CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Foco no mercado

Muito ouvimos sobre atentar para o lado gerencial das empresas: processos, formação de equipe, negociação com fornecedores, agregar valor aos produtos e serviços. Porém, quantas vezes aprendemos a fazer nossa empresa se relacionar melhor com o mercado?

Peter Drucker, também conhecido como o pai da administração moderna (dizer que suas idéias eram levadas em consideração por Jach Welch é supérfluo neste caso), aborda a mentalidade Foco no Mercado, muitas vezes esquecida pelos administradores.

Este tema bem pode gerar um estudo acadêmico à parte. Pretendo aqui, entretanto, apenas abordar questões estratégicas em torno desta mentalidade.

Inspirados por Peter Drucker lanço as seguintes afirmações:

Os resultados e recursos se situam fora da empresa: uma empresa possui apenas centros de custos. O lucro está sempre fora da empresa, nos consumidores.

Os resultados são alcançados pela exploração de oportunidades, não pela solução de problemas: solucionar problemas apenas traz a empresa de volta à normalidade nas suas operações. Explorar oportunidades é o que as fará crescer.

O que existe está envelhecendo: exigência de trabalho constante pelo aprimoramento dos produtos e serviços oferecidos.

Crie valor para os clientes: por acaso não são eles que geram o lucro de sua empresa? Observe o que eles desejam e realize.

Esteja em contato frequente com seus clientes e fornecedores: esteja onde eles estão, frequente os mesmos ambientes, entre em contato direto e seja um cliente de sua própria empresa.

Afinal, como abordou Peter Drucker: “Só existe uma definição válida do propósito das empresas: criar clientes.

Boa inspiração para todos!

Hugo Henrique Roth Cardoso, da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae