CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

ESPECIAL GEC: CONSTRUÇÃO DE EMPRESAS DEVE SER FEITA EM ONDAS

gec

“Para ser empreendedor é preciso ser louco, pois só um louco pode ter grandes ideias”.

Foi assim que a presidente da Endeavor Global, Linda Rottenberg, abriu um dos painéis do Global Entrepreneurship Congress (GEC), conhecido como a “Copa do Empreendedorismo”. O debate colocou em pauta as estratégias que fizeram com que grandes marcas, como o Facebook e o Mercado Livre, se tornassem referências mundiais mesmo como um começo modesto.

 

O chefe de operações do Mercado Livre, Hernán Kazah, comentou que, para garantir o crescimento das empresas, é preciso estar focado desde o início do negócio. Ele reforçou também a necessidade de mais modelos de empreendedores bem-sucedidos na América Latina e destacou a oportunidade que a tecnologia oferece em oportunidades para quem está começando. Ressaltou:

“O mais importante é ter o DNA de empreendedor. Boas ideias ajudam, dinheiro ajuda, mas a questão é encontrar um bom empreendedor”

Já o vice-presidente para América Latina do Facebook, Alexandre Hohagen, disse que acredita que a construção das empresas no Brasil e em outras nações da América Latina deve acontecer em ondas. Ele destacou ainda a necessidade de encontrar as pessoas certas que ajudem a dar escala ao empreendimento e a necessidade de ter os conhecimentos necessários para o caso do negócio ganhar vulto rapidamente. Reforçou:

“Não há nenhum país como o Brasil com adesão tão grande a tecnologia, mas temos um grande problema com a educação”

O fundador da 500 Startups, Dave McClure, comentou o uso da internet tanto para a produção quando para a distribuição. Ele reforçou a mudança geracional vivenciada pelos países e a busca do público mais jovem por oportunidades ligadas à tecnologia finalizando:

“Muitas vezes, os empreendedores ficam preocupados em agir globalmente e não se dão conta das oportunidades no mercado doméstico”

 

Veja outros temas tratados no evento:

ESPECIAL GEC: BRASIL RECEBE O MAIOR ENCONTRO MUNDIAL DE EMPREENDEDORISMO

ESPECIAL GEC: MAIS DO QUE CRESCER, É PRECISO EMPREENDER

ESPECIAL GEC: DE STARTUP A MARCA ÍCONE

ESPECIAL GEC: EMPREENDEDORISMO SE APRENDE NA ESCOLA

ESPECIAL GEC: EMPREENDEDORISMO É DAR AO MUNDO MELHORES OPORTUNIDADES 

ESPECIAL GEC: EMPREENDEDORISMO É FERRAMENTA DE COMPETITIVIDADE LOCAL 

ESPECIAL GEC: CULTURA DA EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA DEVE SER CONSOLIDADA

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae