CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Ideias de negócio para o mercado de crochê

Ideias de negócio para o mercado de crochê

Os desejos básicos de todo mundo que começa a se profissionalizar em uma área artesanal é passar a viver da sua arte e ser reconhecido por ela. No mercado de crochê isso não é diferente!

Mas para que esse sonho se torne realidade, além de saber produzir as peças é preciso vendê-las. Certo?

Muitas pessoas, por não terem nenhum tipo de experiência em vendas acabam desanimando e até desistindo dos seus sonhos.

Pensando nisso, reunimos 5 dicas essenciais que podem te ajudar não só a captar suas primeiras vendas, mas também a transformar seu hobby em um grande negócio.

Se esse assunto te interessa, então confira os detalhes agora!

Veja como vender crochê seguindo 5 dicas básicas

1.  Participe de feiras artesanais

Apesar do crochê, assim como a maioria das atividades artesanais, ser uma arte bastante caseira e solitária, saiba que não precisa ser assim!

Em sua própria cidade e região provavelmente deve haver diversas feiras artesanais.

Nelas, além de vender seus produtos, trocar ideias com outros profissionais do mercado de crochê e de outras áreas, é possível ainda conseguir fazer grandes parceiras.

Para descobrir esses eventos você pode começar buscando no site das prefeituras ou através do Sebrae de sua região.

2.  Faça uma feirinha

Outra maneira de expor seus produtos é através de uma feirinha pessoal, estilo brechó.

Você pode começar em sua própria casa vendendo para amigos, familiares e vizinhos.

Lembre-se da seguinte frase:

“Quem não é visto não será notado, muito menos lembrado!”

O objetivo aqui é buscar as primeiras suas vendas. Mas calma que ainda vamos mais além!

3.  Venda por consignação

A venda por consignação é quando você deixa seu produto a cargo de outra pessoa, para que ela faça a venda.

Caso ela não consiga vender, ela pode lhe devolver o produto, como pegou. Mas se ela vender, ela te paga o custo acordado pela peça e fica com uma comissão pela venda.

Essa é uma estratégia de parceria bastante interessante e poderosa, mas é preciso usá-la com muito cuidado, já que o vendedor precisará ter responsabilidade com o produto.

4.  Use as redes sociais

A internet já se mostrou ser um canal de vendas extremamente poderoso para o segmento de artesanato.

Entre as centenas de possibilidades, uma que podemos destacar aqui para começar a valorizar ainda mais e divulgar o seu trabalho no mercado de crochê são as redes sociais.

Através delas você consegue não só mostrar seus produtos, mas gerar um grande desejo de compra.

Duas redes sociais que recomendamos fortemente para você começar são:

  1. Instagram;
  2. Facebook.

5.  Use fotos de peças autorais

No início é muito comum alguns profissionais acabarem buscando fotos de outros sites para comporem seu catálogo online.

O grande problema é que pelo fato desses produtos não terem sido feitos por você, provavelmente pode acontecer de:

  • Você perder muito tempo pesquisando essas fotos;
  • Acabar escolhendo fotos de produtos com detalhes que você ainda não sabe fazer;
  • E o pior! Pode acabar tendo problemas de imagem, por estar usando fotos de outras pessoas.

Para evitar dor de cabeça e contratempos, o ideal é que você monte seu próprio estúdio de fotografia. Essa dica pode parecer fora da realidade, mas fique tranquilo que é bem fácil!

Nesse vídeo o elo 7, maior Marketplace de produtos artesanais, ensina como você pode construir de forma extremamente simples e barata um estúdio para tirar fotos profissionais no conforto da sua casa.

Como cobrar pela sua arte

No mercado de crochê, assim como em outras vendas de artesanato, ter diferentes métodos de pagamento ajuda bastante a expandir o seu leque de clientes.

Afinal, nem sempre o dinheiro será uma opção que ele terá disponível no momento da compra.

Atualmente, existem diversas empresas que já simplificam a forma de pagamento e recebimento. Entre elas, duas bastantes interessantes são:

  • Pagseguro;
  • Mercado Pago.

Conhecidos como intermediadores de pagamento, eles dão a possibilidade para que seu cliente consiga pagar através de boleto, cartão de crédito ou débito.

Com eles, você consegue cobrar tanto uma venda feita fisicamente, através de uma maquininha de cartão, como uma venda online por meio de um link de pagamento que você pode mandar para o seu cliente.

Tudo muito simples, rápido e seguro!

Feito tudo isso, a dica que garantirá seu crescimento no mercado de crochê é continuar sempre inovando e aperfeiçoando sua técnica para aumentar gradativamente seu portfólio de produtos.

Continue acompanhando nosso blog que traremos mais dicas para ajudar a acelerar seu crescimento!

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Comentários ( 3 )

  1. olá!Descubra Como Fazer As Peças Mais Lindas Do Mundo Do Crochê
    aprenda croche do zero
    https://bit.ly/Mundodocrochê

  2. Descubra Como Fazer As Peças Mais Lindas Do Mundo Do Crochê e fature com isso. Chance imperdível!! Adquira já o nosso curso acessando o site:
    https://bit.ly/aumentearendacomcroche

  3. […] crochê é feito usando uma série de pontos, sendo que alguns deles são mais simples e outros são mais […]

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga