CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O que significa o lançamento da nota de R$ 200?

O que significa o lançamento da nota de R$ 200?

Um dos assuntos que tem balançado a economia nas últimas semanas é o lançamento da nota de 200 reais. O Banco Central (BC) já colocou a nova cédula em circulação este mês, mas ainda há dúvidas e mitos a respeito da chegada deste novo valor ao mercado e às mãos dos brasileiros. Entenda o que, de fato, significa o lançamento da nota de duzentos.

Em 2001, o BC já havia escolhido o lobo-guará para representar a nova nota na lista de animais em extinção, ou seja, o projeto de introduzir uma nova cédula não é novo. A nota de R$200 chega para somar-se às outras seis notas que já estão em circulação, e tem o objetivo de atender ao aumento da demanda por dinheiro em espécie que ocorreu durante a pandemia.

Diante desse período de crise, muitas pessoas passaram a entesourar seus recursos, ou seja, passaram a guardar mais dinheiro em espécie mesmo; reduzindo o volume de compras no comércio em geral. Além disso, como parte do Auxílio Emergencial foi pago em dinheiro, esperava-se que uma boa porcentagem retornasse à circulação rapidamente, o que não aconteceu. 

Crise à vista?

Ao ser anunciada, a nota de R$200 provocou muitos questionamentos e levou pessoas a se perguntarem se o real está perdendo valor ou se o país está diante de uma crise de inflação, sendo a única saída a impressão de novas notas. Mas a verdade é que nada disso é real. São, em sua maioria, fake news da web.

Devido a prudência de muitos brasileiros em guardar o dinheiro dentro de casa, economizar mais nas compras e evitar deixar o dinheiro na conta, por exemplo, foi que o BC identificou a falta de cédulas no comércio em geral. Dessa forma, o plano da nova nota que já estava em andamento veio à tona, afinal imprimir uma nota de duzentos é mais barato que imprimir duas de cem ou quatro de cinquenta. 

Dessa forma, é possível entender que não existe risco de inflação, especialmente, porque a inflação no Brasil está baixa, nem a impressão da nova nota quer dizer que o dinheiro está desvalorizado, mas o objetivo é simplesmente adicionar mais recursos para movimentação. De acordo com o BC, a previsão é que até o fim do ano sejam produzidas 450 milhões de unidades da nota, equivalente a R$ 90 bilhões.

Outra grande discussão foi gerada sobre a dificuldade de troco para a nota de R$200. Mas para isso, basta ajustar e usar a nova cédula para o pagamento de contas mais altas. Vale destacar, ainda, que o Auxílio Emergencial concedeu a 30 milhões de brasileiros o acesso a contas digitais, ou seja, agora uma maior parte do país pode solicitar um cartão de crédito sem anuidade, que também pode ser usado no débito em qualquer estabelecimento do país.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Carolina GlogovchanNovo na comunidade