CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Inovação mobiliza o mercado de acessórios para bicicletas

O Brasil é o quinto maior mercado consumidor de bicicletas do mundo. Entre nacionais e importadas que rodam pelo país, a (Abradi) estima que:

  • 50% são usadas como meio de locomoção para o trabalho.
  • 17% são utilizados para o lazer.
  • Apenas 1% é para uso em competições.
  • Os 32% restantes estão na posse das crianças brasileiras.

A produção nacional gira em torno de 6 milhões de unidades. Os fabricantes vêm lutando pela redução de impostos – que atualmente são maiores que os tributos sobre carros – e, com isso alcançar uma produção de 10 milhões.

Na esteira dessa produção roda também uma infinidade de artigos e acessórios que despontam pela característica inovadora que transportam em seus elementos e/ou funcionalidades.

Como, por exemplo, os capacetes dobráveis que estão surgindo com designs diferenciados em diversas partes do mundo. A imagem do  capacete dobrável abaixo é de uma startup inglesa, que desenvolveu o produto após constatar em pesquisas que, na cidade:

  •  92% dos usuários de bicicletas não usam capacete
  • 84% acreditam que estão arriscando a sua segurança com essa atitude.
  • 83% citam a falta de portabilidade como uma razão para não usar um.

A inovação do produto, transportável uma pasta de carregar laptop, o fez arrecadar dinheiro suficiente para viabilizar a produção por meio de um site de financiamento coletivo.

Parte das novidades do setor chega ao mercado brasileiro também por meio de lançamentos em feiras de negócios. A última edição da Brasil Cycle Fair – realizada em São Paulo ano passado, cuja edição em 2014 será realizada entre 28 de setembro a 1º de outubro de 2014, apresentou lançamentos de inúmeras marcas, tanto de bicicletas como de acessórios. Clicando aqui é possível ver as imagens de algumas delas, que inclui também o expressivo mercado infantil.

Oportunidades para inovar

O SEBRAE investe hoje 20% do seu orçamento para a inovação nos pequenos negócios. A inovação pode proporcionar às empresas ganhos de qualidade em produtos, serviços e sistema de gestão, otimizar e inovar o processo produtivo, eliminar desperdícios e reduzir custos, com a automação e adoção de práticas sustentáveis.

Para viabilizar essa estratégia nos pequenos negócios, o SEBRAE possui diversos programas voltados para a implementação de práticas inovadoras, como o Sebraetec, Agentes Locais de Inovação (ALI), Incubadoras, Centro Sebrae de Sustentabilidade, além de parcerias estratégicas.

O mercado está se valendo das soluções, haja vista que, em 2013, o Sebrae contabilizou 145 mil com soluções de inovação, enquanto em 2013 o número de atendimentos era de 40.140. De 2014 a 2017, a instituição investirá R$ 1 bilhão em projetos e programas de inovação. Vale lembrar que o Sebrae subsidia de 80% a 90% do valor dos programas oferecidos aos empresários.
Conteúdo Relacionado:

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga