CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica

NFe_1

Crescer e desenvolver-se enquanto micro e pequena empresa envolve vender para grandes clientes como o governo. Vender para empresas públicas coloca em jogo sua capacidade de mudar e aderir a novas práticas, como a emissão de NF-e – Nota Fiscal Eletrônica.

A NF-e começa a se popularizar no Brasil, mas o que ela vem a ser? A Nota Fiscal Eletrônica nada mais é que um documento de existência digital, sendo emitida e armazenada de forma eletrônica e deriva de uma operação de circulação de mercadoria ou prestação de serviço para fins fiscais. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente (a empresa que fez a venda) e pela recepção da nota fiscal pelo Fisco, antes da ocorrência da compra. Então, é necessário que o micro e pequeno empresário providencie a certificação digital de sua empresa para operar no sistema NF-e.

A Nota Fiscal Eletrônica foi regulamentada em todo o território nacional, sendo uma realidade na legislação brasileira desde 2005. Para o empresário que ainda tem dúvidas se esta é mesmo uma ferramenta eficaz e econômica, eis alguns benefícios:

  • redução de custos de impressão do documento fiscal, tendo em vista que o documento é eletrônico. A empresa deve apenas emitir o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE), cuja função é acompanhar a mercadoria em seu transporte e facilita a consulta nos postos de fiscalização, sendo que este pode ser impresso em papel A4 comum;
  • redução de custos de armazenamento de documentos fiscais (menor espaço físico), bem como a diminuição de mão de obra para manipular tais documentos. Sem contar que a Nota Fiscal Eletrônica facilita a logística necessária para a recuperação de um documento;
  • diminui os erros de escrituração de notas;
  • permite que a empresa se planeje antecipadamente quanto ao recebimento da mercadoria, pois o acesso à nota é viabilizado via sistema NF-e.

Os Órgãos Públicos (Administração Direta e Indireta) já estão adquirindo produtos e serviços por meio da Nota Fiscal Eletrônica, tendo em vista que a Administração Pública se beneficia quanto ao uso deste sistema, pois a NF-e diminui a sonegação, aumenta a arrecadação tributária e reduz os custos no processo de controle das mesmas.

Conheça mais informações acessando: www.nfe.fazenda.gov.br.

Saiba mais sobre NF-e fazendo download da apresentação: “NF – Eletrônica – Fomenta 2013” na página do Fomenta, evento do SEBRAE que divulga oportunidades em compras públicas: http://www.fomentanacionalsebrae.com.br/downloads.

Não deixe de acessar o link e acompanhar as novidades sobre compras institucionais semanalmente: http://sebraemercados.com.br/?author=25.

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosDeixa eu ver qual é