CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Para competir melhor

Para competir melhor

Focar o desenvolvimento da empresa

 

 

 

 

 

 

 

 

As oportunidades para as empresas brasileiras por consequência da realização da Copa do Mundo no País alcançam, principalmente, os ambientes de negócios nas doze cidades-sede do megaevento.

Aos empresários que atuam nessas regiões e aos que queiram expandir seus mercados para essas áreas na concretização do sucesso pela apropriação das oportunidades do evento, cabe a compreensão de que a Copa não se limita ao crescimento das vendas. Pois ela deve, sim, é servir de uma perspectiva de desenvolvimento da empresa na direção de um futuro melhor.

A diferença entre o crescimento das vendas e o desenvolvimento das empresas reside que neste o crescimento da empresa está alicerçado em avanços na qualidade de vida de todas as partes interessadas no sucesso da mesma. Isso inclui empresários, fornecedores, colaboradores e clientes, além de a sociedade como um todo, que espera que o negócio se estabeleça sem o uso predatório dos recursos ambientais.

O desenvolvimento empresarial incorpora tanto a sustentabilidade do ambiente no qual o negócio está inserido quanto a sustentabilidade do próprio negócio no tempo.

Quando se refere à sustentabilidade do ambiente, a realidade tem mostrado que empresários de micro e pequenos negócios no Brasil ainda não estão atuando com esse foco. Uma sondagem realizada pelo Sebrae demonstra que, embora pratiquem, em sua maioria, ações sustentáveis em seus negócios, esses empresários ainda não as têm como estratégia de mercado ou competitividade. Isso porque mais da metade deles não as associam a “oportunidades de ganhos” ou mesmo como uma ameaça aos seus negócios.

Realidade que vai de encontro com a crescente importância que a questão ambiental está conquistando no cenário nacional e internacional, refletida, por exemplo, em uma legislação e fiscalização cada vez mais exigentes e rigorosas.

Quanto à sustentabilidade dos negócios no tempo, as taxas de sobrevivência de micro e pequenas empresas brasileiras estão aumentando. De acordo com estudos realizados pelo Sebrae, o dado mais recente mostra que a cada 100 empreendimentos criados, 75 sobrevivem aos primeiros dois anos de atividade. Taxa que supera a de países que são modelo do empreendedorismo, como a Itália. O resultado é fruto, entre outras variáveis, da simplificação das leis e dos tributos para o ambiente empresarial, assim como da melhoria do nível de escolaridade dos empreendedores.

Planejar o avanço

Cabe ao empresário, qualquer que seja o porte do próprio negócio, enfrentar o desafio de se planejar estrategicamente visto que o governo e o mercado apontam o futuro para o valor das iniciativas mais enfáticas na questão da sustentabilidade.

Lembrando que empresas sustentáveis são aquelas que ofertam produtos e serviços decorrentes de práticas economicamente viáveis, socialmente justas e ambientalmente corretas. É com o foco nesse tripé que os empresários devem zelar de seus negócios para participar competir melhor no futuro. Participar de um jogo que faça com as oportunidades de eventos como a Copa do Mundo Fifa em 2014 e os Jogos Olímpicos, em 2016, se materializem em desenvolvimento no contexto das empresas brasileiras.

Para saber mais, leia:

 

Localize a unidade do Sebrae para apoiá-lo no planejamento do futuro de sua empresa em http://www.sebrae.com.br/

 

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga