CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Fazenda Marinha Atlântico Sul

Produção de moluscos com entrega para todo o Brasil

A Fazenda Marinha Atlântico Sul, em Florianópolis (SC), produz e comercializa moluscos para o Brasil inteiro. Fundada no final de 1998, a empresa fornece ostras e mexilhões e entrega os produtos em qualquer cidade brasileira.

A Fazenda tem representantes no Nordeste; em São Paulo (SP) e cidades do interior paulista; Brasília (DF); Belo Horizonte (MG); Rio de Janeiro (RJ); Vitória, Piúma (ES); e Porto Alegre (RS). Os produtos também são vendidos online no site da empresa.

A oceanógrafa Flávia Ribeiro Couto é uma das cinco sócias do empreendimento, que tem 40 funcionários no total. Ela conta que a maior dificuldade no início foi encontrar políticas voltadas para a aquicultura (criação de moluscos), o que diminuiu as alternativas de financiamento. “Tivemos que desenvolver projetos com perfil dentro daquilo que o mercado contempla”, explica.

Divulgação

Como ação de divulgação, a Atlântico Sul optou por contratar uma assessoria de imprensa durante dois anos. “Resultados via anúncios não são positivos para empresas pouco conhecidas. Propagandas em revista servem para fixar marca e manter a continuidade nas vendas. No nosso caso, fizemos isso e não alavancamos as vendas a ponto de compensar os custos”, detalha a sócia, que confessa ainda não ter condição de bancar essa fixação da marca.

A assessoria direta, segundo Flávia Couto, trouxe resultados positivos e as vendas aumentaram em 30% logo depois de apenas três meses da ação. “Com a assessoria, aparecem os nossos produtos e o cliente”, explica. Ela ressalta, ainda, que a maioria das inserções da marca na mídia é relacionada a eventos e não “à Fazenda em si”.

Promoção de produto

Com relação à promoção de produtos, a empresa além de vender produtos já tão diferenciados, realiza uma espécie de consultoria para seus clientes, através de visitas periódicas aos estabelecimentos. Nesses encontros, são verificados desde a forma de armazenamento e abertura dos moluscos – que deve ser feita com facas especiais – até o preparo do chef de cozinha. “Nosso marketing é pós venda e mais voltado para o varejo. Geralmente de quatro em quatro meses vamos aos bares, restaurantes, supermercados e demais compradores, e vemos se a colocação do produto nas gôndolas está adequada, como é o armazenamento nas câmaras frigoríficas e a rotatividade dos funcionários que mexem com os moluscos”, conta a oceanógrafa.

Os clientes recebem um material de apoio teórico que traz aspectos detalhados sobre mexilhões e ostras. Os tópicos abordados são feitos de acordo com as visitações, a fim de sanar dúvidas e ajudar as empresas a se adequar às normas da Vigilância Sanitária. “O material é atualizado constantemente. Um dos objetivos da experiência em campo é justamente esse”, reitera Flávia, que além de coordenar a equipe de visitas locais (em Florianópolis), acompanha pessoalmente todas as demais inspeções.

A Fazenda Marinha oferece ainda treinamentos para esses clientes. “Qualificamos desde os garçons até os profissionais que mexem na carga e nas câmaras frigoríficas. Explicamos toda a forma de manuseio e conservação. Temos uma equipe de técnicos –
nutricionistas, biólogos, engenheiros de alimentos – para dar esse suporte. Queremos vender continuamente”, fala a sócia.

Uma das empresas que recebeu esse treino foi a marca de supermercados Pão de Açúcar, nas lojas de São Paulo. Durante dois meses, os funcionários aprenderam a lidar com o produto. “O grupo Pão de Açúcar é o único do País a vender ostras vivas. Eles têm 40 lojas com perfil para a comercialização de moluscos”, enfatiza Flávia. Para ajudar a “ensinar a cultura de ostra” nesses estabelecimentos são realizadas degustações, que estão dando retorno positivo à Fazenda.

Diferencial e metas

Para a oceanógrafa, o maior diferencial da Atlântico Sul é o próprio produto. “Na área de varejo, as empresas que trabalham com frutos do mar não conseguem ser atendidas com o fornecimento constante de ostras. Como produzimos, somos os únicos no mercado a oferecer para o varejo”, conta. Outros aspectos que colocam o empreendimento na frente dos demais produtores de pesca e frutos do mar são a capacidade de produção em escala, a tecnologia industrial e a embalagem sofisticada e atraente. “O desenvolvimento das embalagens ocorreu via Sebrae”, lembra a sócia.

A meta da empresa é aumentar os lucros em 30% em um ano. “Já batemos os 18% em seis meses de trabalho, com ações comerciais que começaram em agosto do ano passado”, diz a oceanógrafa. O desafio principal da equipe é fazer novos investimentos para atender eventuais mercados que apareçam.

Site: http://www.fazendamarinha.com.br
E-mail: flavia.fazenda@terra.com.br

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae