Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

O que diz a CLT sobre segurança do trabalho?

O que diz a CLT sobre segurança do trabalho?

Empresas que mantêm contratos com  trabalhadores em regime CLT, precisam ficar atentas ao cumprimento de diferentes obrigações para evitar multas elevadas e até mesmo processos de embargo, ou seja, a paralisação das suas atividades.

 

Dentro do escopo de obrigações da empresa com o trabalhador está a garantia de segurança, que é principalmente importante para organizações que atuam com atividades vulneráveis a riscos de acidentes, como a aplicação de estruturas metálicas, por exemplo, em que muitas vezes os funcionários precisam atuar em grande alturas e com equipamentos pesados.

 

Mas o que exatamente diz a CLT referente à segurança do trabalho? Venha conosco e descubra algumas das normas aplicadas ao tema.

 

Quais os benefícios de seguir as normas de segurança do trabalho?

 

Além de ser uma obrigatoriedade, as normas que regem sobre a segurança do trabalho inseridas na CLT, trazem muitos benefícios para as organizações, como:

 

  • Aumento da segurança dos processos: o cumprimento das determinações elevam a segurança das atividades, já que fomenta a conscientização dos trabalhadores que passam a adotar na prática métodos que visam a sua proteção, seja em atividades de produção in loco ou fora, como é o caso de empresas de locação de grupo gerador, que precisam deslocar os seus funcionários para aplicação do equipamento no cliente.

 

  • Traz impactos positivos para a imagem: empresas que têm comprometimento com as regulamentações previstas de segurança do trabalhador também investem na sua imagem, tanto perante os colaboradores quanto para o mercado.

 

  • Reduz os riscos de processos trabalhistas: casos de acidentes no local de trabalho podem levar a processo trabalhistas, que geram não apenas prejuízos financeiros como causa influencia em como a organização é vista.

 

  • Eleva a capacidade produtiva: a produtividade de uma empresa, seja ela voltada à produção de produtos ou de especializada em serviços específicos, como a locação de geradores, é fator que potencializa a sua competitividade no segmento. Em razão da preservação da saúde do trabalhador, a capacidade produtiva é aumentada, já que são reduzidas as situações de afastamentos e ausências.

 

Afinal, o que diz a CLT sobre segurança do trabalho? Conheça algumas obrigações

 

As regulamentações da CLT em relação à segurança do trabalho são amplas e abrangem diferentes pontos. Veja alguns:

 

Edificações: aspectos da instalação da empresa, como iluminação, estruturas de pisos e paredes, entre outros devem cumprir requisitos técnicos que impeçam acidentes e prejuízos à saúde, portanto, as organizações devem garantir locais bem ventilados, iluminação adequada e proteções para evitar o risco de quedas em escadas e outras estruturas

 

Proteção individual: as empresas cujas atividades oferecem risco devem obrigatoriamente fornecer equipamentos de proteção individual, conhecidos como EPI’s, que abarcam luvas, capacetes, coletes, entre outros.

 

Ergonomia: é obrigatório o fornecimento de estruturas que visam proteger a postura dos trabalhadores.

 

Higiene: todos os locais da empresa precisam contar com boas condições de limpeza, com instalações sanitárias apropriadas e ambientes de alimentação que ofereçam conforto.

 

Essas são algumas das determinações previstas na CTL, em que todas as empresas precisam cumprir para garantir a segurança dos seus funcionários. Esperamos que o artigo tenha contribuído para esclarecer as suas dúvidas. Se gostou compartilhe nas suas redes.

 

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

You must login to add a comment.

Posts relacionados