CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O Fluxo de caixa nas pequenas empresas como ser Funcional?

O Fluxo de caixa nas pequenas empresas como ser Funcional?

O fluxo de caixa é uma reserva de dinheiro, onde se oscila (e como), com entradas (vendas, empréstimos, venda de ações, entre outros), e saídas (pagamentos, compras, despesas em geral), é um saldo com um histórico, onde é realizado e planejado para um período.

O fluxo de caixa é uma ferramenta para o gerenciamento financeiro, a fim de tornar mais sólido as decisões a serem tomadas. O controle pode ser feito de curto prazo, onde pode ser definidas as despesas que a empresa terá ou no mínimo poderá ter para o próximo período, afim de não precisar entrar em cheque especial no banco, ou decisões paralelas, como por exemplo, factoring, empréstimos, entre outros.

Para as micro e pequenas empresas, geralmente o que acontece é que os empresários acabam não se programando para o próximo período, então, ao ver o caixa com dinheiro, não se atenta para a duplicata que vencerá nos próximos dias, e então, embolsa e gasta o dinheiro.

O objetivo do fluxo de caixa, é sanar este problema. Com a implantação do fluxo de caixa com regime de competência, teremos a projeção do capital de giro, onde saberemos não exatamente, porém próximo a realidade, o quanto de dinheiro estará disponível no dia de pagamento, por isso, os dados e números devem ser reais, as projeções devem estar o mais próximo da realidade que pertencem.

Como em todos os tipos de empresa, os fluxos de entradas e saídas são divididos em três partes; Os Fluxos Operacionais – pagamentos (saídas) de ganhos acumulados (salários a pagar, Mão-de-obra, produtos em processo, produtos acabados, despesas operacionais, entre outros), pagamentos de compras a crédito (duplicatas a pagar, Matéria prima, entre outros) e despesas indiretas.

Fluxos de investimento – suas saídas podem ser, por exemplo, a compra de ativos imobilizados e suas entradas, a venda destes ativos, geralmente está relacionado com aumento e diminuição de ativos a longo prazo.

Como ter um Fluxo de Caixa Sólido?

Comecemos pelo início: ter uma visão clara da situação atual da sua empresa. Uma previsão de fluxo de caixa ajuda você a determinar por quanto tempo é possível manter as operações da empresa, de acordo com os padrões típicos de entrada e saída de recursos. Você pode usar a previsão como uma ferramenta de planejamento para avaliar os possíveis cenários com base em potenciais ajustes nas receitas e despesas. Crie um plano de três meses, com o objetivo de manter seu caixa positivo.

Antes de começar, certifique-se de que suas transações tenham sido conciliadas e os livros contábeis estejam zerados. Para elaborar a previsão, você precisará dos dados de alguns relatórios do QuickBooks.

  • Gere um relatório com o resultado do exercício dos últimos 3 meses para saber a média mensal de lucros e despesas. Para o lucro, foque nas principais fontes de receita. Para as despesas, dê especial atenção aos gastos com marketing, folha de pagamento, aluguel e seguros.
  • Gere o relatório Faturas em aberto para que você possa visualizar entradas antecipadas de caixa.
  • Gere o relatório Faturas não pagas para identificar saídas de caixa esperadas no curto prazo.

Maximizando 

Após analisar a situação financeira atual e elaborar uma previsão, você pode focar em definir o melhor método de gerenciamento de fluxo de caixa. Provavelmente, será preciso implementar uma combinação de abordagens para aumentar os recebimentos e diminuir os gastos. Assim como fez com a previsão, você deve usar os dados dos principais relatórios do QuickBooks para encontrar os planos de ação mais recomendados.

Encontrar novos fluxos de receita e acelerar os já existentes pode resultar em uma injeção de recursos que podem ser usados imediatamente para garantir a continuação dos negócios.

O QuickBooks possui diversos recursos para ajudar você a reduzir os recebimentos pendentes e obter receitas mais rapidamente.

  1. O QuickBooks é sua fonte confiável de informações financeiras e possui relatórios que podem ajudar você a identificar facilmente os saldos pendentes e os maiores devedores. Você pode escolher como gerenciar essas contas para aumentar o valor disponível em caixa. Para saber quais são os clientes com maiores dívidas, use o relatório Faturas em aberto. Para um detalhamento de quanto cada cliente deve e a data de pagamento de cada um, consulte o relatório Detalhes do saldo por cliente.

Explore as opções de auxílio

Há muitas opções disponíveis para as pequenas empresas solicitarem empréstimos, concessões e outros fundos. Para informações atualizadas sobre os auxílios disponíveis, acesse o site do Governo Federal ou a página do BNDES.

O principal conselho do especialista é separar as despesas fixas das variáveis. “Algo básico ainda é bastante negligenciado por alguns negócios. Gastos variáveis, como insumos, podem diminuir, pois vão variar de acordo com as vendas. Isso dá uma noção do que pode ser cortado neste momento. Já os gastos fixos, como aluguel, devem ser revistos para pensar em alternativas, como prazo maior para pagamento ou até suspensão de algum produto ou serviço dispensável”, aconselha.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre sandro symplaBoas respostas

Administrador de Empresas atuante na Área digital. Sou consultor de negócios, incentivando o empreendedorismo.

Me siga