CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Informações mais simplificadas sobre spreads começam a ser divulgadas pelo Banco Central

Informações mais simplificadas sobre spreads começam a ser divulgadas pelo Banco Central


O Banco Central começa,a partir desta quinta-feira (05/02), a dar maior transparência à divulgação dos spreads (diferença entra a taxa de captação e de aplicação) praticados por bancos públicos e privados. Para isso, fez modificações que simplificaram o entendimento do consumidor do produto crédito sobre o ranking dos bancos que praticam as maiores e as menores taxas de risco.

A nova tabela está disponível na primeira página do site: http://www.bc.gov.br

As mudanças foram definidas na terça-feira (03) pelo BC e implantada em menos de 24 horas. Os técnicos da instituição trabalharam durante a madrugada de ontem, depois do exarcebamento das críticas, nos últimos dias, à forma de apresentação desses dados. Uma maior transparência nesse ranking é fundamental para o aumento da concorrência bancária. Com base nessas informações, tomador dos empréstimos, mais esclarecido, poderá questionar as taxas praticadas pelo banco do qual é cliente.

A nova tabela irá destacar quatro modalidades de crédito para pessoa física: crédito pessoal, cheque especial, aquisição de veículos e aquisição de bens. Para as empresas, haverá o ranking para capital de giro pré e pós-fixado, conta garantida, desconto de duplicata e aquisição de bens. Em relação aos juros, haverá apenas a taxa média cobrada por cada instituição, sem detalhamentos referentes à composição dos spreads embutidos. O BC estuda também a ampliação das informações já disponíveis.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae