos “Empresas pela Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos”, construída e lançada pelo Grupo de Trabalho de Resíduos Sólidos, que tem o apoio do Programa CATA AÇÃO.

Logística Reversa_Tex

Na Carta, as signatárias assumem compromissos e também fazem solicitações. Um dos compromissos é elaborar um plano de gerenciamento integrado de resíduos sólidos pós-consumo que siga as orientações dos acordos setoriais dos quais fazem parte, levando em conta a ordem de prioridade para não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos da PNRS.

Uma das solicitações é a criação de mecanismos para garantir e aumentar a participação das cooperativas de materiais recicláveis nos programas de coleta seletiva municipais.

Por isso, destacam-se aqui os catadores de resíduos – uma classe de prestadores de serviços que atua na proteção ambiental e cujas atividades são foco de valorização no contexto nacional.

Neste contexto, o Programa CATA AÇÃO também dissemina informações relevantes. Clicando aqui, é possível baixar a publicação “Cooperativas de Catadores – Construindo Soluções para o Futuro” que conta a experiência de três grupos produtivos que atuam com catação de resíduos sólidos: a Rede Cata Vida de Sorocoba (SP), a cooperativa Futura de São José dos Campos (SP) e a CAEC (Cooperativa de Agentes Ecológicos de Canabrava) de Salvador (BA). Os três casos apontam boas práticas para o fortalecimento de grupos produtivos que fazem parte do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis.

A CAEC, por exemplo, iniciou suas atividades fornecendo grãos plásticos (plástico reciclado em forma de grãos) e caixas de papelão para uso comercial, nas quais inclui a logomarca do cliente, quando necessário. Para diversificar ainda mais as fontes de renda, hoje a Cooperativa visa a produção e comercialização de produtos como água sanitária, biodiesel e sabão.

Leia também Aplicação da Logística Reversa nas MPEs

Conteúdo relacionado:

Potenciais Negócios do Coco Verde

Responsabilidade compartilhada gera oportunidades de negócios

Economia Verde: Oportunidades de negócio para quem investe em sustentabilidade

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga