CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O que é a técnica “onboarding” e como aplicar na sua empresa?

O que é a técnica “onboarding” e como aplicar na sua empresa?

Não é fácil começar a trabalhar em uma nova empresa. Tentar se habituar com pessoas desconhecidas em um novo ambiente, fazendo procedimentos diferentes sob os olhares atentos de supervisores, é um processo que pode colocar muita pressão no novo contratado. É necessária uma inclusão do novato com os outros empregados, já acostumados com esse meio social. 

A integração, ou onboarding, é um processo pensado para amenizar esse momento de ambientação do novo colaborador, fazendo com que ele se sinta parte da empresa. A atividade consiste basicamente em apresentar o novo ambiente e alinhar o empregado com os objetivos e valores da corporação, para que ele possa entregar bons resultados desde o início. O funcionário precisa passar por essas orientações para entender como a corporação funciona e como ele vai se encaixar nessa nova estrutura. 

No entanto, a responsabilidade pela integração de novos funcionários não deve ficar somente nas mãos do RH. Outras áreas como engenharia de segurança do trabalho, um campo multidisciplinar, podem atuar voltadas para os interesses sociais da empresa. Os outros setores da companhia devem estar cientes dessa adaptação e trabalhar para que tudo ocorra de maneira harmoniosa, principalmente a equipe com quem o recente contratado irá trabalhar diretamente. 

Esse processo de habituação traz inúmeros benefícios, como melhora no convívio organizacional, equipes unidas e integradas com sintonia na realização de tarefas, gerando uma entrega maior e de melhor qualidade em menos tempo. A retenção de talentos também é positiva para a empresa. Colaboradores insatisfeitos dificilmente permanecem; sendo assim, é importante priorizar a satisfação do contratado no seu período de adequação ao novo ambiente de trabalho. 

Quando um novo colaborador não se sente bem integrado podem acontecer consequências negativas para o clima organizacional, afetando a produtividade. A constante troca de colaboradores faz com que o conhecimento não seja retido de maneira adequada, colocando em perigo o ritmo da produção. Quando um profissional rapidamente se sente adaptado ao clima corporativo, dificilmente terá motivos para pedir demissão. 

Como essa integração acontecerá depende muito das particularidades de cada empresa e do que é prioridade que o colaborador saiba de imediato. Uma empresa de grande porte pode optar, por exemplo, por uma visita guiada pela estrutura para ajudar o novo funcionário a se orientar melhor. A abordagem depende do perfil da empresa, e o mais importante é que esses processos aconteçam com sinceridade e com um tratamento contextualizado com o perfil do empregado. 

Apesar da sua importância, algumas empresas subestimam os efeitos do onboarding em suas organizações. Além de ensinar os funcionários sobre suas futuras atividades, é fundamental que os profissionais entendam os valores da companhia. Quando se trabalha alinhado aos valores, em um bom clima organizacional, e existe um sentimento de pertencimento com a organização, todos só têm a ganhar.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Sobre Aline ReisSabe das coisas

Deixe um comentário