Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Médicos à distância: documentos digitais facilitam o fluxo dos profissionais

Médicos à distância: documentos digitais facilitam o fluxo dos profissionais

O isolamento social, consequente da pandemia do Covid-19, mudou a forma como muitos costumavam trabalhar, não sendo diferente com o setor da saúde. A telemedicina foi a alternativa que muitos profissionais da área encontraram para continuar suas atividades de forma segura, sem colocar em risco sua saúde nem a de seus pacientes.

Se tratando de uma abordagem que faz bom uso da tecnologia, era de se esperar que novos recursos fossem aparecendo, de acordo com as necessidades dos profissionais e todas as possibilidades dentro das ferramentas tecnológicas que contamos hoje. Dentre todas essas novidades, certamente, uma das mais úteis foram os receituários digitais – uma prescrição médica totalmente digital, que é encaminhada em formato PDF para os pacientes ou diretamente para as farmácias.

Na prática, ela funciona exatamente como uma receita tradicional, que recebemos no papel. O médico responsável precisa assinar o documento, e é necessário respeitar todos os requisitos de preenchimento da regulação sanitária. Contudo, não é qualquer profissional que pode emitir esse receituário, apenas aqueles que emitirem um certificado digital válido do ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), que pode ser em modelo A3, cartão ou token.

É possível receitar praticamente qualquer medicamento através de receitas online – dentre eles, antimicrobianos, antidepressivos, anticonvulsivantes, ansiolíticos, antipsicóticos e outros. Existem poucas exceções que ficam de fora, como os retinóides e a talidomida, alguns dos medicamentos que, até o momento, só podem ser receitados por métodos tradicionais.

As vantagens não são exclusivas dos médicos, que conseguem receitar a seus pacientes de qualquer lugar, sem sequer precisar realizar consultas presenciais, mas também para os pacientes. É possível receber os documentos por e-mail ou qualquer aplicativo de mensagens, de maneira prática e rápida. Basta ter acesso à internet para poder acessá-lo de qualquer lugar, o que também facilita bastante a vida dos trabalhadores que precisam utilizá-lo como atestado médico.

Outro benefício exclusivo desse modelo é a possibilidade de enviar a receita para uma farmácia que conte com um sistema de entregas, dispensando a necessidade de o paciente ir até lá comprar os medicamentos. Acaba sendo uma abordagem mais cômoda para todos e que também conta com a vantagem de não ser necessário sair de casa, um ponto que ainda é importante nos dias de hoje.

Por mais que essa medida tenha sido adotada por necessidade em uma época muito delicada, ela já recebeu aprovação de muitos profissionais da saúde, e tudo indica que continuará ganhando espaço no pós-pandemia.

You must login to add a comment.

Posts relacionados