CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Estudo indica oportunidades de negócios no centro de Curitiba

Estudo indica oportunidades de negócios no centro de Curitiba

Projeto de revitalização favorece o surgimento de novas empresas e pretende consolidar já existentes; oportunidades foram apresentadas durante a Feira do Empreendedor 2011 – Paraná
Empreendedores e empresários de micro e pequenas empresas ligados às áreas de turismo, alimentação, arte, serviços residenciais e empresariais têm no centro de Curitiba um lugar apropriado para investimentos. Os cinco setores produtivos foram indicados como boas oportunidades de negócios para se instalarem na região do Paço da Liberdade, no centro histórico e comercial da capital paranaense, e apresentados durante palestra na Feira do Empreendedor 2011 – Paraná.
Segundo a consultora do Sebrae/PR, Walderes Bello, que ministrou a palestra “Ideias de negócios – investir no Paço da Liberdade”, a região, além de revitalizada, passou por um estudo de oportunidades de negócios. “A proposta de reestruturação da região central de Curitiba ultrapassou os limites estruturais. Era preciso recuperar não só o patrimônio cultural do Paço da Liberdade, mas pensar em recuperação da economia de todo o entorno”, explicou.
Foi com base nessa proposta, complementa a consultora, que as entidades envolvidas com o projeto de revitalização da região, dentre elas o Sistema Fecomércio/PR e a Prefeitura de Curitiba, realizaram um estudo e identificaram quatro eixos principais para investimentos empresariais. A Rua Riachuelo ficou identificada com o eixo “Conceito” (de revitalização, reutilização); a Barão do Cerro Azul como eixo “Serviços Especializados”; as Praças Tiradentes e Generoso como eixo “Turístico, Histórico e Arquitetônico”; e a Rua São Francisco como eixo “Gastronômico”.
“Para chegar a esses eixos, realizamos diversas pesquisas com consumidores, turistas e empresários. Analisamos tanto as potencialidades quanto a atratividade local que já era conhecida pela população. Entretanto, a ideia central da criação de novos negócios precisa ser orientada de acordo com a proposta de revitalização da região, ou seja, é preciso que surjam ideias de negócios empreendedoras, que inovem e venham atreladas ao mesmo conceito de reinvenção, que norteia o projeto”, advertiu Walderes Bello.
Oportunidades
Durante a palestra, algumas ideias de negócio ilustraram a proposta conjunta do Sebrae/PR, Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Sistema Fecomércio/PR e Prefeitura de Curitiba, na revitalização da região do Paço da Liberdade.
No segmento da alimentação, por exemplo, foram identificadas oportunidades na abertura de cafeterias, bistrôs, pubs, confeitarias e restaurantes temáticos. “Nossa orientação é que em vez de um novo pub, o empresário inaugure um pub temático, idealizado com base no público-alvo que ele pretende atingir”, orientou.
Com o turismo, as oportunidades identificadas pelo estudo foram lojas de souvenirs temáticos, a exemplo de venda de produtos que contam a história da região; agências de viagem, para atender aos turistas; e serviços de transfers, para auxiliar no translado de pessoas até a região. “Nos serviços de turismo, o importante é que o empresário esteja atento ao relacionamento e atendimento ao cliente.”
Os destaques para se investir no setor empresarial são papelarias, empresas especializadas em digitalização e gerenciamento de documentos, serviços de tele-entrega, call centers, livrarias e barbearias temáticas. “Uma ideia inovadora seria a instalação de sebo ou livraria voltada para o público jovem, que tem muita circulação na região devido as escolas e universidades próximas”, argumentou a consultora.
“O ideal é que os empreendedores tragam novas abordagens para segmentos de negócios que já existem. O serviço de tele-entrega, no lugar de motos, poderia ser feito com bicicletas, utilizando o conceito de proteção ao meio-ambiente, por exemplo”, sugeriu Walderes Bello, do Sebrae/PR.
Já no segmento de arte, as oportunidades na região indicaram negócios como estúdio fotográfico, estúdio de gravação, loja de produtos reciclados, antiquários, loja de instrumentos musicais, lojas de artesanato e, até, escolas profissionalizantes.
Como estrutura de apoio à população residencial da região, foram identificadas como boas oportunidades de negócio, serviços para idosos, serviços de reparos residenciais, manutenção de eletrodomésticos, sapatarias, minimercados e serviços relacionados a saúde e bem-estar.
Para saber mais sobre o maior evento de empreendedorismo do Estado, acesse o hotsite www.sebraepr.com.br/feira.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae