CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Gestão de concessionárias: 4 ações positivas

Gestão de concessionárias: 4 ações positivas

O trabalho de gestão de concessionárias de carros não é muito fácil. Apesar do fato do mercado nacional ter bastante demanda, é complicado gerenciar bem uma concessionária e aproveitar o interesse dos consumidores.

Isso acontece porque um gestor de concessionárias precisa de conhecimentos em várias áreas diferentes. Além de saber tudo sobre carros, precisa entender sobre motivação, como lidar com pessoas, contabilidade, marketing e muito mais.

Se você está passando por dificuldades na gestão de concessionárias, confira a seguir algumas ações positivas que vão mudar esse cenário.

1. Estabeleça uma campanha de marketing eficaz

Todo negócio se resume a alguns elementos básicos, como o fluxo de receitas, o controle das despesas e o balanço que deve ser feito entre tudo isso.

Portanto, uma das maneiras de facilitar a gestão de concessionárias é aumentar o seu fluxo de receitas e deixá-lo mais estável. Assim, mesmo que você tenha problemas com alguns gastos, poderá manter a empresa funcionando.

Isso não significa, no entanto, que basta ter um fluxo de receitas estável para não ter nenhuma preocupação com os seus gastos. Pelo contrário: é essencial controlar as despesas de qualquer negócio.

No entanto, é fato que um fluxo estável de faturamento ajuda a lidar com momentos difíceis, ganhar tempo enquanto se coloca ordem na casa e permitir o planejamento para o sucesso do negócio.

Para conseguir um bom fluxo de clientes, é necessário ter uma estratégia de marketing funcional testada e comprovada em cada elemento.

É importante que a estratégia funcione de modo a garantir negócios fechados, o que ajuda a trazer mais tranquilidade para o gestor da concessionária.

Além disso, é vital que a estratégia seja local, ou seja: focada em trazer clientes que moram na sua região. Afinal, quem quer comprar usados em Florianópolis, por exemplo, não vai procurar uma concessionária em São Paulo.

2. Tenha boas práticas de gestão de concessionárias

O fluxo de receitas é apenas o primeiro passo para uma boa gestão de concessionárias. No entanto, é importante também cuidar dos seus gastos de modo a aumentar sua margem de lucro.

Isso deve ser feito com um bom planejamento inicial. Primeiro, faça um relatório com todos os gastos do negócio e classifique-os em gastos fixos (aqueles que incorrem todos os meses, como folha de pagamento, contas de luz e água, aluguel, etc.) e gastos variáveis (aqueles que dependem de outros fatores).

Então, comece a analisar gasto a gasto e descubra como pode ser possível reduzir cada um deles. Por exemplo, se a conta de luz da concessionária está alta, será que é possível estabelecer ações de economia de energia?

Depois de estabelecer novas estratégias para reduzir os custos fixos, trace ações para tentar diminuir os gastos variáveis também.

Com isso, você terá o controle dos seus gastos nas mãos e conseguirá obter um lucro maior, caso tenha seguido o passo anterior também.

3. Monte seu modelo de vendas com base em pilares sólidos

Um dos aspectos mais negligenciados da gestão de concessionárias é o pilar (ou pilares) nos quais o seu modelo de vendas está montado.

Isso é tão negligenciado, que muitos gestores nem sequer pensam nesse tipo de coisa e simplesmente tentam obter o maior lucro possível sempre.

No entanto, é essencial que uma concessionária tenha pilares morais sólidos e que só faça negócios com base nisso.

Suponha, por exemplo, que a sua concessionária só vende carros usados ou seminovos. Em que tipo de pilar moral se baseará a sua lógica de negociação? Você irá focar sempre na segurança dos consumidores ou buscará o máximo  de lucro possível, independentemente das condições de cada carro?

Uma empresa preocupada com o tipo de produto que tem a oferecer sempre irá verificar o Renajud dos automóveis, fará uma Vistoria Cautelar e verificará o estado mecânico dos carros.

O mesmo vale para quem trabalha com veículos novos. Será que você vai manter uma estratégia de oferecer qualidade em primeiro lugar e só trabalhar com automóveis de alto nível, ou seu foco é na flexibilidade e em tornar acessível o sonho do primeiro carro para muita gente?

Cada pilar moral exige uma série de ações essenciais para montar o estilo da sua concessionária e garantir bons resultados de gestão.

4. Treine seus vendedores frequentemente

Qual é a técnica de venda do seu time comercial? Se você não sabe como responder, temos uma má notícia para dar: provavelmente sua gestão de concessionárias está fadada ao fracasso.

Uma empresa, assim como um time de futebol ou qualquer outra organização em equipe, só é tão boa quanto o seu material humano. Pouco importa se você vende carros de luxo ou populares: seu desempenho dependerá muito da qualidade do seu time comercial.

Por isso, é essencial enviá-los para treinamentos constantes, de modo a fazer com que aprendam novas técnicas, afiem seus conhecimentos e estejam sempre prontos para operar em alta performance para o seu negócio.

E aí, aprendeu como fazer a gestão de concessionárias? Esses 4 cuidados simples ajudarão a montar um fluxo estável na sua empresa e fornecerão a base para um crescimento promissor.

Gostou das nossas dicas? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Diego BiniEntrou no jogo