CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Páscoa: da mesa à sobremesa

Páscoa: da mesa à sobremesa

* Dando continuidade ao especial de Páscoa, retiramos do site do Comércio Varejista do Sebrae mais uma matéria. Hoje falaremos de alternativas para o comércio poder aproveitar ao máximo o período, explorando produtos como peixes, vinhos, pães especiais, cestas de produtos selecionados, temperos e especiarias, além de travessas, livros de receita etc. Confira abaixo a matéria na íntegra.
– – – – – – – – – – – –
Para atrair o consumidor para outros produtos, aproveitando o mote do ovo de Páscoa, existem diversas estratégias
Foto:  Divulgação
Apesar do grande campeão de vendas da Páscoa ser o ovo de chocolate, o
lojista deve pensar em outras alternativas para incrementar as vendas do
período com o planejamento de exposição de outros produtos. Os
destaques ficam por conta dos peixes, em especial o bacalhau, e dos
vinhos. O peixe é uma boa pedida tanto para a ceia da Sexta-feira da
Paixão, quanto para o Domingo de Páscoa, por isso sempre é bom o
varejista investir nesse produto.

Para atrair o consumidor para
outros produtos, aproveitando o mote do ovo de Páscoa, existem diversas
estratégias. De acordo com o superintendente da Associação ECR Brasil,
Claudio Czapski, esses produtos devem estar expostos próximos à parreira
de ovos de chocolate, e o lojista pode apostar em colocá-los próximos a
ovos que estejam com preços mais acessíveis, garantindo assim que
peixes e vinhos estejam sempre na rota de compra do cliente.

Além
disso, caso tenha em sua loja, o empreendedor ainda pode dispor livros
de culinárias, travessas e cestas de vinhos e chocolates, além de
produtos especializados e de marcas exclusivas, incluindo temperos e
especiarias.

“O que importa é trabalhar o que chamamos de ocasião
de consumo, para não ficar preso somente a uma categoria, que seria o
ovo de chocolate. Dessa forma, o varejista vai explorar todos os
aspectos da venda durante esse período sazonal, inclusive os de maior
rentabilidade para o seu empreendimento”, avalia Czapski.

Produtos complementares

O
varejista só não pode esquecer todos os ingredientes que são exigidos
para os pratos propostos. “Se o cliente for comprar o bacalhau, mas o
estabelecimento estiver com falta de pimentão, da batata, da azeitona,
por exemplo, ele pode escolher outro local para fazer a sua compra e
assim evitar comprar os artigos em vários locais. É preciso que o
lojista defina o que é consumido nessa época”, aconselha o
superintendente.



Confira esta e outras matérias no Especial Páscoa do site do Comércio Varejista



Fonte: Site do Comércio Varejista Sebrae
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae