CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Oportunidade com locação de trajes para casamentos e festas

Oportunidade com locação de trajes para casamentos e festas

aluguel-vestidos-de-festa

Muitas vezes comprar uma roupa especificamente para um casamento ou evento pode se tornar um investimento caro. Assim, ganham espaço as pequenas empresas especializadas na locação de trajes para esses eventos.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílio (Pnad) 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro está casando mais. Em 2008, o total de casamentos registrados foi de 959.901, cerca de 5% a mais do que o número observado em 2007. Os números do IBGE indicam um potencial de expansão para o mercado, considerando que o número de matrimônios gira em torno de 1 milhão por ano. O IBGE atribui esse aumento à melhoria do acesso aos serviços de Justiça, particularmente ao registro civil de casamento e a iniciativas que facilitaram o acesso da população nos aspectos burocráticos e econômicos.

Atualmente, casamento é um verdadeiro evento. É preciso planejar cada detalhe: a igreja, o bufê, as flores, uma boa música, e até a produção de vídeos e álbuns de fotos. Os noivos investem alto para transformar o sonho em um verdadeiro espetáculo para os convidados. E quem lucra com isso são as pequenas empresas especializadas em serviços para casamento. A Indústria do casamento movimenta cerca de R$ 10 bilhões por ano no país, com um custo médio de R$ 35 mil por cerimônia. Surpreendentemente, os meses de maior movimento são abril e setembro. Maio, o chamado mês das noivas, já não corresponde mais à preferência nacional. Devido às festas de fim de ano e ao carnaval, dezembro, janeiro e fevereiro são os meses mais fracos. E por superstição, agosto também registra pouco movimento, por ser tido como mês de mau agouro. Desde que Grace Kelly abandonou a carreira de atriz para se casar com o príncipe Rainier, de Mônaco, em 1956, até os dias de hoje, com o casamento de Kate Middleton com o príncipe William, seus vestidos e estilo são referências para muitas noivas. O modelo usado por Kate mexeu com a imaginação das futuras noivas, evidenciando a importância da atenção às tendências da moda para o negócio de aluguel de trajes para casamentos e festas. Em pouco tempo, o modelo já estava nas vitrines do mundo todo.

A expansão do setor no Brasil é igualmente estimulada pelas festas de formatura, já que o número de estudantes formados por ano na educação superior triplicou na última década, passando de 350 mil para 950 mil. Contudo, o mercado de aluguel de trajes não se limita à agenda das cerimônias de casamento e formaturas. É cada vez maior o número de pessoas que optam por alugar roupas para comparecer em festas e eventos de gala. Trata-se de uma excelente opção para quem não quer repetir a mesma roupa em vários eventos e para quem não pretende gastar muitos recursos com a compra de roupas novas.

Os empresários do ramo investem em tecnologia para atrair clientes e ganhar espaço no mercado. Além disto, para se diferenciar e garantir a clientela, é fundamental cumprir prazos e oferecer qualidade e inovação. Apesar de toda a tradição e conservadorismo que envolve esse tipo de festa, é cada vez maior o número de empreendedores que buscam inovar na prestação de serviços e oferta de produtos aos noivos. De olho na inovação, empresários do negócio de aluguel de trajes para casamentos e festas investem na oferta do primeiro aluguel do vestido de noiva pela Internet.

O investimento varia muito de acordo com o porte do empreendimento. Uma loja de aluguel de roupas, estabelecida numa área de 100 m², exige um investimento inicial estimado em torno de R$ 150 mil, a ser alocado majoritariamente nos seguintes itens: – Balcão de atendimento: R$ 10.000,00 – Estantes para guardar volumes, araras e prateleiras: R$ 14.000,00 – Provadores com espelho: R$ 20.000,00 – Telefone, aparelho de fax, microcomputador e impressora: R$6.000,00· – Estoque inicial: R$ 70.000,00· As informações aqui prestadas servem apenas como referência, a partir de um exemplo hipotético. Os valores acima podem variar conforme a região geográfica que a empresa irá se instalar, necessidade de reforma do imóvel, tipo de mobiliário, etc.

Obtenha mais informações acessando o estudo no Portal do Sebrae.

Confira mais matérias como essa na seção de “Ideias de negócios” aqui no Sebrae Mercados.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae