CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Moda gestante: segmento com demanda potencial e baixa oferta

Moda gestante: segmento com demanda potencial e baixa oferta

estudo nichos moda

A moda gestante é um mercado em expansão que pode apresentar uma oportunidade para os empresários do setor de vestuário. Segundo Censo 2010, 83 milhões de mulheres tiveram filho no País, sendo que o maior número de mulheres pertencia às faixas etárias de 10 a 19 anos e também às faixas de 20 a 29 anos. São mulheres jovens que acompanham as tendências da moda e que, por falta de oferta, acabam usando roupas para não gestantes.

Conheça abaixo as principais características, estratégias de diferenciação, cenários e perspectivas para o nicho de mercado ‘moda gestante’. As informações são da publicação Nichos de Moda, lançada pelo Sebrae mês passado.

Público-alvo
A moda gestante é direcionada para um público específico, com prazo determinado para consumir o produto, pois sua numeração muda a cada semana. O corpo e as medidas mudam, podendo aumentar ou diminuir em um período de mais ou menos 18 meses, considerando os diferentes períodos: gestação, pós-parto e amamentação.

As gestantes continuam com a rotina de vida normal ao longo da gravidez: fazem exercícios físicos, vão a festas, viajam, trabalham, ficam em casa. Por isso, precisam de peças que sejam adequadas ao seu dia a dia, tragam conforto e valorizem sua beleza.

Cenário
As gestantes gostam de manter um estilo próprio, mas é difícil encontrar roupas exclusivas para elas. As mulheres diminuem o consumo de roupas na gestação por não encontrarem modelos atraentes para esta nova fase de suas vidas, principalmente para as mais jovens. A maior parte das roupas produzidas para grávidas não são pensadas para o público mais jovem, sendo, em sua maioria, grandes, sem caimento, monótonas e sóbrias, sem as novidades da moda.

Para quem atua ou deseja atuar neste segmento é importante estarem atentos a este perfil de consumidor para oferecer produtos que atendam às suas necessidades dentro das tendências da moda, modelagem adequada à nova forma do corpo, que sejam confortáveis e valorizem sua beleza.

Mercado
Por se tratar de um nicho bastante pulverizado, não há informações sobre quantas empresas vendem produtos e serviços para gestantes no País. Estima-se, porém, que a maioria seja de pequeno porte, a julgar pelos expositores de feiras especializadas. No entanto, é importante destacar que as grandes redes varejistas como Riachuelo, Renner e C&A já investem, há um tempo, em coleções específicas para gestantes, porém com um número pequeno na variação de modelos.

Estratégias para ter sucesso no segmento moda gestante
Busque entender o seu cliente, procurando saber o que deseja na hora da compra em relação à qualidade, conforto, estilo e faixa de preço, bem como entender o seu comportamento no dia a dia;

Ofereça, no mix de produtos, peças confortáveis que acompanhem as mudanças do corpo nas diversas fases e com modelagem que valorize a silhueta e a beleza feminina;

Ofereça peças com modelagem que facilitem a amamentação;

Invista em peças que estejam aliadas às tendências de moda, uma vez que existe uma carência muito grande de roupas com inovações e tendências de moda para este público, principalmente quando as mulheres são mais jovens;

Participe de feiras especializadas e desfiles do setor para saber quais são as tendências de moda e o que está sendo utilizado;

Invista em produtos para bebês como uma alternativa para aumentar as vendas;

Invista em provadores com espaço para bolsas, cadeiras e um espelho grande para dar mais conforto às gestantes na hora em que provam as peças;

Cuide para que o ponto de venda tenha banheiro ou esteja próximo a ele, já que a gestante precisa usá-lo com frequência;

Disponibilize cadeiras e poltronas confortáveis ao longo da loja, deixando-os à disposição para que as grávidas possam descansar durante suas compras;

Ofereça alguns agrados como biscoitos e chá como alternativas para atrair mais clientes pelo conforto na hora da compra.

Foto: Pixabay (domínio público)

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae