CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Mercado de alimentos: o novo valor é o prazer

Mercado de alimentos: o novo valor é o prazer

Em visita recente a um evento de alimentação, percebi novas tendências no mercado de alimentação – o valor é o prazer, seja a partir da inovação do sabor, forma de apresentação, promoção de conveniência, da saúde, da estética e da ética.

São sabores diferentes, exóticos, diferentes embalagens, maior conveniência dos produtos em termos de uso e aplicabilidade na vida cotidiana, produtos ecologicamente responsáveis, produtos que valorizam a estética dos consumidores e produtos voltados a saúde.

Máquinas e equipamentos mais eficientes, mais produtivos, com menor desperdício de matérias primas e de energia.

Também saltou aos olhos o perfil de visitantes nesse tipo de evento: muitos compradores de bares e restaurantes, além de uma demanda crescente para alimentos orgânicos.

A feira apresentou linhas variadas de produtos orgânicos. Desde mel, melado de cana, açúcar, geléias e doces até extrato de tomate, vinhos e espumante brut orgânico.

Em minha opinião, o mais inovador foi o energético orgânico. Acredite, o primeiro energético orgânico do Brasil feito com o açaí e, claro, o nosso famoso guaraná da Amazônia.

O desafio para os produtores de produtos orgânicos, geralmente de pequeno porte, ainda é a frequência da entrega, o volume da produção e a embalagem adequada ao perfil do consumidor (consumidor final com embalagens pequenas e embalagens maiores para compras institucionais).

O novo valor do alimento também é a culinária de alto valor agregado, mirando o mercado consumidor final, exigente e que procura experiências gastronômicas que dêem prazer e que tenham sofisticação.

Segundo a empresa XTC LATAM/ILACAD, que atua em inovação em alimentação em vários mercados, as tendências da alimentação com base na opinião dos consumidores de diversos produtos em diversos países são:

  • Produtos alimentícios associados à promoção do prazer;
  • Produtos alimentícios associados à promoção da saúde;
  • Produtos alimentícios associados à promoção da boa estética;
  • Produtos alimentícios associados à promoção da conveniência;
  • Produtos alimentícios associados à promoção da ética.

Os produtos alimentícios associados a promoção do prazer trazem para o mercado algo que entusiasma a clientela. Eles devem, desde a embalagem, despertar o entusiasmo.

Esses produtos podem ser sofisticados, exóticos, podem ter grande variedade de finalidades, sentidos e divertir o consumidor. Esses são os valores agregados para os alimentos que buscam o promoção do prazer.

Os produtos alimentícios que visam à promoção da saúde são hoje os considerados mais naturais, vegetais ou aqueles que podem ajudar na melhoria da qualidade da saúde. Exemplo: produtos redutores de colesterol ou antioxidantes. São os que prometem melhoria na qualidade de vida das pessoas.

Os produtos relacionados à promoção da estética, especialmente a aparência física, ou seja, associados com efeitos no corpo do consumidor, exemplo: produtos que prometem a redução da gordura, perda de peso, energia e bem estar físico.

Os produtos promotores de conveniência. Neste quesito, as embalagens são de fundamental importância. Os produtos precisam apresentar facilidade no manuseio, processo de abertura, fechamento e, claro, facilidade de transporte é fundamental.

Outro tipo de conveniência são os dos produtos com menor tempo de cozimento ou os pré-prontos que permitem a mobilidade do produto dentro de um determinado tempo sem estragar.

Os produtos relacionados à ética promovem a solidariedade do consumidor sobre causas diversas. Há consumidores que, atualmente, têm necessidade de participar da solução de problemas sociais ou na redução de danos ecológicos.

É dessa forma que o mercado de alimentação mundial classifica os produtos do setor para entender as suas tendências. E você, já pensou nas oportunidades e impacto destas tendências em seu negócio?

Leia também:

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Ingrid MenezesNovo na comunidade