CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Para a Nova Classe C, o preço não é o fator mais importante na compra

Grande parte da Nova Classe Média acredita na propaganda e nas marcas de forma irrestrita

A Nova Classe Média do Brasil possui 105 milhões de consumidores. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nos últimos 8 anos, cerca de 40 milhões entraram na Classe C (renda familiar entre R$2.040,00 e R$5.100,00). É a maioria da população: a estimativa é que represente 58% do povo brasileiro em 2014, segundo o Data Popular.

A nova Classe C precisa ser entendida para a melhor oferta de produtos e serviços. O desafio está lançado: como atrair esse grande público consumidor?

O comportamento desse consumidor pode ser identificado através de mapeamentos feito por algumas pesquisas. Confira algumas caraterísticas da Nova Classe C:

• Centros comerciais populares: a Nova Classe Média tem preferência por centros comerciais abertos, como lojas de ruas, a shoppings centers grandes e luxuosos (IBOPE, 2010).

• 44% dão mais importância à qualidade do que ao preço e apenas 18% preferem preço (Data Popular, 2011).

• Um grupo grande de consumidores acredita na propaganda e nas marcas de forma irrestrita (IBOPE, 2010).

• 68% dos integrantes da Classe C utilizam a internet para pesquisar preços (IEA, 2010).

A pesquisa “Classe C Urbana do Brasil: Somos iguais, Somos diferentes” (IBOPE, 2010) apresenta quatro subdivisões do perfil de consumo da Classe C:

• Racionais (31% do total): predominantemente com mais de 35 anos, os racionais são pessoas que planejam bem as compras e buscam vantagens.

• Consumistas (29%): majoritariamente mulheres, os consumistas atrelam o consumo à autoestima. Tem tendência a serem impulsivos em compras cotidianas, mas quando se trata da aquisição de bens duráveis de maior valor, a compra é planejada.

• Personalistas (21%): composta basicamente por jovens, os personalistas são egocêntricos e rejeitam tradições.

• Conformistas (19%): majoritariamente homens, os conformistas são despojados, descuidados e não dão importância para a aparência.

Ações para conquistar a Classe Média

Vender pela internet e ao mesmo se aproximar fisicamente a esses consumidores é urgente e estratégico. Prestar atenção nos atributos do grupo “consumista”, em que se destacam as mulheres, é oportuno.

Deve-se lembrar ainda que preço não é o que mais importa neste público. Os grupos “personalistas” e “racionais” precisam ser convencidos do seu produto ou serviço, o que requer investimento em qualidade, comunicação e publicidade da marca.

Especialistas que pesquisam o mercado consumidor da Classe C se reuniram e apontaram sete oportunidades de negócios para as pequenas empresas nas seguintes áreas: Educação, Saúde, Beleza, Moda, Alimentação fora de casa, Viagem e Informática. Confira!

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Lucio PiresSebrae

Analista Técnico do Sebrae Nacional. Trabalho com negócios digitais com formação em Negócios Exponenciais pela Singularity University – Califórnia, EUA. Especialista em Gestão de Pequenos Negócios (FIA/USP). Advogado especialista em Direito Empresarial (Estacio). Matemático com especialização em Finanças (UFBA).

Me siga