CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O mercado de tradução para eventos.

O Brasil vem apresentando uma forte tendência à descentralização dos locais onde são realizados eventos internacionais: em 2003, 22 cidades brasileiras realizavam eventos internacionais dentro dos critérios da associação. Em 2012, foram 50 cidades.

De acordo com dados da Ubrafe (União Brasileira dos Promotores de Feiras) e do Calendário Brasileiro de Feiras e Eventos, em 2014 o Brasil será sede de 350 grandes feiras de negócios em mais de 40 cidades e é líder na atividade de promoção comercial em toda a América Latina.

A Ubrafe estima que a receita gerada pela indústria de feiras no Brasil foi de aproximadamente R$ 5 bilhões em 2012, sendo R$ 1 bilhão em serviços prestados nos pavilhões, o que inclui os serviços de tradução simultânea.

Várias cidades brasileiras estão classificadas entre os “melhores destinos do mundo para eventos e convenções”, tais como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Brasília, Foz do Iguaçu, entre outras.

Dentre os setores positivamente afetados pelo crescimento do setor inclui-se o mercado de trabalho de tradução simultânea. Todavia, como em qualquer ramo de atividade, para dar os primeiros passos nesta carreira, você deve, em primeiro lugar, fazer um curso de formação. Em centros como São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília, existem várias opções de cursos universitários e/ou profissionalizantes nesta área. Em outras regiões do país as alternativas são mais escassas.

Os candidatos a empresários no segmento de tradução para eventos têm que estar preparados para ingressar num mercado em que a experiência e a qualificação profissional são requisitos essenciais.

Empresas e organizações responsáveis pela realização de congressos, debates, cursos, conferências, etc. que contam com a participação de oradores de fama internacional e participantes exigentes não podem permitir que intérpretes despreparados comprometam o sucesso dos eventos que organizam. Por isso, os candidatos a empresários deste segmento devem ter a percepção exata dos anseios dos consumidores, preparando-se adequadamente ou buscando contratar profissionais qualificados para sua equipe.

Entidades como a APIC – Associação Profissional dos Intérpretes de Conferência (seria como o CREA ou a OAB, para o mercado de engenharia e advocacia respectivamente), atuam qualificando e representando os profissionais atuantes no mercado, sem interferência direta em sua formação. (http://www.apic.org.br).

Investimento

Para uma empresa de tradução de eventos de pequeno porte, estimamos que o empreendedor tenha que dispor de aproximadamente de R$ 26.000,00 para fazer frente aos seguintes itens de

– despesas de registro da empresa, honorários profissionais (contador), taxas etc. – R$ 2.000,00;

– montagem das instalações e aquisição de equipamentos específicos da empresa – R$ 10.000,00;

– Aquisição de equipamentos de escritório – R$ 2.000,00

– Desenvolvimento de website e material promocional da empresa – R$ 2.000,00;

– capital de giro para suportar o negócio nos primeiros meses de atividade – R$ 10.000,00.

É importante lembrar que os equipamentos podem ser alugados, diretamente ou pelo próprio promotor do evento. O desenvolvimento de bons fornecedores e parcerias com os mesmos poderá reduzir significativamente o investimento a ser realizado, permitindo um melhor retorno do capital investido, além de não se correr o risco da obsolescência do equipamento em caso de compra.

Obtenha mais informações acessando o estudo no Portal do Sebrae.

Confira mais matérias como essa na seção de “Ideias de negócios” aqui no Sebrae Mercados.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae