CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Marketing para Psicólogos: como fazer, estratégias e divulgação

Marketing para Psicólogos: como fazer, estratégias e divulgação

O que é permitido ou não no marketing para psicólogos?

Se você atua ou estuda na área, é possível que tenha esse tipo de dúvida. Veja sugestões no blog Marketing Mestre.

O assunto ainda representa um importante tabu para muitas clínicas, consultórios e profissionais.

Dentro das faculdades e empresas, é comum o debate sobre o uso de estratégias de divulgação no ramo.

Há até quem considere que ações do tipo destoam do objetivo da atividade.

Apesar de não encontrar razão lógica para existir, essa barreira está presente também em mais segmentos da área da saúde, como a Medicina e a Fisioterapia.

Em outros, no entanto, táticas de marketing são muito bem aceitas, como na Nutrição, no Coaching, na Educação Física e na Odontologia.

É preciso respeitar as particularidades de cada categoria, mas estamos falando sobre uma empresa como qualquer outra.

A verdade é que, seja qual for o seu ramo de atuação, a prestação de serviços é um negócio.

E, como tal, conta com a ajuda de ferramentas para se desenvolver.

No caso do marketing para psicólogos, não é diferente.

No Brasil, 86% das pessoas sofrem de algum transtorno mental, segundo dados da Vittude, como estresse, ansiedade e depressão.

Para se destacar em meio a um público que enxerga cada vez mais a necessidade de auxílio profissional, não dá para se esconder: é preciso colocar a mão na massa e se mostrar ao mercado.

Se você quer saber como utilizar o marketing na psicologia, continue a leitura.

Ao longo do artigo, vou explicar como fazer, as principais ferramentas e estratégias para a captação de pacientes.

O que é o marketing para psicólogos?

ilustração relacionada ao profissional de psicologia

Foi-se o tempo em que podíamos separar o profissional do empreendedor.

Nos dias de hoje, é muito comum que o próprio prestador de serviço seja também o dono do negócio.

É o que ocorre em vários ramos, inclusive na Psicologia.

Assim, além de se preocupar com atributos técnicos, é preciso levar em conta as finanças.

É aí que entra o marketing para psicólogos, um conjunto de técnicas que visa trazer estabilidade financeira para profissionais e consultórios. O curso do Bruno Rodrigues mostra como fazer isso, veja mais detalhes no blog Marketing Mestre.

Os objetivos são múltiplos.

Aqui, é exigido planejamento para alcançar as metas traçadas e colher os frutos desejados.

Por conta da praticidade, há um grande destaque para o marketing digital no setor.

As táticas digitais podem ser empregadas em diversas circunstâncias: em grandes e pequenos negócios, por iniciantes e profissionais, com alto ou nenhum orçamento.

Essa versatilidade o torna a ferramenta perfeita para psicólogos, mesmo aqueles com pouco conhecimento técnico sobre o que é marketing.

Algumas clínicas, inclusive, contam com equipes internas ou contratam agências para lidar com esse importante componente na busca pelo sucesso.

Entretanto, é preciso destacar que há algumas peculiaridades nesse segmento.

Em primeiro lugar, lembre que esse profissional normalmente lida com pessoas vulneráveis, que precisam de ajuda.

Por conta disso, leve em consideração suas ações no ambiente online e, claro, jamais exponha o paciente.

Isso é o básico.

Há também algumas regras impostas pelo Conselho Federal de Psicologia.

Por exemplo, a divulgação de preços de serviço não deve ser incluída em suas atividades de marketing.

Além disso, previsões taxativas, diagnósticos, atividades e recursos relativos a técnicas psicológicas não reconhecidas estão vedados.

Mas, ainda mais importante, é proibida a utilização de publicidade com foco na autopromoção.

Isso significa que táticas de persuasão, copywriting e vendas não devem ser inseridas na estratégia.

Contudo, nada impede que você utilize o marketing de conteúdo para divulgar informações relevantes, estabelecer-se como referência e cativar o público.

Como funciona o Marketing digital para Psicólogos

psicólogos utilizando marketing digital

É um engano pensar que o marketing para psicólogos tem como único objetivo a aquisição de pacientes.

Seria o mesmo que achar que toda empresa só investe em marketing para vender.

Embora esse seja a galinha dos ovos de ouro na maioria dos casos, há muitas outras metas que podem ser definidas como alvo por meio das estratégias.

Todas elas, claro, levam ao desenvolvimento do negócio e ajudam o profissional a também ganhar dinheiro na internet, por exemplo, através de sessões agendadas.

Mas aprender a identificá-las é essencial para traçar um plano de ações.

A seguir, vamos conhecer alguns dos objetivos mais comuns para o marketing.

Adquirir pacientes

Sim, essa é a razão mais comum para se dedicar ao marketing para psicólogos.

Tem como foco atrair o olhar de mais pessoas para as soluções oferecidas pelo profissional ou clínica.

A grande jogada, nesse caso, é estabelecer relacionamentos e mostrar-se como autoridade no mercado sem citar a empresa diretamente, evitando a identificação como publicidade.

Decolar a carreira

O marketing para psicólogos também é um poderoso aliado para profissionais autônomos, que buscam dar uma guinada na carreira.

Nesse caso, as estratégias são voltadas a criar uma percepção positiva diante do público ou dos demais colaboradores da empresa.

Educar as pessoas

No ramo da psicologia, existem muitos procedimentos, técnicas e vertentes sobre os quais as pessoas não entendem.

A criação de conteúdo também permite educar o mercado, mostrar a ele para quais tipos de problema você tem a solução e fazer com que metodologias tornem-se mais conhecidas.

Gerenciar relacionamentos

Outra possibilidade gerada por meio de ações de marketing é a aproximação entre psicólogos e pacientes.

Nesse sentido, as redes sociais, o e-mail marketing e o blog são ferramentas importantes para criar vínculos reais.

Fortalecer a marca

Se você deseja fortalecer a sua marca pessoal ou o branding corporativo, as soluções digitais são a melhor opção.

Esses canais têm o potencial necessário para fazer com que o seu nome, seu rosto ou o seu logotipo seja reconhecido pelos potenciais pacientes.

Fidelizar quem já foi atendido

Por fim, temos a fidelização.

É muito mais fácil manter próximos os pacientes que já são ou foram atendidos do que adquirir novos.

As ferramentas de marketing permitem o contato permanente com as pessoas para mantê-las por perto e estimular a continuidade do tratamento.

E é sobre elas que vou falar na sequência.

Ferramentas de Marketing Digital para Psicólogos

SEO como ferramenta de marketing para psicólogos

Você já deve ter percebido que há uma infinidade de ferramentas que podem auxiliar psicólogos a melhorar seus resultados com o marketing.

Se, por um lado, essa quantidade de soluções é benéfica, por outro, pode trazer algumas dúvidas na hora de realizar a escolha.

Para ajudar você, selecionei alguns dos recursos que podem ser úteis para a sua estratégia.

Confira quais são!

Links patrocinados

Os links patrocinados são o método de publicidade paga mais comum da internet.

Servem para enviar usuários para o destino desejado por meio do clique.

Eles aparecem em diversas ferramentas digitais, como mecanismos de buscas, redes sociais e plataformas de e-mail.

Vale frisar que, especialmente na área da saúde, os anúncios são permitidos, mas não podem ser tendenciosos.

Portanto, esqueça a linguagem persuasiva como “oportunidade imperdível” ou “o melhor psicólogo do Brasil”, por exemplo.

SEO

O SEO (Search Engine Optimization) se refere a uma série de técnicas cujo objetivo é posicionar páginas de um site no topo dos motores de pesquisa (basicamente o Google, para facilitar).

Nessa metodologia, são escolhidas palavras-chave para as quais você quer ranquear bem.

Incluindo, é claro, o seu nome ou da sua clínica.

Ali, são inseridos dados fundamentais, como endereço e contato.

No caso de blogs, os artigos são ótimas pedidas para criar posts educativos e gerar tráfego orgânico.

Facebook

Maior rede social do mundo, o Facebook permite a criação de fanpages para clínicas ou profissionais que desejem ir além de perfis pessoais.

Aqui, o foco é o engajamento, já que as pessoas geralmente acessam tais plataformas em busca de interações.

Instagram

Aplicativo mais querido do público brasileiro, o Instagram é voltado ao conteúdo em imagens e vídeos.

Ele possui uma alta adesão e as pessoas permanecem conectadas à ferramenta por longos períodos.

Por isso, é uma alternativa para estreitar os laços com seus pacientes e fidelizá-los.

WhatsApp

Esse aplicativo de comunicação se tornou tão popular quanto o Carnaval no Brasil.

Mas o WhatsApp também oferece uma ótima possibilidade para facilitar a comunicação com o público.

Ele agiliza a marcação de consultas, responder dúvidas, entre outras atividades administrativas de um consultório.

Nessa área, como é sabido, alguns pacientes podem apresentar crises.

Por isso, ter um canal regular aberto pode ser uma boa ideia.

YouTube

Em áreas nas quais a confiança é requisito básico, como no caso da Psicologia, a imagem é muito importante.

O YouTube é a maior plataforma de vídeos do mundo.

Portanto, é o canal ideal para mostrar o seu rosto, a sua voz e se apresentar para os usuários antes mesmo de ele marcar uma consulta.

Vídeos geram afinidade, aproximam o profissional e paciente e são muito didáticos.

E-mail Marketing

O e-mail marketing é um canal de comunicação mais pessoal.

Diferentemente das redes sociais e blog, é um contato com o qual você pode mandar mensagens diretamente para o paciente.

Nesse caso, dicas sobre bem-estar, lazer e entretenimento combinam bem com o ramo.

Como um bônus, você mantém um relacionamento constante por meio de processos automáticos.

Site Responsivo

Há alguns anos, todo mundo acessava a internet pelo desktop (computador de mesa).

Hoje, a realidade é bem diferente.

Tablets, smartphones, notebooks e outros dispositivos móveis fazem parte do cotidiano das pessoas.

Por isso, seu site deve se adaptar a todos os tamanhos de tela.

No mundo digital, chamamos isso de design responsivo.

Remarketing

O remarketing é a técnica de publicidade paga que leva em conta os dados comportamentais do usuário.

Ou seja, é possível anunciar somente para pessoas que já demonstraram interesse sobre o seu serviço ou buscaram por determinados tratamentos que você oferece.

Imagine o mundo de possibilidades que se abrem ao observar informações sobre a navegação do paciente e abordá-lo no momento certo.

Marketing de Relacionamento

Dá-se o nome de marketing de relacionamento às técnicas voltadas ao convívio entre psicólogo e paciente.

Assim, várias das ferramentas citadas nesse tópico são canais de comunicação viáveis para sustentar e fortalecer conexões.

Marketing de Conteúdo

O conteúdo é o pilar mais importante no marketing para psicólogos.

É por meio da criação de materiais úteis que você se tornará uma figura relevante para os pacientes.

Nesse sentido, artigos, posts em redes sociais, e-books, podcasts, apresentações de slides, vídeos, webinars e infográficos são alguns dos formatos mais comuns.

Experiência do usuário

A experiência do usuário (UX) se refere a todas as experiências que o seu paciente tem com as suas páginas.

Isso inclui design, navegação e usabilidade, por exemplo.

Ao investir nesses elementos, você pode integrar ferramentas para facilitar a marcação de consultas, chat online e outros recursos para melhor atender as pessoas.

Inbound Marketing

A metodologia conhecida como inbound marketing agrega todas as demais citadas nesse tópico.

Trata-se de um modelo de marketing no qual as pessoas vão até as empresas, e não o contrário.

Aqui, a ideia é atrair visitantes para o blog, transformá-los em leads, qualificá-los por meio do e-mail marketing e, finalmente, transformá-los em pacientes.

Apesar de envolver tantos processos, vale a pena.

Isso porque a técnica tem altas taxas de conversão, já que identifica os usuários que realmente precisam dos seus serviços.

5 Estratégias de Marketing Para Psicólogos

estratégias de oratória para psicólogos

Não é somente do marketing digital que os psicólogos podem se beneficiar.

Existem outras soluções que se encaixam muito bem no setor.

Quer ver só?

Abaixo, conheça algumas delas.

Eventos

Os eventos são ótimas oportunidades para estabelecer redes de contato (networking).

Neles, o público é segmentado. Então, além de aprender e trocar experiências, você pode encontrar muitas pessoas interessadas no que você tem a oferecer.

Oratória

Outro importante elemento no mundo do marketing é a oratória.

Dar aulas, palestras e conferências é um ótimo meio para ser firmar como uma autoridade no assunto.

Isso geralmente tem um efeito cíclico, já que, quanto maior o número de apresentações, mais convites você recebe.

Livros

Os e-books são ferramentas de marketing altamente eficazes.

E as novas tecnologias tornaram os processos de edição e divulgação tão simples que qualquer um pode criar o próprio.

É bem diferente, por exemplo, de livros físicos – que também podem fazer parte da estratégia, com ganhos evidentes.

Ao ver o nome do psicólogo em um exemplar na prateleira da livraria, as pessoas automaticamente o associam a um especialista.

E isso é ótimo para o marketing.

Como o próprio nome diz, autores são o suprassumo da autoridade.

Participação em canais

Lembre-se de que existem muitos outros canais que podem auxiliá-lo a estabelecer uma boa reputação.

Por isso, vale a pena investir em relações públicas para aparecer em TV, rádio e em entrevistas de jornais e revistas, por exemplo.

Boca a boca

No segmento da saúde, o marketing boca a boca é a cereja do bolo.

Afinal, pessoas confiam em pessoas, não é mesmo?

Ao caprichar no atendimento, você constrói uma imagem positiva que é levada para fora do consultório.

Conclusão

Apesar dos obstáculos comuns à atividade, as pessoas estão cada vez mais percebendo a importância do marketing para psicólogos.

E, como vimos ao longo deste artigo, existe o jeito certo e legal de fazer isso.

São muitas as possibilidades para construir uma estratégia de sucesso.

A dica é começar agora mesmo, até porque, aqueles que forem pioneiros, terão uma grande vantagem competitiva.

Nesta leitura, você aprendeu o que é o marketing na Psicologia, como ele funciona e suas principais ferramentas e estratégias.

Eu espero que esse conteúdo seja valioso e responda a todas as suas dúvidas.

Se restou alguma ou quer deixar sua opinião, use o espaço para os comentários, logo abaixo.

Como você tem aproveitado o marketing para psicólogos hoje?

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/marketing-para-psicologos/

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Comentário ( 1 )

  1. Este comentário é editado.

    Interessante

Deixe um comentário

Sobre natanaeldsouzaEspecialista

Me chamo Natanael de Souza, sou idealizador do blog MarketingMestre, coach por missão e especialista em marketing digital, com foco para marketing de afiliados. Trabalho há mais de 6 anos prestando serviços de marketing em Santa Catarina e conforme verá em alguns exemplos, todos os projetos que realizo alcançam ótimos resultados! Eu moro em SC e ofereço meus serviços de coaching e marketing digital para clientes em todo Brasil.

Me siga