CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Frutas exóticas conquistam o mercado

Frutas exóticas conquistam o mercado

050

Com valor agregado superior às frutas tradicionalmente encontradas em maior abundância, as frutas exóticas têm conquistado o mercado, registrando um amento de vendas. O fato é possível em função do aumento do poder aquisitivo e do consumo consolidado no Brasil. No estado de São Paulo, onde a classe média representa um percentual cada vez maior de moradores, os reflexos são percebidos pelos comerciantes desse tipo de produto.

O Ceagesp de São Paulo, referência na comercialização e maior entreposto de alimentos frescos na América Latina, constatou o aumento de 5.700 toneladas nas vendas de frutas exóticas em 2012. Comparado com 2011, o volume representa um aumento de 8,11%.

A mudança de comportamento do consumidor em busca de frutas exóticas também foi constatada no interior do Estado. No Ceasa de Campinas, por exemplo, desde 2010, cinco variedades de frutas exóticas já fazem parte da lista de produtos e o entreposto está analisando a inclusão de outras nove variedades. O cajá-manga, o mangostim e o jambo são algumas das frutas que caíram no gosto dos consumidores da cidade e tem registrado um aumento no volume de vendas.

Além do consumidor final, as frutas exóticas também caíram no gosto dos chefs de renomados restaurantes do Eixo Rio-São Paulo. Isso porque proporcionam a geração de novas experiências gustativas, sem que para isso seja preciso abrir mão de uma alimentação mais saudável.

Os restaurantes são alguns dos principais atrativos da capital paulista, e com a realização dos grandes eventos esportivos no País, os chefs paulistas terão ainda mais motivos para inovar na cozinha e surpreender os turistas. Indicando, assim, a tendência de consumo ainda maior de frutas exóticas.

Além do mercado interno, as frutas exóticas apresentam alto potencial para exportação. Essa oportunidade tem sido pouco explorada no Brasil. No caso do camu-camu, por exemplo, o Peru é um grande produtor e exporta a fruta para o Japão, Estados Unidos e União Europeia através da Holanda.

A Physalis, queridinha dos chefs brasileiros e encontrada no mercado paulista por preços elevados, dada sua beleza para decorar pratos e sabor doce, é originária da Amazônia e encontrada facilmente no Norte e Nordeste do Brasil. No entanto, é a Colômbia o principal produtor e exportador da mesma atualmente.

O Sebrae é uma fonte de informação importante para quem deseja investir no mercado de frutas exóticas. Para buscar conteúdos, acesse:  http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/Busca?q=fruticultura

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae