CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Oportunidade de negócios com o gengibre

Oportunidade de negócios com o gengibre

O caso de sucesso do sitio Recanto da Paz, em Ubatuba, que transformou o gengibre em diversos produtos, é um bom exemplo de determinação e capacitação.

sebrae mercados, produtos à base de gengibre, oportunidade de negócios

O gengibre é a estrela do sítio Recanto da Paz, em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo. Nele, a empresária Anne Kamayiama transformou um panorama desfavorável em um espaço de excelência no cultivo do tubérculo, que já é referência no país e possibilitou a produção de uma linha de produtos naturais, muitos inéditos.

A empresária rural, uma entusiasta da planta – que recebeu o apelido de “rainha do gengibre” na região – contou com o auxílio do programa Sebraetec, do Sebrae-SP, para desenvolver novos produtos. Após o apoio de profissionais do Ital (Instituto de Tecnologia de Alimentos) – contratado pelo Sebrae-SP, que fomentou 80% dos custos das consultorias -, a empresária criou produtos como o gengibre cristalizado com mascavo, geleias, chás e doces, ampliando o leque de alimentos da empresa Gengibre Ubatuba de 10 para 24.

“Tínhamos dificuldade de chegar ao ponto de cristalização do gengibre. Com as orientações, passamos a ter aproveitamento total do gengibre, usando também a casca, que antes era jogada fora. Agora, conseguimos produzir a polpa de gengibre, que serve como base para vários produtos”, disse.

O esforço da produtora e de seus funcionários e colaboradores foi recompensado recentemente, com a obtenção da certificação de Conformidade Orgânica concedida pelo IBD – Inspeções e Certificações Agropecuárias e Alimentícias.

O certificado só foi possível em razão do método de produção diferenciado praticado em um dos cerca de sete hectares do sítio, que está sendo cultivado seguindo as normas rígidas de higiene e conservação do produto.

“Usamos uma área ‘descansada’, preparamos o pessoal e usamos máquinas e equipamentos que são lavados e sanitizados permanentemente para serem utilizados nessa área”, afirmou.

Segundo Jardel José Busarello, consultor de agronegócios do Sebrae-SP, o apoio à agroindústria por meio do Sebraetec possibilitou entender os gargalos do sistema produtivo.

“São esses gargalos tecnológicos que impedem diversas empresas de expandir seus produtos e acessar novos mercados. Com o apoio do Sebraetec, ganha o produtor, ganha a agroindústria e ganha o consumidor final, com produtos mais seguros e de melhor qualidade na mesa”, disse.

Superação – Quem conhece o sítio Recanto da Paz nos dias de hoje não imagina os desafios que Anne teve para passar para poder continuar a produzir gengibre no local. Nos anos 1980, o Litoral Norte paulista era referência na produção do tubérculo, com cerca de 30 produtores que tinham como principal mercado consumidor o exterior, mas uma praga praticamente acabou com todas as plantações.

A maioria dos produtores passou a cultivar outros produtos, mas ela resolveu insistir no gengibre, e após algumas tentativas, descobriu que o cultivo natural, sem agrotóxicos, tornava o gengibre imune à praga.

“O que me atraiu no gengibre são os muitos benefícios que ele oferece à saúde. A gente precisa divulgar mais”, disse a produtora que é doutora em saúde pública e citou as propriedades antibiótica, antitérmica, anti-inflamatória, e os usos variados, como para prevenção de problemas respiratórios, de estresse, colesterol e como afrodisíaco.

Já são 10 anos de cultivo sem agrotóxicos. Atualmente, são produzidas 150 toneladas por ano. Uma equipe de sete empregados fixos e 13 colaboradores temporários é responsável pela colheita e preparo da linha de alimentos na fábrica instalada no sítio.

Novos desafios – Após a bem-sucedida experiência com as consultorias do Sebraetec, Anne já tem planos para fazer com que seus produtos alcancem clientes de todo o país.

“O apoio do Sebraetec foi a melhor e mais produtiva experiência que tive aqui no sítio. Os consultores trouxeram soluções reais para os problemas. Agora quero contar com o apoio do Sebrae para desenvolver embalagens para os novos produtos e investir na vocação do turismo da região”, disse a empresária, que pretende se utilizar de uma loja virtual para incrementar as vendas.

Anne também se mostra empenhada em manter as raízes caiçaras de sua empresa. Ela mantém um Centro de Integração Rural com um grupo de produtores locais – que também fornecem pequenas quantidades de gengibre para sua fábrica – e realiza eventos beneficentes em Ubatuba, além de oferecer auxílio financeiro para 10 crianças que estudam em escolas públicas da região.

Veja mais oportunidades de negócios como esta na seção de Agro do Sebrae Mercados.

Fonte: Sebrae – SP

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae