CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Estrangeiros que visitaram o Brasil na Copa querem voltar

Estrangeiros que visitaram o Brasil na Copa querem voltar

CopaLevantamento realizado pelo Ministério do Turismo revela que o Brasil recebeu turistas de 203 nacionalidades durante o Copa do Mundo FIFA 2014. A maioria (61%) ainda não conhecia o país e elogiou os serviços de infraestrutura e turismo. Os itens mais bem avaliados foram a hospitalidade e gastronomia, com 98% e 93% de aprovação respectivamente.

A segurança pública brasileira foi avaliada positivamente por 92% deles. Os táxis, informações turísticas e transporte públicos foram aprovados por nove em cada 10 visitantes internacionais e os aeroportos por oito em cada dez. “O Brasil se mostrou preparado para sediar um evento desse porte. Agora temos o desafio de transformar o interesse do estrangeiro em negócios para o país e benefícios para a população, com a geração de emprego e renda”, diz o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

O estudo mostra ainda que o Mundial beneficiou mais que as 12 cidades-sede. Os turistas estrangeiros, que permaneceram em média 13 dias no país, estiveram em 378 municípios brasileiros, incluindo as cidades-sede.

A avaliação foi feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e ouviu 6.627 estrangeiros.

Impactos na economia
Embora o governo ainda não tenha um número exato de quanto a Copa do Mundo 2014 gerou para a economia brasileira, a estimativa é que a cifra chegue aos R$ 30 bilhões, segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

O número faz parte de levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe-USP) que ainda está em curso. “Temos que apurar e fazer uma análise mais abrangente. As informações ainda não estão todas disponíveis e nem foram processadas”, ponderou o ministro.

Os dados foram apresentados ontem (14) pelo governo federal em um balanço geral da Copa do Mundo que contou com a presença de ministros e da presidenta Dilma Rousseff. “O que fica para o Brasil é toda a infraestrutura, todo o desenvolvimento, esse enorme esforço trabalhado que um conjunto de órgãos teve para organizar a Copa do Mundo”, disse a presidenta. Segundo Dilma, o Brasil ficará não apenas um legado material, mas um legado imaterial.

Com informações do Ministério do Turismo e da Agência Brasil.

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosDeixa eu ver qual é