CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Oportunidade com a fabricação de marmitex

Oportunidade com a fabricação de marmitex

como fabricar e vender marmitex

A correria do dia a dia faz com que as pessoas procurem alternativas rápidas de almoço ou mesmo entregas de alimentos no trabalho ou escritório, abrindo espaço para a produção e entrega de marmitas.

Segundo a Abia (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos), o mercado de food service, ou de alimentação fora do lar, tem crescido a taxas de 12% ao ano, contra os 4% do setor alimentício como um todo. Trata-se do ramo de alimentação que mais cresceu depois do Plano Real. Entre 1993 e 1999, a venda de comida fora do lar aumentou 167%, enquanto o varejo alimentício tradicional cresceu 54,8%. Em 2000, o food service foi responsável por um quarto do faturamento total da indústria alimentícia, movimentando R$ 23 bilhões.

Alguns dados da Aberc (Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas) comprovam a importância que o setor de fornecimento de refeições tem para o desenvolvimento do país. Em 2011, a estimativa é que sejam servidos 10,5 milhões de pratos por dia, enquanto 6 milhões de pratos são consumidos em restaurantes convencionais e 150 mil pratos são consumidos por funcionários que almoçam em restaurantes administrados pela própria empresa em que trabalham.

O setor de refeições coletivas movimenta a cifra astronômica de R$ 12,5 bilhões por ano. As empresas do segmento proporcionam 180 mil empregos diretos, consomem um volume diário de 3 mil toneladas de alimentos e geram uma receita de R$ 1 bilhão de reais anuais entre impostos e contribuições.

A maioria dos consumidores situa-se em áreas que apresentam grande concentração de escritórios, lojas, consultórios e serviços públicos. As pessoas que recorrem a este serviço utilizam, como meio de pagamento, cupons de refeição (vale-refeição e vale-alimentação) fornecidos pelos empregadores.

Devido ao risco intrínseco ao negócio, recomenda-se a realização de ações de pesquisa de mercado para avaliar a demanda e a concorrência.

Seguem algumas sugestões:

  • Pesquisa em fontes como prefeitura, guias, IBGE e associações de bairro para quantificação do mercado alvo;
  • Pesquisa a guias especializados e revistas sobre o segmento;
  • Trata-se de um instrumento fundamental para fazer uma análise da concorrência, selecionando concorrentes por bairro, faixa de preço e especialidade;
  • Visita aos concorrentes diretos, identificando os pontos fortes e fracos dos estabelecimentos que trabalham no mesmo nicho;
  • Participação em seminários especializados.

Investimento inicial

O investimento varia de acordo com o porte do empreendimento. Considerando uma empresa de fornecimento de refeições instalada numa área de 60 m², é necessário um investimento inicial estimado em R$ 65 mil, aproximadamente, a ser alocado majoritariamente nos seguintes itens:

  • Reforma do local: R$ 30.000,00.
  • Fogões industriais (seis bocas): R$ 3.000,00.
  • Freezer horizontal: R$ 2.000,00.
  • Multiprocessador de alimentos: R$ 1.500,00.
  • Cortador de frios: R$ 2.000,00.
  • Extrator de sucos industrial: R$ 500,00.
  • Forno de microondas: R$ 500,00.
  • Liquidificador industrial: R$ 500,00.
  • Geladeira: R$ 2.500,00.
  • Marmiteiros: R$ 1.000,00.
  • Telefone, microcomputador e impressora: R$ 6.000,00.
  • Estoque inicial: R$ 9.000,00.
  • Capital de giro: R$ 6.500,00.

Para uma informação mais apurada sobre o investimento inicial, sugere-se que o empreendedor utilize o modelo de plano de negócio disponível no Sebrae.

Obtenha mais informações acessando o estudo no Portal do Sebrae.

Confira mais matérias como essa na seção de “Ideias de negócios” aqui no Sebrae Mercados.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae