CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O Retail Lab ESPM vai estar no BrWeek

O Retail Lab ESPM vai estar no BrWeek

Escrito por Elaine Medeiros / No VarejoA ideia é proporcionar aos varejistas e demais visitantes do evento um laboratório capaz de entender as razões que levam o consumidor a comprar no PDV, por meio de testes e parâmetros consistentes de análises capazes de interpretar o que passa pela cabeça. O Retail Lab ESPM original já existe há cinco anos e se encontra dentro das instalações da ESPM, mas durante os dois dias de evento (25 e 26 de outubro) os líderes do varejo vão poder utilizá-lo como um espaço de integração, além de compreender como tudo funciona. Para Ricardo Pastore, coordenador do núcleo de estudos do varejo da ESPM e um dos idealizadores do projeto, responsável pela formatação, metodologia e desenvolvimento de pesquisas experimentais que trazem resultados, o laboratório auxilia tanto aos alunos quanto ao mercado varejista. “Muitas empresas utilizam nosso espaço como um ambiente de testes para produtos, PDV ou qualquer outra variável dentro do marketing mix. Elas trazem por exemplo os seus consumidores e observam como eles reagem”, explica. É a primeira vez que um evento desse porte traz um laboratório do mesmo nível. Com um detalhe: no BrWeek, a ideia vai mais além, ao ponto de integrar dentro do mesmo espaço tecnologias inovadoras como: – Visual Report – Análise e Gestão Estratégica de Vitrines Inteligentes da Metacore: são vitrines dotadas de dispositivos que detectam o cliente quando ele chega ao PDV e fornece, por meio de gráficos, indicadores de performance do investimento em Visual Merchandising. Neles o varejista pode consultar em tempo real, por exemplo, informações que o ajudarão a gerenciar e entender como é a relação do seu cliente com sua vitrine, além de direcionar seus investimentos para ações mais efetivas. Tudo isso visualizado por um PC, smatphone ou tablet. – Provador Virtual: utilizando tecnologias de visão computacional, os provadores virtuais mapeiam o corpo do cliente e transformam o ato de experimentar uma peça de roupa em uma experiência interativa, sem o uso de toques ou controles, já que o aplicativo reconhece os movimentos e gestos do usuário. – QRcode e Monitoramento de Redes Sociais WebSia: tecnologia que permite ao cliente final passar seu smartphone sobre um código de barras e obter as informações que desejar, diretamente de uma central de atendimento/chat. As pesquisas experimentais que acontecem no ambiente original são geralmente realizadas por observação a olho nu ou por câmera, após o pagamento de uma diária. Os resultados são sigilosos, mas Pastore nos adiantou que grandes varejistas passaram por lá. “Com o planograma (mapeamento da exposição dos produtos na gôndola) muitos de nossos clientes puderam acertar as decisões de compra dos seus consumidores no PDV”, exemplifica Pastore. Os testes na ESPM costumam acontecer com os produtos dos segmentos de higiene e limpeza, farmácia, alimentação e confecções. E no caso do BrWeek, a proposta é mostrar, durante os dois dias, grande parte da tecnologia de ponta existente no mercado, dentro de um espaço composto por gôndolas, araras e prateleiras que darão uma ideia de como o laboratório original funciona e de como o varejista pode ousar ainda mais se tiver acesso às ferramentas certas.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae