CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Mercado do setor de panificação e acesso a serviços financeiros

Pesquisa elaborada no âmbito do convênio de cooperação entre a Associação Brasileira da Indústria de Panificação (Abip), o Instituto Tecnológico da Panificação e Confeitaria (ITPC) e o Sebrae, por intermédio da carteira de panificação da Unidade de Atendimento Coletivo Industrial (Uacin) do Sebrae Nacional, procurou ao longo de 2012 identificar informações para subsidiar o planejamento do setor de panificação, no que toca à necessidade de acesso a fontes de financiamento e linhas de crédito.

Neste post, destaco alguns resultados colhidos, os quais muito esclarecem alguns dos principais pontos a serem trabalhados em 2013. Os resultados são interessantes:

  • quando perguntados se precisam de empréstimos, 95% afirmaram que sim;
  • as instituições financeiras mais citadas foram Banco do Brasil, Caixa, BNDES, Itaú, Bradesco, Sicoob, Santander, HSBC, BDMG e Basa;
  • 62% sabem quais instituições financeiras apoiam as micro e pequenas empresas;
  • 81% afirmam que precisam de financiamento, cujos recursos devem ser utilizados em aquisição de máquinas e equipamentos, reforma da loja e compra de insumos e mercadorias em geral (capital de giro);
  • destes, 62% utilizaram algum tipo de financiamento (crédito);
  • daqueles que “tomaram” crédito, 56% se dizem satisfeitos com o banco de relacionamento, 23% acharam avaliaram como ótimo/excelente seu banco de negócios e apenas 9% se declararam insatisfeitos;
  • 3% declararam que a burocracia é exagerada, e 8% julgam os juros altos.
  • 92% gostariam que fosse criada uma linha de crédito específica para o setor de panificação;
  • principais críticas: melhorar condições (54%), mais orientação sobre crédito (25%) e taxas de juros altas (13%).

Considerando as dificuldades que o segmento de pequenos negócios tradicionalmente enfrenta na busca de acesso a serviços financeiros adequados a suas necessidades, a princípio, somos levados a crer que a relação das padarias e confeitarias, conforme levantamento realizado, não é tão ruim. Será?

Uma das conclusões da pesquisa é que ainda há muita falta de informação sobre financiamentos para o setor. Faltam mais esclarecimentos para o pequeno empresário brasileiro, e o esforço feito pela divulgação e informação ainda deve ser melhorado.

Além disso, a burocracia, a informalidade e a tributação geram dificuldades para as pequenas empresas no processo de solicitação de crédito.

Só para registro, ressalto que o setor de panificação movimentou, em 2011, cerca de R$ 63 bilhões e certamente se faz presente em diversos outros segmentos, demonstrando sua força.

Como o levantamento é parte de uma série de seminários que serão realizados pela Abip em 2013, acredito ser importante saber se você concorda ou não com o resultado apurado. Qual a sua opinião? Escreva-nos. Ficaremos muito satisfeitos com sua participação!

Até a próxima. Avancemos!

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae